Gerenciador Financeiro GFIL

Site Oficial do Sistema GFIL

Gerenciador Financeiro GFIL - Menu Principal

Manual de Ajuda do Sistema GFIL



Imprimir ou Gerar .pdf de todo o Manual

Atenção: as orientações abaixo só serão 100% corretas se seu GFIL estiver atualizado na última versão -> 10.13.19

GFIL - Manual de Ajuda

Tópico Nº: 145 - Título: Instalando e Configurando o GFIL Server

Antes de mais nada é importante entender para que serve o GFILServer e assim saber quando você precisará instalá-lo em seu servidor.

O GFILServer é um servidor de dados que se conecta no banco de dados do GFIL (InfoLivre.fdb) para que uma aplicação cliente possa ler e gravar dados no sistema.



Aplicações clientes que utilizam e necessitam do GFILServer instalado e ativo

    Atualmente temos 3 opções para acesso de dados extra GFIL, quais sejam

  • GFIL Estação Web: opção para uso do GFIL normal, mas com acesso via internet. Maiores orientações sobre essa opção veja o tópico 159 deste manual de ajuda;

  • GFILMob: aplicativo para uso em celular com Android. Maiores orientações sobre essa opção veja o tópico 170 deste manual de ajuda;

  • GFILNet: opção para acesso de leitura e inclusão de dados via browser (navegador de internet). Para uso desta opção não há necessidade de nenhuma instalação ou configuração adicional. Após configurar seu GFILServer, basta acessar a página gfilnet.com.br.


Instalando o GFILServer

A instalação é bastante simples. Basta acessar a opção "Downloads" do site oficial do GFIL e baixar um único arquivo, o GFILServer.exe.

Esse arquivo deverá ser salvo na mesma pasta onde o GFIL servidor está instalado. Depois de copiar o arquivo para essa pasta, você deve executá-lo com a opção "Executar como administrador", clicando com o botão direito do mouse sobre o arquivo uma única vez. Ele será ativado e aparecerá um ícone ao lado do relógio do Windows indicando que está ativo. Deve permanecer assim. Se você reiniciar o computador, o GFIL Server será ativado automaticamente pelo Windows.

Configurando o acesso externo (via internet) ao seu GFILServer

Este procedimento já requer um conhecimento técnico nível médio na área de porta, rede, roteador, internet, ...
Seu TI pode fazer o procedimento ou você pode solicitar um suporte junto a uma revenda GFIL listada no site oficial.

Depois que o GFILServer for executado, você terá criado um host GFILServer ou, em português, um servidor de acesso a dados. Esse host GFILServer atende por uma porta. É a porta 8050. O endereço de seu host será o IP verdadeiro, ou seja, o IP da sua internet.

Como já foi mencionado acima, todos os três sistemas (GFILNet, GFILMob e GFIL Estação Web) farão as requisições a esse mesmo servidor GFILServer e, lá na chamada, você deverá informar o host onde o GFILServer está rodando e, logicamente, os dados de login ao GFIL, que são os mesmos dados (filial, operador e senha) que você acessa o GFIL normal em seu Windows.
Porém, para que a requisição feita pelo GFILNet, GFILMob ou GFIL Estação Web seja "atendida" pelo GFILServer, é necessário que a porta 8050 esteja liberada na máquina/rede onde está rodando o GFILServer. Veja como fazer essa liberação no tópico "Configurando/liberando a porta GFILServer" abaixo.

Configurando/liberando a porta GFILServer

Como já explicado acima, o GFILServer atende seus "clientes", sejam estações de rede do GFIL, mobiles acessando o GFILMob ou ainda o GFILNet, pela porta 8050.

Por isso, se você tiver um firewall instalado na máquina onde o GFILServer estiver rodando, seja um firewall do Windows ou outro, você deverá efetuar a liberação dessa porta para acesso por TCP/IP.

Exceto pelo GFILNet, o acesso dos clientes poderá ser feito por IP falso (rede local) e/ou por IP verdadeiro (internet).
No caso de ser por IP verdadeiro e se sua rede local for gerenciada por um roteador, é preciso que, além da liberação no firewall, seja feito também o forward (redirecionamento) da porta 8050 para o IP local da máquina onde está rodando o GFIL Server. Veja com o fornecedor de seu router como acessar o setup dele e fazer o forward.

Após fazer o redirecionamento da porta no seu router, faça um teste para confirmar se ela de fato está liberada para requisições externas. Neste site http://www.testeportas.com.br você consegue fazer um teste confiável. Se retornar porta inacessível e, no firewall do Windows a porta está liberada, então pode ser que sua operadora de internet não permita a conexão.

Observação: lembre que há routers que têm um firewall próprio (interno) e que pode bloquear a conexão.
Não é regra geral, mas também existem routers que não permitem conexão externa (via internet - IP verdadeiro) se o cliente (mobile ou GFIL estação) estiver conectado na mesma rede Wifi que está o computador onde está rodando o GFIL Server. Nesse caso você deve fazer o login com o IP da rede local (falso) da máquina onde o GFIL Server está rodando ou então tentar conectar via 3G ou 4G para testar.

Em relação ao IP, seja ele verdadeiro ou falso, o ideal é que você tenha um IP fixo. Até é possível utilizar os clientes com IP dinâmico, pois para o sistema isso não tem diferença. Porém, se esse IP for dinâmico e ficar mudando toda hora, logicamente que você terá o transtorno de ter que mudar essa informação a toda hora na tela de login do cliente. Além disso, caso a mudança de IP do servidor ocorra enquanto que um cliente estiver com o sistema em aberto, a conexão cairá e dados poderão ser perdidos.

Outras observações
1) Para todos os clientes (GFILMob, GFIL estação web e GFILNet) você também pode usar serviços de DNS como NoIP, dynDns, etc..
2) A performance (velocidade no tráfego dos dados) vai depender muito da velocidade da internet onde o GFILServer está rodando e também onde o cliente está rodando.

Veja também



Ajude-nos a melhorar esta ajuda. Envie crí­ticas e sugestões para sugestoes@sistemagfil.com.br.