Gerenciador Financeiro GFIL

Site Oficial do Sistema GFIL

Gerenciador Financeiro GFIL - Menu Principal

Mudanças nas Últimas Versões do Sistema

Versão oficial disponível: 10.17.8
Baixar atualização

Versão 10.17.9 - Em Testes

  1. Boletos por API. Agora será possível imprimir boletos em outros layouts, além da opção de carnê que já havia.
    Também foi incluída opção para envio por email.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  2. No módulo de MDFe, agora a contingência, quando necessária e autorizada pela sua SEFAZ, será feita mudando-se o campo "Forma de Emissão" para "2 - Contingência". Analise o tópico 150 do manual de ajuda GFIL.
    Atenção: existem regras específicas que precisam ser observadas para emissão de documento fiscal em contingência. No manual GFIL você encontrará orientações.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  3. Nova versão GFILMob -> 5.0.
    Implementações
    Obs.: O GFIL precisa estar na versão 10.17.8, compilação 1150 ou superior.

    1. A comunicação client/server passa a utilizar uma nova arquitetura (Horse), o que traz uma melhor performance e mais estabilidade nas operações;

    2. No menu da tela principal foram incluídas as opções: "Atualizar IBPT" e "Configurações". Este último é a mesma função do botão "Configurações" que foi eliminado;

    3. Ao pesquisar produtos para incluir no pedido da comanda, na tela de pesquisas, agora o sistema vai apresentar botões com imagens das categorias de produtos. Aí basta clicar no botão para o sistema listar os produtos daquela categoria.
      Observações:
      1) Indique a imagem de cada categoria no cadastro de categorias, no GFIL;
      2) Máximo de 8 categorias serão listadas;

    4. No servidor, o sistema vai gravar um log de erros no arquivo \GFIL\Logs\GFILMob\;

    5. Nas telas de listagem de cadastros (produtos, clientes, etc), agora há um novo edit onde você pode digitar um texto para filtrar os registros que estão na tela, após fazer a busca na base de dados, ou seja, é um filtro do filtro. Ele permite pesquisar por qualquer texto que estiver listado nos itens;

    6. O campo em edição ficará em uma cor diferente, para destacá-lo. Algo parecido com o que já tem no GFIL.

    7. Os campos do host (servidor) e porta que estavam na tela de login, agora deverão ser alterados pelo menu "Configurações" da tela principal. Em tese, esses campos você só vai informar uma única vez, no primeiro acesso. Por isso não precisam estar fixos na tela de login;

    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  4. Módulo de cadastro de operadores, incluído o poder "Pode transferir valores entre operadores (caixas)", na aba "Outros poderes". Essa alteração permitirá que você possa configurar os poderes dos operadores e permitir que qualquer operador possa efetuar transferências de valores entre os caixas. Até agora esse era um poder exclusivo de operador "Master".
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  5. No cadastro de contas caixa, existem contas que foram criadas pelo sistema quando da implantação do mesmo e, essas contas têm o atributo "Exclusiva do sistema". Até agora nenhuma alteração podia ser feita nessas contas, o que era correto, pois, em vários lançamentos o sistema utiliza essas contas para lançamentos específicos e, cuja seleção da conta é feita automaticamente, ou seja, o operador não indica qual conta o sistema deve usar, pois o sistema busca ela automaticamente.
    O que muda a partir de agora é que, em algumas dessas contas, o sistema vai permitir mudar alguns dados como, por exemplo, o grupo da conta. Isso é útil para, por exemplo, o caso da conta de pagamento de comissão de vendedores (ou poderia ser outra conta qualquer), onde o sistema tem essa conta vinculada de forma obrigatória ao grupo "Despesas Operacionais". Mas, quem tem um controle mais analítico de grupos, pode achar útil mudar o grupo dessa conta.
    Obs.: não pode mudar o tipo do grupo da conta. Se a conta é despesa, você pode mudar para outra conta que seja do grupo despesa. Mesma coisa para receita.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  6. Em alguns cadastros foi incluído um edit para facilitar a pesquisa de registros.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  7. Na baixa de contas a receber, ao se baixar várias contas com recebimento via PIX e ou depósito bancário, agora o sistema vai apresentar opção para que o lançamento no banco seja feito em um único lançamento Até agora, cada conta recebida gerava um lançamento no banco.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  8. Até agora quando você estornava uma conta recebida ou paga, e o destino do valor do lançamento original (na baixa da conta) havia sido uma conta bancária ou livro caixa, o GFIL excluía esse lançamento. Agora será mantido o lançamento e gerado um novo lançamento com a operação (débito/crédito) inverso ao original. Ambos os lançamentos serão alterados para "Estorno" e não figurarão como receita/despesa no relatórios de caixa/banco.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  9. No parâmetros fiscais, opção "Outros", foi incluída opção para se informar 2 CNPJs que, se informados, serão registrados nos documentos fiscais na tag autXML.
    Os CNPJs ali informados estarão autorizados a baixar os XMLs dos documentos fiscais emitidos por sua empresa.
    Lembrando que o CNPJ do contador não deve ser informado nessa opção, pois ele já é incluído de ofício pelo GFIL.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  10. No módulo de NFe foi incluído o menu "Outras Opções -> Enviar Evento de Insucesso na Entrega". Oriente-se com sua assessoria fiscal quando você pode (ou deve) enviar esse evento.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  11. A nota técnica 24.002 define que, a partir de 01/07/2024, o valores recebidos por PIX estático e PIX dinâmico sejam enviados em códigos separados nos XMLs de notas fiscais. O GFIL já fazia essa diferenciação de códigos nos módulos de recebimento de vendas, comandas, OS, etc. Porém, no XML era registrado ambos (pix estático e dinâmico) no mesmo código, pois era assim que deveria ser até essa data acima.
    ATENÇÃO: se você tiver notas pendentes de envio, principalmente se foram recebidas por PIX, primeiro transmita essa notas e só depois atualize o sistema. Se não fizer isso, a nota poderá ser rejeitada por código inválido. Caso isso ocorra, precisará excluir a nota e refazê-la para que o GFIL utilize o novo código de PIX definido pela SEZ nessa NT acima mencionada.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  12. Nas tela de cadastro de clientes, fornecedores e produtos, agora tem um edit pelo qual você pode fazer um filtro da listagem. Pode ser filtrado pelo nome/descrição e /ou código. No texto de pesquisa, utilize os prefixos asterisco para nome/descrição e barra para código.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  13. No módulo de NFe foi incluída a aba "ISSQN" para se informar dados de impostos de serviços. A NT 2019.001 exige que, a partir de 01/07/2024, NFes com CFOP de serviço enviem também esses dados. Informe-se melhor com sua assessoria fiscal.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  14. Ao iniciar uma NFCe com valores a destacar nas abas de PIS e COFINS, o GFIL não estava deduzindo da base de cálculo o valor do ICMS, ainda que nos parâmetros estivesse configurado para deduzir. Isso foi corrigido.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  15. No módulo de venda balcão, agora quando se utilizar o F8 para selecionar produtos, será possível selecionar 2 ou mais produtos, numa mesma ida à tela de pesquisa.
    Obs.: implementação em testes;

  16. Na emissão de NFCe foi incluído o tipo de atendimento "4 - Entrega a Domicílio" e também o campo para se indicar uma transportadora. Este último é obrigatório quando for indicado o atendimento tipo 4. Você deve cadastrar uma transportadora para que possa indicá-la nesse campo. Informe-se melhor com sua assessoria fiscal, mas, normalmente, a responsabilidade do transporte é a prórpia empresa.
    Obs. nos parâmetros fiscais, foi incluído o campo para você indicar o tipo de atendimento padrão e tansportadora padrão. Se você informar esses campos lá nos parâmetros, sempre que iniciar uma NFCe, o GFIL já alimentará a NFCe com eles.
    Obs.: implementação já presente na versão GFIL disponível no site;

  17. No módulo de venda balcão foram incluídos os menus "Opções -> Salvar Venda Atual e Iniciar Nova" e "Opções -> Recuperar Venda Pausada". Isso vai permitir que você não perca o trabalho de inclusão dos itens de uma venda em andamento, mas que não pode ser concluída naquele momento.
    Obs.: implementação em testes;


Versão 10.17.8 - 20/04/2024

  1. A partir de agora, para os boletos Sicoob, não será mais necessário (e nem possível) o envio de arquivo remessa. O envio será feito via API, ou seja, on line, e no momento da emissão.
    Para utilizar o novo modelo você deve acessar o novo menu "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> 756 - Sicoob - On Line", da tela principal.
    Atenção: a emissão no modelo antigo (arquivo remessa) não estará mais disponível. O módulo antigo (menu "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> Outros Bancos") ainda vai ficar disponível, mas apenas para visualização e reimpressão. Novos boletos deverão, obrigatoriamente ser emitidos por esta nova opção.
    Atenção 2: existem procedimentos/configurações que precisam ser feitos no sistema do seu banco. Não deixe de analisar o tópico 195 do manual de ajuda GFIL;

  2. O banco Inter tem uma nova versão (v3) da API de emissão de boletos. Incorporamos as mudanças dessa nova API no GFIL. Visualmente você não verá muitas mudanças no GFIL. Mas, em teoria, a versão nova da API é para ser mais segura e mais rápida. Lembrando sempre que a API é um sistema do banco.
    O acesso a emissão dos boletos pela nova API será agora pelo novo menu "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> 077 - Inter - On Line" da tela principal do GFIL.
    O registro das credenciais (clientID e SecretId) que antes era feito na tela de emissão de boletos, agora deverá ser feito no módulo de cadastro de contas bancárias, menu "Diversos -> Inter - Registrar Credenciais (ClientID e SecretID)";

  3. Na tela de ajustes de dados de movimentos (menu "Opções -> Corrigir Dados de Notas e CFOPs de Entradas") para geração do SPED Fiscal, agora também será possível editar a origem da mercadoria dos itens de movimentos de entradas (módulos de compras e outras entradas). Esse ajuste só será necessário se, no período do SPED, houver notas cujos produtos tenham origem diferente de "0-Nacional".
    Esse dado (origem da mercadoria) passa a ser informado no arquivo Sped na tag CST_ICMS juntando os valores dos campos origem e situação tributária, conforme preconiza o manual EFD, registros C170 e C190;

  4. Melhorado o layout de listagem dos CESTs vinculados a um NCM, que você pode consultar pela tela de cadastro de produtos.
    Outra novidade é que agora, quando não houver uma correspondência exata do NCM (dos 8 dígitos) do NCM consultado, o GFIL listará também os CESTs vinculados ao capítulo do NCM. Exemplo: se o NCM 84439933 não tiver uma correspondência exata vinculada a esse NCM, a pesquisa trará os CESTs vinculados ao NCM parcial (capítulo), como, por exemplo, os CESTs vinculados ao capítulo/sub título (84439) desse NCM;

  5. No módulo de outras entradas foi incluída opção para se capturar do XML da nota, os itens e outros dados da entrada/nota. Idêntico à opção que já havia no módulo de compras;

  6. No registro de entrada de produtos através do módulo "Outras Entradas", o sistema não estava considerando o fator de conversão do produto para lançamento no estoque. Corrigido;

  7. Nos módulos de cadastros (clientes, fornecedores, filiais, etc.), os campos cidade e UF não mais serão editáveis. O sistema buscará diretamente da tabela de cidades conforme o código do IBGE que for informado.
    Essa mudança é importante para que se evite cadastros com grafias diferentes para a mesma cidade. Isso também será útil na filtragem de relatórios de vendas (e outros) por cidade;

  8. Na emissão de NFe, quando o CST for 51 e houver ICMS diferido na operação, a partir de agora, assim que você digitar o percentual do diferimento, o GFIL fará o cálculo automaticamente e alimentará os campos do valor do ICMS diferido, o valor do ICMS da operação e o valor do ICMS;

  9. Implementada a opção para recebimento de PIX dinâmico (código 18) para a Sicredi.
    Não deixe de analisar o tópico 195 do manual GFIL;

  10. A partir de agora, para os boletos Sicredi, não será mais necessário (e nem possível) o envio de arquivo remessa. O envio será feito via API, ou seja, on line, e no momento da emissão.
    Para utilizar o novo modelo você deve acessar o novo menu "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> 748 - Sicredi - On Line", da tela principal.
    Atenção: a emissão no modelo antigo (arquivo remessa) não estará mais disponível. O módulo antigo (menu "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> Outros Bancos") ainda vai ficar disponível, mas apenas para visualização e reimpressão. Novos boletos deverão, obrigatoriamente ser emitidos por esta nova opção.
    Atenção 2: existem procedimentos/configurações que precisam ser feitos no sistema do seu banco. Não deixe de analisar o tópico 195 do manual de ajuda GFIL;

  11. Pagamentos de boletos de contas a pagar diretamente pelo GFIL está de volta.
    Mais detalhes analise o tópico 191 do manual de ajuda GFIL;

  12. No módulo de orçamentos, os campos validade e prazo de execução/entrega, agora serão do tipo data.
    Essa mudança, além de ser um dado mais assertivo quando o orçamento é impresso para o cliente, vai permitir gerar relatórios de orçamentos pendentes com opções de filtragem por esses 2 campos.
    Atenção: na migração de versão, o sistema precisará alimentar esses 2 novos campos com uma data, nos orçamentos eventualmente pendentes. Para essa alimentação, o sistema utilizará a data do dia da atualização. Portanto, todos os orçamentos ficarão "vencidos" no que se refere a essas datas. Se for necessário você deverá alterar esse dado;

  13. Na tela de cadastro de grupos de tributação, foi feito um ajuste no layout da disposição dos campos, separando-os por grupos (abas). Essa tela estava um pouco poluída visualmente. Acreditamos que agora fica um visual melhor e mais fácil de configurar cada grupo sempre que necessário;

  14. O tópico 71 do manual de ajuda prevê a opção de se alterar (no GFIL) o código aleatório de um documento fiscal, em determinadas situações. Porém, no módulo de MDFe o sistema não apresentava essa opção. Isso foi corrigido;

  15. No módulo de ordem de produção, agora será possível registrar ocorrências vinculadas a uma OP, assim como já é na locação e outros movimentos;

  16. Ao se iniciar uma NFe ou NFCe com produtos monofásicos e cujo CST for igual a 61, e CFOP = 5656 ou 6656, o GFIL vai alimentar automaticamente os campos ("Qtde Trib. Ret. Ant.", "Alíquota Ad Rem" e "Valor ICMS Ret. Ant.") de monofásicos. Para que isso ocorra, você deve alimentar os novos campos do grupo "Combustível / Gás", no cadastro de produtos;

  17. Disponibilizado um novo aplicativo: é o "Servidor Busca Preços GFIL".
    Analise o tópico 24 do manual de ajuda GFIL;

  18. Visando evitar transtornos de boletos registrados junto aos bancos e que não são mais passíveis de cancelamento no sistema após uma venda ter sido cancelada, a partir desta versão, o GFIL não mais permitirá cancelar uma venda que tenha boletos vinculados pendentes.
    Com o cancelamento da venda, as contas a receber são excluídas e, caso exista um boleto vinculado a essa conta, você não conseguiria mais cancelar esse boleto pelo GFIL, o que geraria transtornos, principalmente no caso de emissões on line (API).
    Nesses casos, antes de cancelar a venda será necessário cancelar os boletos no GFIL, ou pela tela de emissão de boletos, ou pela tela de lançamentos de contas a receber;


Versão 10.17.7 - 09/02/2024

  1. Criado o "Relatórios -> Nota Eletrônica - Modelo 55 -> Agrupadas por Transportadora/Veículo";

  2. No cadastro de filiais, na inclusão de uma nova empresa, agora será possível importar os grupos de tributação da empresa logada para a nova empresa. O sistema também alimentará os produtos da nova empresa com os mesmos grupos da filial que estiver logada no momento da inclusão da nova filial;

  3. No GFILMob, agora será possível cadastrar a foto do cliente buscando-a na galeria ou pela camera;

  4. O "Relatórios -> Produtos Movimentações -> Produtos Sem movimentação" foi melhorado com a inclusão da opção de filtragem por tipo de movimento. Dessa forma você conseguirá, por este relatório, saber quais produtos não tiveram movimentações de vendas, compras, ..., por exemplo em X dias para trás. O relatório também passa a trazer a data da última movimentação do produto e a quantidade de dias que se passaram desde essa última movimentação dele;

  5. No módulo de cadastro de operadoras de cartões de créditos, foi feita uma grande "repaginação", que envolve tanto o layout, como os dados registrados nessa tabela, o que obviamente, terá reflexos depois quando você gravar vendas e o sistema lançar as parcelas a receber da operadora. Se sua empresa tem vendas via cartão, é importantíssimo estudar bem essas mudanças para evitar transtornos com lançamentos das contas a receber de operadoras, os quais poderão ser feitos errados pelo sistema se você não fizer a correta configuração das informações no cadastro de operadoras e também das bandeiras vinculadas.
    O objetivo das mudanças sendo feitas nesta versão, é justamente descomplicar e facilitar o entendimento e uso dessa opção do sistema.
    Abaixo listamos algumas das mudanças feitas. Mas é imprescindível que você analise de forma completa e atenta o tópico 102 do manual de ajuda do GFIL, o qual foi todo redacionado.
    - Não haverá mais taxas da operadora. Apenas as taxas de cada bandeira vinculada à operadora. A aba principal do módulo de cadastro, agora terá tão somente os dados cadastrais da operadora;
    - Para informar as taxas e prazos de recebimento das parcelas, clique no botão "Taxas de Administração";
    - Na tela das taxas você informará o prazo que cada bandeira demora para pagar os recebimentos e também se ela considera somente dias úteis nesse prazo;
    - Ainda na tela das taxas, agora teremos a opção para informar taxas diferenciadas por bandeira e por número de parcelas que uma venda terá. Você pode, por exemplo, indicar uma taxa para vendas em 2 parcelas e outra taxa para uma venda em 3X, outra para 4X, ...e assim por diante;
    - Nessa informação das taxas por operadora/bandeira/quantidade de parcelas, a quantidade de parcelas igual a 0 (zero), indica que essa é a taxa cobrada pela operadora nos recebimento à vista (sem parcelamento). No processo de migração (versão anterior para a atual), o sistema já trará um registro de taxas com quantidade de parcelas igual a 0. Os percentuais para esse registro serão os percentuais que você já tinha informado para essa bandeira no recebimento à vista;
    - Atenção: logo após efetuar esta atualização, você precisará atualizar o cadastro das suas operadoras e informar as taxas para vendas em 2X, 3x, ... Caso isso não seja feito, quando houver uma venda parcelada no cartão, o sistema utilizará os percentuais informados para a vendas à vista, ou seja, as taxas do registro de quantidade de parcelas igual a 0;

  6. Seguindo nota técnica de notas fiscais, agora o GFIL permitirá que seja informado um CST (61) mesmo quando a empresa estiver enquadrada no simples nacional. Em tese, só poderia ser informado um código CSOSN. Mas, como a norma agora permite e, em alguns casos, é até exigido o CST 61, o GFIL passa a permitir, tanto NFe, como NFCe.
    Também foram inseridos 3 novos campos numa nova aba "Monofásicos". Em alguns casos, esses campos devem ser completados. Informe-se junto a assessoria fiscal de sua empresa como e se esses novos campos e CST devem ser informados em suas notas eletrônicas;

  7. Boletos do banco Inter agora serão gerados com qrCode, para recebimento via PIX.
    Nos boletos desse banco, agora também será possível conceder um percentual de desconto por antecipação;

  8. Para quem usa a opção de controle de caixa multi operador, agora a definição desse controle não será mais pelo módulo de parâmetros gerais.
    No cadastro de operadores, agora você define se aquele operador terá um saldo de caixa ou não, ou seja, o controle será individualmente, por operador. No cadastro de operadores, marque a opção "É Operador Caixa".
    Obs.: assim como já era antes, essa opção nova refere-se tão somente em relação ao saldo do livro caixa. Nada impede que um operador não sendo caixa consiga fazer lançamentos financeiros (livro caixa, vendas, etc);

  9. No boleto Asaas agora é possível aplicar um desconto por antecipação do pagamento;

  10. O módulo de transferências de saldos de caixa entre operadores foi repaginado com melhoria no layout e incluída opção para se transferir - de uma só vez - o saldo de todos o caixa para o caixa principal;

  11. No MDFe foi incluído o menu "MDFe -> Encerramento (encerra MDFe Selecionado) -> Encerrado Pela SEFAZ". Analise o tópico 130 do manual de ajuda onde está detalhado quando e como utilizar esse novo menu;

  12. A Receita Federal não permite mais que se faça consultas de CNPJ através de sistemas. Por isso, a opção de consulta CNPJ diretamente no site da Receita não estará mais disponível no GFIL.
    Por outro lado, melhoramos ainda mais a tela de consulta desses dados (disponível no menu "Utilidades" da tela principal e no menu "Opções" das telas de cadastro de clientes e fornecedores). Agora, além da API do receitaws, temos também a opção Brasil API. Utilize qual melhor lhe convier. Mas não deixe de visitar o site do fornecedor da API para conhecer as condições de uso;

  13. Na tela de NFe, aba "ICMS Op. Interestaduais", os campos:
    - "Alíq. Interna UF Destinatário", tag pICMSUFDest;
    - "Alíq. Interestadual", tag pICMSInter; e
    - "% Provisório de Partilha", tag pICMSInterPart,
    agora serão alimentados automaticamente pelo sistema quando for iniciada uma nota 55 vinculada a uma venda que tenha sido para:
    - Cliente de outra UF;
    - Cliente do tipo consumidor final;
    - Cliente cujo indicador da IE seja igual a "9 - Não contribuinte".
    O GFIL importará o valor desses campos para a NFe buscando-os desses mesmos campos do grupo de tributação de cada produto;

  14. Que tal configurar o sistema para conceder um desconto ou acréscimo automático em uma venda, dependendo de qual for a forma de recebimento que for utilizada na venda?
    Agora é possível. Acesse o menu "Cadastros -> Formas de Recebimento" e configure o desconto ou acréscimo naquelas formas de recebimento que desejar.
    A forma padrão de recebimento agora não é mais definida na tela de recebimento e sim no cadastro dela.
    Maiores informações analise o tópico 192 do manual de ajuda;

  15. No recebimento TEF, código 19, agora o sistema vai permitir informar quantidade de parcelas maior que 1, ou seja, poder-se-á efetuar parcelamentos no cartão de débito. Consulte sua operadora se ela oferece essa opção;

  16. Nos módulos de compra de produtos, compra de matérias-primas e outras entradas, agora há um novo campo: "Data da entrada". Esse campo é necessário para que seja depois informado também no SPED. O título do campo que era "Data", agora muda para "Data Compra/Nota". Como o próprio título já diz, esse campo você informará a data da nota fiscal, a qual servirá de base para geração de contas a pagar, livro caixa, etc. Já no novo campo "Data da entrada", você registrá a data da efetiva chegada da mercadoria em sua empresa;

  17. Quer guardar contratos, termos de assinatura, imagens ou outros documentos no seu sistema GFIL? Agora é possível. PDFs, JPGs, etc..
    Maiores informações analise o tópico 193 do manual de ajuda;

  18. O nome dos arquivos de certificados que GFIL busca na pasta \Boletos para geração de PIX Sicoob, agora deverão estar no novo padrão "SicoobCertificado_" + código da filial + "_" + CNPJ/CPF + extensão do arquivo. Exemplo: SicoobCertificado_1_13933229000115.key e SicoobCertificado_1_13933229000115.pem.
    Idem para os arquivos de certificado do banco Inter.
    Obs.: se você já tem os arquivos gerados, basta mudar o nome para o padrão acima descrito;


Versão 10.17.6 - 14/10/2023

  1. Agora você pode pagar seus boletos (contas a pagar) diretamente do GFIL, com débito na sua conta Pense Bank.
    O sistema fará o processo todo, desde o pagamento do boleto junto ao banco do credor, até a baixa da conta a pagar no seu GFIL. Tudo com apenas 3 cliques e numa única tela.
    A nova opção está disponível na aba "Contas a Pagar" do módulo Pense Bank do GFIL.
    Por enquanto só será possível efetuar o pagamento com a linha digitável. Em futuro breve, também será implementada opção para pagamento via qrCode;

  2. Implementada opção para recebimento (vendas, comandas, OS e locações) por PIX dinâmico através do banco Inter e cooperativa Sicoob. Você utilizará o código 18 já existente no sistema.
    Não deixe de analisar de forma completa o tópico 47 do manual de ajuda, onde você encontrará orientações ou chame seu suporte técnico;

  3. No módulo de registro de adiantamentos recebidos de clientes, agora os recebimentos poderão ser feitos com as mesmas opções do baixa de contas a receber;

  4. Corrigido erro que ocorria no gerenciador de backup quando a porta do Firebird estivesse configurada para uma diferente da padrão (3050);

  5. De acordo com a NT 2023.001, 4 novos CSTs (códigos de situação tributária) foram criadas. Os código são: 02, 15, 53 e 61. Esses CSTs são destinados aos chamados produtos monofásicos. OS códigos já podem ser utilizados, mas, a partir de 04/09/2023, seu uso torna-se obrigatório nos produtos monofásicos. Converse com sua assessoria fiscal para ver seu sua empresa tem produtos assim;

  6. Mudança da versão do CTe. De 3.0 para 4.0. Para ver o que muda nesse novo CTe, analise a nota técnica 2023.001, versão 1.01;

  7. No cadastro de clientes foi incluído o menu "Imprimir -> Termo". Servirá para impressão de um documento para o cliente assinar. O conteúdo desse documento você que produzirá criando o arquivo \\GFIL\Outros\TermoCliente.txt. Analise o tópico número 12 do manual GFIL onde fala sobre esse novo menu. Tem mais informações importantes lá;

  8. Na tela de venda normal, agora o sistema vai mostrar o número do documento fiscal (NFe, NFCe ou SAT) vinculado àquela venda;

  9. Nas telas de pesquisa de cadastros (clientes, produtos e fornecedores), a partir de agora a opção "Parte do nome/descrição" fará a pesquisa mais ou menos parecido com o Google. Explicando em exemplos:
    - Digitando Sistema GFIL, serão listados os cadastros com que tenham esses 2 termos. Ex.:o cadastro cujo nome seja Um GFIL Bom Sistema, será listado. Ou seja, existindo ambos os termos (Sistema e GFIL) no nome, o cadastro será listado, independentemente da ordem que eles estão informados;
    - Digitando "Sistema GFIL, será listado apenas aqueles cadastros que tenham os 2 termos na mesma ordem que foram digitados.
    Obs.: note que neste segundo exemplo, há um abre aspas duplas na expressão. Essa aspa fará com que a pesquisa seja literal da expressão toda digitada;

  10. Criado o "Relatórios -> Contas - A Receber -> Agrupadas por Banco/Boleto";

  11. Na emissão de boletos do banco Inter, o GFIL permitia que se digitasse o número da conta sem que ela estivesse necessariamente cadastrada no módulo de contas bancárias. Se, nessa tela, fosse informada uma conta que não tivesse cadastro, depois, ao fazer a baixa do boleto pelo módulo de baixa de boletos do GFIL, o lançamento bancário ficaria "órfão" (sem conta bancária vinculada) e não apareceria nos lançamento bancários. Corrigido;

  12. No cadastro de produtos, o menu "Opções -> Alterar Dados de Vários Produtos com Base no Produto Selecionado", muda para "Opções -> Alterar Dados em Massa". A tela a ser acessada por esse menu foi toda remodelada e com novas opções. Agora, alguns campos poderão ser zerados ou alterados para ficarem em branco. É importante salientar que alterações feitas nessa tela podem afetar TODOS os seus produtos e NÃO poderão ser revertidas. Então, antes de qualquer alteração, faça um backup para evitar "acidentes" e perda de dados;


Versão 10.17.5 - 03/06/2023

  1. Nas NFes que gerem aproveitamento de crédito de ICMS (CSOSN 101, 201 ou 900), a informação adicional "PERMITE O APROVEITAMENTO DO CRÉDITO DE ICMS NO VALOR DE R$..." é obrigatória. Até agora você tinha que informar manualmente esse texto no campo das informações adicionais do Fisco. A partir desta versão, o GFIL fará a inclusão automaticamente;

  2. SPED passa a gerar também o registro 0220, quando for o caso. Esse registro é necessário para aqueles casos onde uma entrada de mercadoria é registrada com unidade diferente da unidade de venda/estoque.
    Atenção: nesse registro também é informado o fator de conversão registrado lá no cadastro do produto. Por isso, caso você tenha uma mesma unidade de compra em vários produtos e cada qual com fator de conversão diferente, é preciso cadastrar (no cadastro de unidades de comercialização) um código de unidade diferente para cada fator de conversão diferente daquela unidade, pois o SPED só aceita um registro de cada código de unidade;

  3. Alguns relatórios agora terão opção para geração do arquivo .txt e/ou planilha OpenOffice. Veja mais detalhes no tópico 13 do manual de ajuda;

  4. Nas telas de recebimentos (de vendas, comandas, etc.) passa a ser possível registrar 2 ou mais recebimentos do mesmo grupo. Exemplo: 1 PIX e 1 depósito bancário; 1 transferência bancária e 1 voucher TEF;

  5. No módulo de baixa de contas a receber, agora será possível utilizar saldo em adiantamento do cliente para baixar as contas;

  6. Inclusão do banco Cresol, carteira 09, no módulo de emissão de boletos;

  7. Corrigido erro que permitia geração do arquivo de SPED havendo entradas de mercadorias (módulos compras de produtos, compras de matérias-primas e módulo outras entradas) sem a informação do número da nota fiscal.
    Caso você tenha registrado algum movimento desses e esqueceu de informar o número da nota no momento de gravar, ainda será possível informar esse dado através do menu "Opções" da tela de geração do SPED Fiscal.
    É importante salientar que, conforme determina a legislação fiscal, toda movimentação de mercadoria precisa obrigatoriamente ter uma nota fiscal vinculada;

  8. Ainda no módulo de SPED Fiscal, o sistema foi ajustado para informar no arquivo gerado, todos os recebimentos feitos por meios eletrônicos, ou seja, que o valor tenha sido creditado em uma conta bancária. Inicialmente, entendeu-se que apenas os recebimentos por cartão e PIX deveriam ser incluídos no novo registro 1601, e isso foi implementado ainda na versão 10.17.4 (item 1). Mas tudo que gerar crédito bancário deve ser informado nesse registro 1601, o que, além do códigos de recebimentos 2, 3, 15, 16 e 18, abrange também os códigos 8, 14; os recebimentos por cartão e/ou crédito bancário, via baixa manual de contas a receber; e baixa de contas a receber por boletos, pois o crédito dos boletos passará obrigatoriamente pelo banco;

  9. Um grande facilitador no processo de atualização para quem usa o sistema na conexão multi bancos. O FormataBD.exe, aquele programa que é acionado automaticamente sempre após o processo de atualização para reestruturar o banco de dados, ele agora vai permitir que você reestruture todos os bancos de dados de uma única vez, sem ter que mudar o ID da conexão em cada banco.
    Lembrando sempre que, na utilização do sistema multibanco, é altamente recomendável ter assessoria de uma revenda GFIL;

  10. No boleto Asaas, em alguns casos, não estava gerando código de barras corretamente (apenas no carnê). Corrigido. Obs.: só corrige nos novos boletos emitidos;

  11. Estamos melhorando um pouco o layout e opções da tela de de pesquisa de movimentos (vendas, compras, orçamentos, ordens de serviço e outras);

  12. Ao estornar uma conta recebida da qual houve boleto já emitido, o sistema não estava retornando corretamente o código da carteira, quando esta tivesse o tamanho maior que 3 dígitos, o que é o caso, por exemplo, do Bancoob (carteira 1/01). A correção só terá efeito nos novos estornos. Contas já estornadas, se for o caso, cancele o boleto pelo módulo de lançamentos de contas a receber e depois gere o boleto novamente;

  13. Nos recebimentos via TEF PayGo, agora será possível escolher a adquirente no momento de iniciar a transação do pagamento. Isso é necessário porque tornou-se comum uma venda por cartão ser mais vantajosa ser passada no débito por uma operadora e, quando o pagamento for no cartão crédito, uma outra operadora estar com melhores taxas, naquele momento.
    Para viabilizar essa opção, foram feitas as seguintes modificações no GFIL:
    1) No módulo de parâmetros gerais, incluído o campo "Responsável Pela Definição da Adquirente". Setando esse campo com "1 - GFIL", lá na hora da venda, no momento de iniciar o recebimento via TEF, o operador deverá indicar por qual operadora (adquirente) aquele débito/crédito será transacionado; já se a opção for "2 - PayGo", nesse caso deverá ser definido, lá no painel da PayGo, que a escolha da operadora em cada operação TEF será feita pela PayGo, decidindo entre aquela que estiver com as melhores taxas no momento da realização da venda no GFIL;
    2) O campo da adquirente padrão foi excluído dos parâmetros gerais;
    3) No cadastro de operadoras de cartão foi incluído o campo "Nome oficial da adquirente". Complete esse dado no cadastro de todas as operadoras;
    4) No cadastro de operadoras de cartão foi incluído o campo "Padrão". Defina uma operadora como sendo a padrão para vendas;
    5) Nas telas de recebimento de vendas, comandas, OS, etc., nos pagamentos via cartão, agora o sistema vai mostrar o campo da operadora e você deverá indicar por qual operadora/adquirente será feito aquele recebimento. Se você indicou uma operadora padrão (item 2 acima), esse campo já virá preenchido. Isso só ocorrerá nas vendas por cartão SEM TEF ou quando a opção 1 do item 1 acima estiver habilitada;

  14. Na impressão de etiqueta, quando se fazia a impressão de um movimento específico e o layout da etiqueta era de 2 ou mais colunas, a etiqueta estava sendo impressa somente na primeira coluna de cada linha. Corrigido;

  15. No módulo de geração de arquivos remessa de cobrança bancária forma incluídos 2 novos campos para se informar a versão do layout do header e do lote. Alguns bancos têm versão diferente para cada cliente. Nesse caso, você deve verificar com o banco qual a versão correta do seu convênio e informar nesses campos;

  16. No módulo de atualização de alíquotas das tabelas IBPT, nas conexão do tipo "4 - Servidor Multi BD", agora será possível atualizar todos os bancos acessando-se esse módulo uma única vez, em qualquer ID;

  17. A tela de venda normal teve o layout reformulado, em especial nos campos que trazem os valores totais dos itens, impostos, acréscimos, ...
    Também foi incluído campo para se informar o valor do FCP ST, quando for o caso, para que este seja computado no total da venda e, por conseguinte, faça parte dos recebimentos da venda;

  18. Novo código de recebimento. É código "19 - Parcelado no Cartão Débito". Há operadoras que permitem vendas parceladas, mesmo no débito. Opção implementada apenas para a modalidade pré-datado, ou seja, para pagamento apenas 1 parcela. Para 2 ou mais parcelas será implementado em oportunidade futura;

  19. No módulo Pense Bank foram modificadas um pouco as opções de consulta extrato. Agora será possível listar apenas os últimos lançamentos. Isso será bastante útil para quem tem muitos lançamentos em X período, mas precisa ver apenas os últimos, o que traz ganhos em performance e também diminui custos de tráfego da API no Pense Bank.
    Lembrando que a política de fixação de valores das tarifas pelo Pense Bank é muito parecida com a política do GFIL, qual seja: todo custo que é reduzido, em algum momento, vai reverter em benefício para o usuário final, seja pela diminuição do valor de um serviço, seja pelo não aumento do preço de um serviço;

  20. Nos módulos de entradas de mercadorias (compras de produtos, compras de matérias-primas e outras entradas), a partir desta versão, quando você for registrar uma entrada cuja nota fiscal foi emitida de forma avulsa, através da SEFAZ do seu fornecedor, você deverá marcar a nova opção "Documento Fiscal Emitido em Regime Especial (NFe Avulsa)". Isso é necessário para que o sistema possa diferenciar depois na geração do SPED Fsical;

  21. Sistema ajustado para se poder informar a IEST na emissão de NFe. O sistema tinha esse campo no cadastro da filial. Porém, em análise mais detalhada, constatamos que essa informação da IEST não é um dado da empresa emitente da nota, no caso, o usuário GFIL, mas sim a IE da UF do destinatário da nota. A partir de agora, caso seja necessário informar uma IEST, isso deverá ser feito diretamente na tela de NFe;


Versão 10.17.4 - 09/03/2023

  1. SPED Fiscal passa a incluir recebimentos via PIX, conforme novas regras do SPED.
    Como no SPED é necessário informar o CNPJ, código do município e endereço do intermediador do PIX, caso sua empresa tenha recebimentos via PIX (código 15) no período, essas informações devem constar no cadastro da conta bancária que recebeu o crédito do PIX;

  2. No módulo de venda normal foi incluído um botão, através do qual será possível incluir informações adicionais em cada produto da venda. Essa informação será incluída na NFe e, caso esteja habilitado nos parâmetros de impressão do ticket, ela também será impressa no ticket de venda;

  3. Na tela de alteração manual de preços de custos, foi incluído o menu "Opções -> Alterar Preço Médio Igualando ao Preço de Custo".
    Esse dado (preço médio) é um dado não alterável e essa opção só deve ser utilizada se necessária, pois o preço médio é uma informação de resultado, a qual é calculada com base em uma fórmula sempre que você registra uma nova compra do produto. Essa fórmula leva em conta o estoque e preços anteriores e também a quantidade e custo da nova compra, o que vai gerar um preço médio de doto o estoque daquele produto. Porém, pode ocorrer de haver lançamentos errados de compras canceladas posteriormente ou ainda, um produto que foi incluído com informação errada do preço de custo, o que pode gerar esse desajuste no preço médio. Nessa situação, e somente nessa, utilize esse novo menu para ajustar essa informação;

  4. Módulo de baixa de contas de operadoras: a aba de ajuste de descontos está sendo eliminada e a opção para se alterar o valor do desconto ficará na mesma aba principal, onde foram inseridos 2 novos campos, justamente para se editar esse valor do desconto informando o desconto ou informando o valor líquido. Assim a tela ficará com visual mais leve e melhor compreensão. Também foi modificado o layout da informação dos valores totais das contas listadas e marcadas;

  5. Na emissão de boletos Pense Bank, agora você pode definir um percentual de desconto para pagamento antecipado. Para isso, complete os 2 novos campos dessa tela, percentual e número de dias de antecipação para o desconto;

  6. Opção para impressão boleto Pense Bank em impressora térmica (bobina).

  7. No módulo de comandas, tela de mapa de mesas, agora é possível abrir uma mesa digitando o código dela, sem necessidade do mouse. Acione essa opção com a tecla F2;


Versão 10.17.3 - 01/01/2023

  1. Atenção: se sua versão for inferior à 10.17.2, antes de atualizar para esta versão 10.17.3., efetue a atualização para a 10.17.2 seguindo os passos descritos (abaixo - 19/11/2022) para essa versão.
    A partir desta versão o GFIL, ao invés da versão de 30 dias ser versão de avaliação, passa a ser uma versão gratuita para 30 dias e sem limites de cadastros.
    Para utilização do sistema será necessário o registro da licença, desde o primeiro dia. Obs.: essa liberação inicial é sem custos;

  2. Foram feitas diversas pequenas correções e ajustes em relação à versão 10.17.2;

Versão 10.17.2 - 19/11/2022

  1. Muita atenção: Esta versão traz uma mudança muito importante. Além da mudança de versão do GFIL, também precisará ser feita a atualização da versão do gerenciador de banco de dados de Firebird 2.5 para Firebird 4.0. Esta atualização não pode ser feita através do botão que tem dentro do sistema. É preciso seguir as orientações do tutorial e vídeo de migração, abaixo detalhado.
    É altamente recomendável que você solicite o auxílio de uma de nossas revendas para esta atualização. Sim, é possível que você mesmo faça a atualização, assim como sempre foi nas centenas de atualizações que já foram disponibilizadas do GFIL ao longo dos anos. Contudo, esta atualização requer uma atenção e cuidados muito maiores e com conhecimento técnico. Por isso recomendamos uma revenda.

    Clique neste link -->  para acessar o tutorial de migração da versão 10.16 para 10.17

    Outras novidades da versão 10.17

    1. No módulo de NFe, agora o GFIL fará o cálculo automático do crédito de ICMS no grupo de campos "Simples Nacional". Esse cálculo será disparado assim que você informar a alíquota aplicável.
      No menu popup do grid dos itens dessa mesma tela, agora tem o novo item -> "Alterar Um Dado de Todos os Itens da Nota -> ICMS -> Simples Nacional - Aliq. Créd. ICMS".
      Com essa mudança, você poderá tanto alterar a alíquota e, por conseguinte, o cálculo automático, de um único item, como de todos os itens de uma só vez. Para a alteração em massa, é preciso que todos os itens da nota tenham a mesma situação tributária.
      Obs.: a base de cálculo que o sistema utilizará para esse cálculo, a fórmula é: (Subtotal + acréscimo - desconto x aliquota / 100);

    2. No módulo de backup (manual) do sistema, foi retirada a opção de "subir" o arquivo de backup via FTP. Justifica-se essa exclusão porque a transferência por FTP já não é mais usada em situações como é o caso do backup GFIL. Existem tecnologias/opções muito mais práticas, simples e com menores custos e até gratuitas como, por exemplo, sincronização com Google Drive.
      Nessa tela também foi criada uma opção para se fazer o salvamento do arquivo de backup no servidor, mesmo se fazendo o backup por uma estação de rede. Até agora, se você acessasse essa tela logado em uma estação, o arquivo necessariamente seria salvo numa pasta local daquela máquina. Com essa nova opção, a qual inclusive recomendamos utilizar de agora em diante, além de salvar o arquivo lá no servidor com muito maior rapidez, o GFIL fará uma análise do backup gerado para detectar qualquer irregularidade na estrutura dos dados diminuindo assim, possibilidades de surpresa negativa quando se fizer necessária uma restaturação.
      No gerenciador de backup automático também foram feitas essas mesmas mudanças e também aumentou-se a quantidade de horários para agendamento. Agora será possível agendar de meia em meia hora. Mas atenção, por causa dessa mudança fará com que seus agendamentos atuais não fiquem nos mesmos horários. Você deve acessar o gerenciador e backup e reconfigurar os agendamentos conforme desejar;

    3. Detectado e corrigido erro na venda (balcão e normal). Quando grava-se uma venda numa filial e, em outra filial (no mesmo banco de dados), houvesse uma venda com número superior, a venda sendo gravada "pulava" um número.
      Afetava apenas usuários que tenham mais de 1 filial controlada no sistema. Ocorria quando se gravava uma venda numa filial e, em outra filial, houvesse uma venda com número superior já gravada. Aí a venda sendo gravada pulava um número;

    4. O campo código do cadastro de mesas, agora comportará até 20 caracteres. Entre outras facilitações que esta melhoria proporcionará é a possibilidade de você utilizar o controle de mesas por comandas com código de barras e/ou qrCode.
      No GFILMob já era possível abrir uma mesa através da leitura ou do código de barras/qrCode via câmera do celular. Essa opção também foi agora melhorada no mobile. Você poderá abrir uma mesa por essa opção, como pesquisar uma mesa já aberta para inclusão de novos itens. E mais, pode fazer essa busca pela câmera do celular ou apenas digitando o código da mesa;

    5. No cadastro de produtos, ao lado do campo GTIN (código de barras), agora há um botão, o qual possibilitará efetuar uma consulta no cadastro GS1 para conferir o código de barras. A consulta também trará o nome, NCM e CEST do produto;

    6. No módulo de CTe foi implementada uma opção para se enviar evento de desacordo da operação de transporte. Essa opção está disponível no menu "Outras opçoes -> Enviar Evento de Desacordo". Converse com sua assessoria fiscal para obter maiores orientações sobre quando você pode (ou deve) enviar esse evento. Nossas revendas também estão preparadas para lhe auxiliar, caso seja necessário.

    7. GFILMob versão 4.0, com diversas melhorias, destacam-se:
      1) Novo layout, mais moderno, dinâmico e padronizado em todas as telas;
      2) Opção para se escolher a tabela de preços de venda nos módulos vendas, consulta de preços e orçamentos;

    8. Na tela de NFe avulsa, agora é possível iniciar uma nota complementar com quantidade igual a 0 e valor do produto superior a zero ou o inverso, ou seja, quantidade maior que 0 e valor igual a 0. Essa situação ocorre quando da emissão de uma nota complementar em que um desses 2 campos foi informado a menor na nota original. Para maiores informações sobre NFe complementar, contacte sua assessoria fiscal;

    9. Na tela de login, na conexão "4 - Servidor multi banco", agora o sistema vai trazer a listagem dos IDs (pastas) que estão sob a pasta \Dados. Com essa mudança, quando você desejar conectar-se a um ID diferente daquele que conectou por último, não será mais necessário acessar a opção "Mudar Conexão". Bastará selecionar o novo ID.
      Já nas conexões multi BD estação (tipos 5, 6 e 7), o sistema também vai trazer a mesma combobox na aba principal da tela de login, mas a listagem que vai aparecer nessa combobox é a listagem das últimos IDs acessados. Portanto, se houver uma ID que não está nessa lista, você deverá acessar a opção para mudar a conexão é lá adicionar uma ID pelo botão com imagem de + (sinal de mais);

    10. No módulo de produto específico (medicamentos) da NFe foram incluídos e excluídos campos, conforme preconiza NT da SEFAZ para notas de medicamentos;

    11. No módulo de NFe, aba "Outros dados do Item" foi incluído um botão "Rastreabilidade". Ele abrirá uma tela para se informar dados de rastreabilidade do produto. Qual produto precisa dessa informação? Busque orientação com sua assessoria fiscal.
      Veja mais orientações no tópico 58 do manual de ajuda;

    12. Algumas operações, como, por exemplo, a atualização da tabela IBPT, quando o tipo da conexão for "Estação Web", agora poderão ser executadas através de acesso via GFILServer. Isso permitirá que o processo seja executado de forma bem mais rápida. Quando a operação for passível de execução por essa nova forma, aparecerá um checkBox na tela.
      Veja mais detalhes no tópico 145 do manual de ajuda;

    13. Na tela de venda normal, quando se tinha mais de uma filial no mesmo banco de dados, em alguns casos, o sistema não estava mostrando corretamente o nome do vendedor quando se fazia a seleção de uma venda pelo F9;

    14. No módulo de NFe foi incluído um novo campo: "Tipo da operação (idDest)", aba "Dados da nota". Essa informação já fazia parte das notas, mas o GFIL alimentava ela automaticamente conforme o CFOP indicado nos itens.
      Agora você poderá mudar o tipo da operação para externa, mesmo que o CFOP do item seja interno, e vice-versa. Essa opção é necessário porque há situações onde a UF do destinatário da nota é diferente da UF do emitente, o que, em tese exigiria que a operação fosse externa. Mas há casos em que, apesar de que a UF do destinatário é diferente, o consumo do produto é local e, portanto, nesse caso, a operação será interna.
      Não deixe de consultar sempre sua assessoria fiscal para orientações de quando deve ser utilizada essa "inversão" de operação em relação ao CFOP.
      Com a alteração, agora o GFIL vai permitir listar/selecionar o CFOP "invertido", ou seja, o destinatário é de outra UF, mas a operação interna, os CFOPs listados serão iniciados com 5, e vice-versa;

Versão 10.16.12 - 29/08/2022

  1. Na venda balcão, se você iniciava a gravação, ou seja, acessava a tela de recebimentos e, sem fechar a venda, voltasse para tela principal para incluir mais itens ou por outro motivo e, em seguida, finalizasse essa venda, o sistema estava pulando um número sequencial;

  2. Gravou uma venda para cliente balcão, ou seja, consumidor não identificado, mas o que você queria mesmo era ter indicado um cliente que já estava cadastrado no GFIL? Agora não precisa mais cancelar e refazer a venda. Você poderá mudar o cliente balcão de uma venda para um cliente com cadastro e com CPF ou CNPJ, pelo novo menu "Opções -> Mudar Venda Para Consumidor Identificado", na tela de venda normal.
    Atenção: pretende usar esta nova opção? Não deixe de analisar o tópico 27 do manual de ajuda, em especial na parte onde é explicado sobre os itens do menu "Opções". Há algumas condições para poder usar esta nova opção;

  3. Na impressão de etiquetas de produtos foram incluídas duas novas opções: no campo do tipo texto livre, agora você poderá colocar duas variáveis: #INFADIC -> ao imprimir a etiqueta, o GFIL substituirá esse literal pelo valor do novo campo disponível na aba de impressão desse módulo; e #SEQ -> será substituído por um número sequencial de cada etiqueta.
    Outra melhoria: na lista de "Campos do BD", foram incluídos novos campos;

  4. No módulo de comandas do GFILMob, agora será possível inserir quantidades com decimais, desde que o GFIL esteja configurado para aceitar valores com decimais;

  5. No módulo de comandas, no tipo "Delivery", agora será possível registrar o entregador (motoboy) que fará a entrega.
    Esse entregador deverá estar cadastrado como uma transportadora, no módulo de cadastro de transportadoras.
    O entregador será solicitado no momento de abrir a comanda. Mas poderá ser alterado posteriormente pelo menu popup do grid de listagem das comandas abertas.
    Para que o sistema solicite o entregador no momento de iniciar a comanda, habilite a opção "Delivery exige entregador" pelo no menu "Outros -> Personalizações do Mapa de Mesas e Outras".
    Na tela de comandas fechadas será possível filtrar as comandas de um determinado entregador;

  6. Na venda balcão, se o item fosse lançado mais de uma vez e a soma da quantidade sendo vendida era superior ao saldo em estoque, o sistema estava permitindo vender, mesmo que a opção para não permitir a venda sem estoque estivesse habilitada nos parâmetros gerais da empresa. Isso foi corrigido;

  7. A porta de conexão do GFILServer (usado para conexão pelo GFILMob) agora poderá ser customizada, ou seja, você poderá definir uma porta de sua escolha, não ficando mais engessado na 8050. Basta restaurar a aplicação do GFILServer pelo ícone tray e alterar a porta.
    Lembrando que a porta padrão (3050) do Firebird (para conexões via estação (local e/ou web)) já era possível alterar. Veja como alterar essa porta do Firebird no tópico 182 (último parágrafo) do manual do GFIL;

  8. Na tela de consulta customizada de dados, agora será possível gravar SQL para utilização futura. Com isso, quem utiliza um mesmo select com frequência não precisa mais digitá-lo cada vez;

  9. Na opção de geração de carga para balança - módulo de criação de tabelas de preços de venda -, agora será possível gerar também para produtos cuja unidade de venda é unidade. Até agora o sistema só listava os produtos que tinham unidade quilo ou grama;

  10. Nos módulos de lançamentos no livro caixa e bancários agora será possível vincular um cliente ou um fornecedor ao lançamento. Nos lançamentos feitos automaticamente pelo sistema (vendas, compras, baixas de contas, etc.), o sistema alimentará esse dado automaticamente.
    Os relatórios de lançamentos analíticos de caixa e bancos e também o consolidado caixa/bancos, vão trazer opção para listar apenas lançamentos que tenham tido um cliente ou fornecedor vinculado. Esses relatórios também poderão ser filtrados por apenas entradas ou saídas;

  11. Implementado a geração de boletos da carteira 1, do banco Safra;

  12. Na tela de ordem de produção foi incluído o menu "Imprimir -> Ordem de Produção - Valores";

  13. Na tela de atualização manual de preços de venda foi incluído o menu "Opções -> Atualizar Tabela Selecionada Importando Preços de Outra Tabela". Esta opção, na prática, vai permitir que você duplique uma tabela de preços de venda, podendo inclusive utilizar como base uma tabela de outra filial. Para utilizar a nova opção, basta você primeiro criar (no módulo de criação de tabelas) a tabela que receberá os dados e depois acionar esse novo menu.
    Sempre importante lembrar que alterações assim, ou seja, alterações de dados em massa, devem ter um cuidado adicional e ser executado somente por operador que saiba exatamente o que está fazendo, já que a operação afetará todos os preços de uma tabela. Na dúvida, solicite um suporte remoto para que uma revenda lhe acompanhe no passo a passo.
    No módulo de atualização de preços de custo, também foi incluído essa mesma opção. Por motivos óbvios, nessa tela, não será possível importar os preços da própria filial;

  14. Nova versão (3.9.7) do GFILMob. Correção do erro detectado quando se incluía um item de produto (peça) na ordem de serviço. Gerava problemas nos estoques de outros itens;

  15. O sistema passa a permitir excluir uma tabela de preços de venda, mesmo que ela tenha sido vinculada a uma venda, comanda, ordem de serviço, etc. Tendo em vista que esse módulo de tabelas de preços é bastante dinâmico, onde são incluídas inúmeras tabelas, em especial por aqueles usuários que utilizam a atualização automática de preços, ao longo do tempo, acabam ficando muitos registros desnecessários gravados no sistema. Ainda que se inative uma tabela que não é mais usada. A possibilidade de se excluir registros não mais usados, vai permitir deixar essa lista menor. Até porque, essa informação de qual tabela de preços foi usada em uma venda, após a venda ter sido finalizada, não tem mais utilidade.
    Obviamente que uma tabela vinculada naqueles movimentos (pré-venda, orçamento, etc.) que estão pendentes, a regra de não excluir continua;

  16. Na telas de recebimentos, ao se informar um código de pagamento via PIX (código 15), o sistema vai disponibilizar uma opção para se gerar o qrCode (estático) para o cliente utilizar no pagamento, se for o caso.
    Algumas observações:
    a) Você deverá informar a sua chave de PIX no novo campo "Chave para PIX", no cadastro de contas bancárias;
    b) Assim que você informar o código 15 na tela de recebimento, o sistema mostrará um botão "Gerar qrCode". Após ter inserido o lançamento, esse botão não estará mais disponível, mas você ainda poderá gerar o qrCode pelo menu popup do grid de lançamentos registrados;
    c) Você poderá visualizar o qrCode na tela e, se for o caso lê-lo com aplicativo do banco; poderá imprimi-lo. Neste caso, o GFIL utilizará as configurações da impressão direta, do ticket; poderá ainda, enviar o pix (copia e cola) e também a imagem do qrCode pelo WhatsApp. Tudo com pressionamento de uma única tecla. Obs.: nesta última opção, ou seja, envio pelo WhatsApp, confira se você já tem configurada a sua API de envio automático e WhatsApp;

  17. No módulo de geração de arquivo remessa, foi incluído o checkbox "Retirar Acentos". Há bancos que não aceitam mais nomes e/ou textos com acento. Nesses casos, é preciso marcar esse checkBox;

  18. No módulo de NFe avulsa, foram incluídos dois novos menus: "Opções -> Capturar Itens de uma Compra" e "Opções -> Capturar Itens de uma Venda";

  19. Novo código de recebimento: "17 - Voucher - TEF". Para utilização em recebimentos integrados ao via TEF PayGo com cartão alimentação, combustível, etc.;

  20. O ticket do controle de entregas agora também pode ser impresso em impressoras do tipo bobina;

  21. Nas personalizações de logomarca, menu utilidades, agora será possível configurar imagens diferentes para relatórios normais (A4) e outra para outra imagem para relatórios de bobina (ticket, orçamentos, etc.). Como a imagem para o ticket precisava ser uma imagem no padrão monocromático, do jeito que estava, não se podia ter uma imagem colorida da logomarca nos relatórios A4;

  22. Na tela de cadastro de itens de locação, foi incluído o menu "Imprimir -> Cadastros";

  23. Na importação de compra via XML, quando a nota tinha um item cujo campo quantidade ou valor unitário do fornecedor tivessem mais decimais do que aquela configurada nos parâmetros gerais do seu GFIL, o sistema não permitia a importação. A partir de agora vai permitir a importação, mas você terá que fazer um ajuste manual nos dados do pagamento (fechamento da compra), pois o GFIL vai arredondar os valores registrados em quantidade e unitário para ficarem com a mesma quantidade que você tem configurada no seu GFIL. Isso vai gerar um valor total daquele item diferente do valor constante da nota;

  24. Nos módulos de atualização de preços de custo e preços de venda, foi incluído o menu "Opções -> Diminuir os Preços de Custo de Todos os Itens Para X Casas Decimais". Essa opção serve para quando você tem muitos produtos com valores em decimais acima da quantidade de decimais configuradas nos parâmetros gerais. Mas atenção: só utilize essa opção se você tiver absoluta certeza do que se trata, pois é um procedimento irreversível;

  25. Implementado um novo módulo pelo qual será possível você analisar os lançamentos bancários efetuados no GFIL e confrontá-los com o extrato oficial de lançamentos efetivamente registrados na sua conta no banco. É a chamada "conciliação bancária".
    Você precisará baixar o arquivo no formato .ofx de seu banco. Cada banco disponibiliza esse arquivo de forma diferente, mas a maioria têm opção para download pelo site/aplicativo do banco. Caso tenha dúvidas sobre como obter esse arquivo, contate o gerente de sua conta bancária.
    No GFIL, você acessará esse novo módulo pelo menu "Financeiro -> Lançamentos Bancários - Conciliação Bancária";

  26. Acreditamos que tenhamos encontrado a solução para uma demanda há muito solicitada por centenas de usuários. No módulo de parâmetros gerais, a opção para se configurar a quantidade de casas decimais nos preços de produtos e matérias-primas, agora está dividida em duas: 1 para o preço de custo e outra para os preços de venda.
    Uma das vantagens que essa flexibilização vai permitir, é que você poderá configurar um número X de decimais nos custos de acordo com o que seus fornecedores enviam no XML, mas, essa configuração não afetará os preços de venda, pois, como já mencionado acima, as configurações(custo e venda) agora são independentes nesse quesito de quantidade de decimais.
    Outra alteração importante relacionada a essa questão é que a opção para se definir se uma compra ou pedido vai disparar a atualização automática dos preços de custo, agora passa a ser independente, ou seja, você pode configurar para que apenas a compra atualize os preços automaticamente, ou apenas o pedido, ou ainda ambos ou nenhum;

  27. Na tela de NFe, agora será possível alterar alguns dados (CFOP, CST, ...) dos itens em massa. Acione o menu popup(botão direito) sobre o grid dos itens;


Versão 10.16.11 - 30/05/2022

  1. Nova versão GFILMob - 3.9.6 - Mudanças:
    a) Na tela de vendas, caso a inclusão de um movimento seja interrompida de forma não intencional (perda de conexão, por exemplo), ao retornar à inclusão do movimento, o aplicativo vai recuperar os itens que já haviam sido incluídos. Isso evitará retrabalho, em especial quando se tem uma venda com vários itens;
    b) Na pesquisa de produtos pelos módulos de comandas, vendas e orçamentos, agora será possível visualizar fotos do produto;
    c) No módulo de ordem de serviço, agora será possível fazer a inclusão itens de mão de obra e peças;

  2. Nos módulos de atualização manual de preço de custo e preços de venda, foi incluída uma nova opção para pesquisa/listagem dos produtos na tela. Agora será possível listar os produtos de um arquivo XML. Logicamente que esses produtos deverão estar previamente vinculados (código fornecedor -> código GFIL) no cadastro de produtos;

  3. Nos parâmetros gerais, no quadro de configuração de atualização automática de preço de custo, foi incluída a opção para você habilitar (ou não) para que o GFIL, ao atualizar o preço de custo automaticamente na gravação de uma compra, considere no cálculo do novo custo, o estoque e custo atuais, além, é claro, do custo e quantidade sendo praticados na compra. Habilitando essa opção, o sistema fará um cálculo médio, considerando o peso de cada um (estoque/custo anterior e quantidade/custo atual da compra). Obviamente que esta nova variável de cálculo só terá efeito se a opção de atualização automática de custo estiver habilitada nessa mesma tela de parâmetros gerais;

  4. Na tela de compras de produtos foram incluídos 3 novos menus: "Opções -> Atualizar Preço de Custo", "Opções -> Atualizar Preços de Venda" e "Opções -> Etiquetas";

  5. Nos módulos de venda, compra, locação, ordem de serviço e comanda, o campo "Observação" passa a suportar até 500 caracteres. Esse campo tinha máximo de 250 caracteres;

  6. Nos módulos de alteração manual de preços de custo e de preços de venda, agora será possível aumentar preços acrescendo um valor em Real;

  7. O atalho F12 agora também vai trazer opção para pesquisar tipos de serviços;

  8. Nos módulo de compras, venda normal e NFCe e NFe avulsas, foi incluído o menu popup "Copiar para todos os demais itens da lista na coluna: -> CFOP". Na compra e venda também tem 2 novos menus de alteração da CST ICMS e IPI.
    Essa nova opção será útil naqueles casos que você tiver uma entrada ou saída de produtos com vários itens, mas que o CFOP a ser utilizado nessa movimentação for diferente daquele que está configurado no grupo de tributação. Nesse caso, você insere os itens com o CFOP padrão, ou seja, aquele que o GFIL busca automaticamente no grupo de tributação. Após inseridos todos os itens e, antes de efetuar a gravação do movimento, você altera o CFOP de um dos itens (pelo outro item do menu popup que foi incluído) ou então na hora de incluir os itens, já inclui um deles com o CFOP correto. Aí depois utiliza esse novo menu e altera o CFOP de todos os demais itens de uma só vez, utilizando como base o item que foi inserido com o CFOP correto para aquela operação. Esse processo evita trabalho de ter que mudar o CFOP em cada um dos itens;

  9. No cadastro de contas bancárias foi incluído o campo "Padrão Para Recebimentos (PIX, transferências, etc.)". Indique uma conta como a padrão. Com isso, ao iniciar um recebimento na venda, comanda, OS, etc. cujo código de pagamento for 8, 14, 15 ou 16, o sistema já alimentará o campo da conta bancária automaticamente;

  10. A importação de notas de compras via XML estava permitindo registrar entradas sem a informação da situação tributária. Essa informação é obrigatória no SPED. Aí, quando se tentava gerar o SPED, o arquivo ficava inconsistente. A partir de agora será obrigatório informar esses dados lá na importação do XML.
    No cadastro do grupo de tributação, no grupo de campos "Entradas (CFOP/Sit.Trib .)", foi incluído o campo "Sit. Tributária". Complete este campo que aí o GFIL o alimentará automaticamente na importação da compra.
    Obs.: converse com seu contador para ver qual informação deve ser impostada nesses campos. Não coloque qualquer coisa, pois isso vai dar problemas depois, se você for gerar o SPED. Mesmo que agora sua empresa não esteja obrigada a gerar o SPED, pode ser que no futuro estará;

  11. Implementado TEF próprio do GFIL, integrado diretamente no sistema através da plataforma de pagamentos PayGo.
    Atenção: se você já usa TEF com troca de arquivos do GFIL, recomendamos migrar para esse novo TEF tão logo for possível, pois, apesar de que o TEF antigo vai continuar disponível no GFIL, suas atualizações não terão continuidade. É importante salientar que o novo TEF é muito mais dinâmico, mais rápido e não muda seus custos. Entre em contato com a revenda responsável pelo seu TEF para orientações;

  12. Novo código de recebimento: "16 - PIX Via TEF". Para utilização em recebimentos integrados de PIX via TEF PayGo;

  13. Liberada opção de conexão tipo "7 - Multi BD - Estação Local";

  14. Foram feitos ajustes na impressão de comprovantes do TEF. Para quem usa o TEF Dial (troca de arquivos) do GFIL, precisará acessar o módulo de parâmetros gerais e reconfigurar as opções de impressão do TEF;

  15. No cadastro de produtos, foi incluído o menu "Opções -> Listagem e Reconciliação de NCMs". Esta nova tela proporcionará várias opções, dentre elas a pesquisa de NCMs oficiais filtrando um determinado grupo; grupo + subgrupo ou código completo e ainda pesquisa por descrição.
    Mas a principal melhoria que essa nova tela vai proporcionar é a opção para você confrontar (conciliar) todos os produtos cadastrados com a lista oficial de NCMs da receita e listar apenas aqueles produtos que estejam com o NCM errado. Nessa mesma tela você já poderá efetuar a alteração (conciliação) dos produtos com NCM inconsistente.
    Nos módulos de NFe e NFCe foi incluído o menu "Diversos -> Listagem e Reconciliação de NCMs de Produtos". Isso permitirá acessar essa nova tela sem ter que sair da tela de notas;

  16. Levando em conta as frequentes falhas nas tabelas de alíquotas para cálculo dos tributos aproximados, disponibilizadas pelo IBPT, com falta de NCMs novos, criamos uma solução paliativa, qual seja: na tela de IBPT, agora você terá um menu popup para inserir um NCM novo.
    Converse com sua assessoria fiscal para saber quais valores informar nos campos de alíquotas que serão perguntados nessa inserção.
    Tenha em mente também que essa inclusão é temporária, ou seja, quando for feita uma nova atualização da tabela IBPT, esse registro será excluído pois a nova tabela sobreporá todos os registros existentes;

  17. Mudanças significativas na API de emissão de boletos do banco Inter. Na parte operacional do GFIL, em relação a geração dos boletos, nada muda. Mas o processo de autenticação com a API, isso o banco mudou radicalmente. Agora, além da geração de arquivos de certificados lá no painel do banco, será preciso criar 2 tokens, 1 para permissão de visualização de pdf do boleto e outro para a permissão de geração e cancelamento do boleto.
    No GFIL, tela de geração dos boletos, foi incluído o menu "Diversos -> Gerar Tokens no Servidor Inter". Crie sua aplicação lá no painel do banco Inter, selecione as duas opções (geração/cancelamento e leitura de pdfs) de boleto que tem lá e baixe os certificados, renomeie-os e coloque na pasta correta. Em seguida acione esse novo menu para criar os tokens. Serão solicitadas duas chaves (ClientID e SecretID), as quais você obtém lá na sua aplicação Inter.
    Para mais detalhes, analise o tópico 184 do manual de ajuda;

  18. Implementada uma nova opção de geração de etiquetas de produtos. Essa nova opção é para impressoras que sejam específicas para etiquetas (Zebra, Argox, L42, entre outras). Menu de acesso "Utilidades -> Geração de Etiquetas -> Produtos -> Impressora de Etiqueta".
    Obs.: o modelo de etiquetas anterior permanece -> menu "Utilidades -> Geração de Etiquetas -> Produtos -> Impressora Normal".
    A grande vantagem desse novo modelo é a possibilidade de se efetuar formatações de fonte, posição da impressão, imagens, qrCode, entre outros.
    Maiores orientações sobre a operacionalidade dessa nova tela, analise o tópico 188 do manual de ajuda;

  19. No módulo de venda normal, agora será possível registrar uma venda sem geração de lançamentos financeiros.
    Inicialmente essa opção se destina tão somente a saídas por brinde, doação ou remessa para venda externa, ou seja, se o CFOP utilizado for um dos seguintes: 5904, 5910, 6904 e 6910.
    Você fará a venda normal, informando inclusive os valores, pois estes serão necessários depois, para a emissão da nota fiscal.
    Para registrar a venda sem financeiro, bastará marcar o checkbox "A venda será sem lançamentos financeiros" na tela de recebimento da venda;


Versão 10.16.10 - 11/03/2022

  1. Criado o "Relatórios -> Vendas de Produtos Efetuadas -> Analítico Prod. Vendidos (Vendas, Comandas e OS) -> Agrupado por Produto";

  2. O "Relatórios -> Financeiros Diversos -> Fechamento do Livro Caixa" ganha um atalho, teclas Shift+F6;

  3. GFILNet agora também pode ser configurado para acesso em servidor multibancos;

  4. O relatório de estoques agora oferece opção para listar apenas produtos com saldo negativo;

  5. Incluído o menus "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> Emissão - Asaas" e "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> Baixas -> Asaas".
    Se sua empresa tem convênio com essa empresa (Asaas), poderá emitir/gerenciar os boletos através dessa nova opção, via API.
    Maiores informações sobre as opções que a empresa oferece, visite https://www.asaas.com/.
    Atenção: os preços do Asaas, em especial a tarifa do boleto (R$ 1,99), já são bastante atraentes se comparados a serviços similares de outras empresas. Mas você ainda poder ter um desconto adicional se iniciar o cadastro da sua conta Asaas através do GFIL, pelo menu "Diversos -> Criar Minha Conta no Asaas" da tela de emissão de boletos. Nesse caso sua conta ficará vinculada como uma "conta filha" do GFIL e você poderá usufruir de descontos tanto no boleto, como na taxa de notificação dos seus clientes e também outros serviços oferecidos pelo Asaas, como, por exemplo, a consulta do SERASA.
    Se, por ventura sua conta já estiver aberta no Asaas, não será possível fazer o vínculo por esse menu acima. Nesse caso você deve entrar em contato diretamente com o seu gerente de conta no Asaas, o qual está informado no seu painel Asass. Informe que você já tem uma conta e gostaria de vinculá-la à conta GFIL. Dados a serem informados: seu email de login no Asaas, seu CNPJ, seu celular e o CNPJ GFIL (13.971.229/0001-15).
    Veja todas as orientações para emissão de boletos Asaas no tópico 186 do manual de ajuda do GFIL;

  6. No módulo de parâmetros fiscais (outros) foi incluído o campo "Dados do Procon Estadual (fone, endereço, ...)".
    Algumas UFs exigem que, em documentos fiscais para consumidor, seja informado o endereço e/ou telefone do Procon. Se você informar esse campo no módulo de parâmetros, quando for emitir uma nota a consumidor, o GFIL incuirá esses dados no XML, na tag informações adicionais;

  7. Na tela de registro de ocorrência de ordens de serviços foi incluída a opção "Enviar ocorrência para o cliente, por mensagem de WhatsApp". Se esta opção estiver habilidade, o GFIL abrirá o WhatsApp Web para envio de mensagem para o cliente;

  8. No módulo de "MDe - Manifesto de Destinatário", agora será possível manifestar uma nota sem ter que fazer a leitura no servidor da SEFAZ das notas emitidas contra sua empresa. Bastará informar a chave da nota.
    No módulo de personalizações dos botões da tela principal, agora também foi incluído do botão para acesso a esse módulo de MDe. No tópico 93 do manual de ajuda você encontra mais sobre essas personlizações.
    Ainda no módulo de manifesto de destinatário, fizemos algumas alterações no layout e também incluimos opções para se cadastrar os produtos de um XML baixado e/ou registrar a compra relativa ao XML.
    Atenção: tenha muito cuidado para evitar "consumo indevido" por parte da receita. Sua empresa poderá sofrer punições caso ocorra o consumo indevido com frequência;

  9. Nos parâmetros fiscais, opções NFe e NFCe, no grupo "Danfe", foi incluída opção "Imprimir Código de Barras (GTIN)". Marcando essa opção, no Danfe, ao invés do código do produto, será impresso o código de barras naqueles produtos que tenham essa informação;

  10. No cadastro de contas bancárias, na aba "Cobrança (para emissão de boletos)", foi incluído o campo "Negativar no SERASA em XX dias após vcto (0 p/não negativar autom.)". Se você informar um valor diferente de 0 nesse campo, ao gerar o arquivo remessa, o sistema enviará a instrução ao banco para negativação no SERASA automática após X dias do vencimento.
    Obs.: lembre que, a exemplo de outros campos de cobrança, nem todos os bancos oferecem esse serviço. Você deve verificar com seu banco se seu convênio de cobrança tem ou não opção de negativação automática;

  11. No módulo de MDFe, foi incluído o menu "MDFe -> Encerramento Avulso". Se você tiver um MDFe que, por algum motivo, não consta mais no GFIL ou mesmo que tenha sido enviado de outra forma, por este menu será possível fazer o encerramento.
    Observação: o GFIL não fará nenhum tipo de controle desses MDFes, já que eles não constarão no banco de dados. Apenas o envio do evento de encerramento será transmitido à sua SEFAZ.

  12. Na geração de boletos de bancos, foi incluída a carteira 5 do banco Santander;

  13. A tela inicial do sistema ganha um edit - na parte inferior esquerda - pelo qual será possível pesquisar menus. Informe um texto e pressione enter. O sistema pesquisará em todos os sub menus existentes no menu principal e listará aqueles que tenham correspondência.
    Obs.: nem todos os sub menus estarão disponiveis nessa pesquisa. Caso tenha algum que não apareça na lista e você entender que seja útil estar, envie para nosso canal sugestoes@sistemagfil.com.br;

  14. No cadastro de operadores agora será possível configurar os poderes para registro de vendas de produtos e consignações separadamente. Até agora era tudo no mesmo poder (Venda de Produtos). Com a mudança será possível habilitar um operador a fazer vendas, mas bloqueá-lo para consignações e vice-versa;

  15. Implementada opção para envio automático de mensagens via WhatsApp por API.
    Atenção: esse serviço envolve custos, não do GFIL, mas da empresa que disponibiliza o serviço da API. Analise esses custos antes de iniciar a utilização dessa nova opção. Obs.: a empresa oferece gratuidade em até 25 mensagens/mês.
    Para utilização dessa opção você precisará criar sua conta em https://whatsgw.com.br/. Há algumas configurações e habilitações de seu número WhatsApp que você precisará fazer, além da instalação de uma extensão no browser. Essas orientações você deverá buscar junto à empresa da API, ou também pode solicitar um suporte de uma revenda GFIL.
    Obs.: o número a ser cadastrado lá na API deve ser o mesmo que vai estar no seu cadastro de filial no GFIL.
    No GFIL, inicialmente teremos 3 opções para envio dessas mensagens: a) no registro de ocorrência na ordem de serviço; b) no cadastro de clientes, menu "Opções -> Envio de Mensagens de WhatsApp"; e c) envio de links de boleto Asaas. Para conhecer o módulo de boletos Asaas, veja o tópico 186 do manual GFIL.
    Após efetuar o cadastro na empresa da API, complete os campos do grupo "Envio de mensagens de WhtasApp por API", do módulo de parâmetros gerais.
    Executados esses passos, aí é só enviar as mensagens por essas opções no GFIL acima detalhadas. Para que o envio seja efetivado, você precisará estar com o WhatsApp Web do número cadastrado ativo. Você pode até enviar a mensagem pelo GFIL sem que o WhatsWeb esteja ativo, mas o envio só ocorrerá efetivamente quando ele for ativado;

  16. A partir de agora, o pressionamento da tecla F12, a partir de qualquer tela do sistema, vai abrir a tela de constula de preços e estoque de produtos.
    Em função dessa melhoria, tornam-se desnecessários os menus de consulta de preços ("Consulta - Preços" da tela principal e do menu tray), os quais estão sendo desativados. Outras opções de consulta de produtos que havia no sistema também se tornam desnecessárias com essa mudança;

  17. Na tela de NFCe, foi incluído o campo "Código Benefício", o dado informado nesse campo alimentará a tag cBenef no XML da nota. Dependendo da SEFAZ, se a CST usada for uma CST que contempla algum benefício fiscal, esse campo deve ser informado. Maiores orientações sobre informar ou não esse campo, bem como qual código informar, oriente-se com sua assessoria fiscal.
    Obs.: esse campo já existia no módulo de NFe.
    No cadastro de grupos de tributação, também foi incluído esse mesmo campo "Código Benefício". Seu comportamento será igual aos demais campos do grupo, ou seja, se informado no grupo, ao iniciar uma nota o GFIL vai alimentar ele lá na nota, tanto NFe, como NFCe;

  18. Na tela de consulta de produtos (F12 ou F8), agora será possível visualizar o estoque e preços de venda de produtos em filiais diferentes daquela que você estiver logado.
    Obs.: essa opção será apenas para consulta, ou seja, visualização dos estoques/preços. Se você, por exemplo, estiver registrando uma venda e pressionar o F8 para pesquisar um produto, lá na tela de pesquisa o sistema vai disponbilizar a opção para consultar o estoque/preço do produto em outras filiais. Porém, não será possível selecionar esse produto para incluí-lo na venda se a filial ou tabela de preços for diferente daquela que está configurada lá na venda em andamento.
    Mudanças/implementações operacionais do sistema para viabilizar essa nova opção:
    a) Nos parâmetros gerais, a opção "Outras filiais podem visualizar estoque", passa a ser "Outras filiais podem visualizar estoque e preços de venda";
    b) No cadastro de operadores, foi criado o novo poder: "Pode ver estoques e preços de venda de outras filiais".
    Atenção: observe que a permissão para que outras filiais tenham acesso aos estoques e preços de uma determinada filial, essa autorização deverá ser dada na filial da qual se desejar ver os estoques/preços. Já a autorização para um determinado operador ver esses preços, este poder deverá ser configurado na filial onde o operador está cadastrado;

  19. No módulo de baixa de contas a receber, agora será possível atribuir um desconto individual (para cada conta a baixar) em valor, quando se estiver baixando várias contas de uma vez. Até agora era possível aplicar esse desconto em percentual;

  20. Um problema que vinha ocorrendo com certa frequência, principalmente em emissão de notas eletrônicas, era um erro de não bater as somas de itens com o valor total da nota. Isso ocorria porque o usuário alterava o número de casas decimais do valor unitário nos parâmetros gerais para uma quantida X (4, por exemplo). Aí gerava uma tabela de preços onde alguns itens (ou todos) tinham valor até a quarta decimal (R$ 10,3456, por exemplo). Em seguida, o usuário alterava novamente os parâmetros e mudava a quantidade de decimais para 2. Com isso, na hora de vender, aparecia o valor unitário de R$ 10,34. Porém, na tabela de venda/nota, era gravado o valor real, ou seja, R$ 10,3456, o que, dependendo da quantidade daquele item e/ou eventuais descontos/acréscimos aplicados, gerava várias inconsistências na nota e, por conseguinte, rejeições.
    A partir desta versão, o sistema passa a conferir esses valores. Se você for diminuir a quantidade de decimais nos parâmetros gerais e, algum produto tenha seu preço fixado com quantidade de decimais acima daquela que está sendo estabelecida nos parâmetros, o sistema não permitirá a gravação. Na hora da venda, o sistema também fará a conferência e não permitirá incluir itens nessa situação.
    Caso essa situação ocorra, você deverá alterar o número de decimais em seus parâmetros para poder visualizar os preços com todas as decimais no módulo de preços e fazer a alteração deixando a quantidade de decimais que deseja trabalhar;

  21. No módulo de consignação, a partir de agora, ao indicar-se o cliente da operação, o sistema vai buscar automaticamente a tabela de preços vinculada a esse cliente, se houver essa indicação lá no cadastro dele, é claro. O processo será idêntico ao que já é na venda de produtos;

  22. Na tela de geração do SPED Fiscal, foram incluídos alguns campos onde será possível configurar algumas opções quando da geração do bloco H (inventário). São elas: opção para não incluir itens com estoque 0 na data base do inventário; opção para não incluir produtos com estoque negativo na data base; e opção para indicar o preço unitário a ser utilizado.
    Atenção: lembre que qualquer dado enviado à receita, é de responsabilidade da sua empresa, ainda que esse dado for gerado pelo sistema GFIL, ou qualquer outro. Antes de marcar essas configurações para não incluir determinado item no inventário, converse com sua assessoria fiscal;


Versão 10.16.9 - 01/12/2021

  1. No módulo de parâmetros fiscais da NFCe e SAT, a configuração no quadro de impressão do DANFE teve modificações.
    A partir de agora não haverá mais as opções "Direta" e "Indireta". Você precisará indicar apenas o modelo da impressora ESC/POS e a porta.
    Na lista das portas, o sistema já vai trazer todas as portas (seriais, USB e RAW) disponíveis na máquina.
    Além dessa listagem, você também poderá digitar a porta nesse campo.
    Com estas mudanças você poderá configurar o sistema para impressão da NFCe diretamente numa porta USB local sem nem mesmo instalar o driver da impressora no Windows.
    Outras opções que poderão ser informadas nesse campo da porta:
    - Impressão em rede local: \\NomeServidor\NomeCompartilhamentoImpressora ou \\IPServidor\NomeCompartilhamentoImpressora;
    - Em um servidor de impressão (via rede por TCP/IP): TCP:IPServidor:Porta;
    - USB sem indicar uma USB específica: informe apenas "USB" (sem aspas) no campo da porta. O sistema imprimirá na primeira porta USB ativa. Esta Opção será útil se você tiver 2 ou mais impressoras USB conectadas na máquina e hora uma estiver ligada e hora outra estiver ligada.
    Na rabeira dessa mudança, aproveitamos para incluir o menu "Outras Opções -> Parâmetros de Impressão" na tela de NFCe. Assim, quando houver necessidade de alterar alguma configuração de impressão, isso poderá ser feito direto da tela notas, sem ter que fechá-la e acessar os parâmetros fiscais.
    Para detalhes completos sobre a configuração dessas opções, analise o tópico 185 do manual de ajuda;

  2. Firmamos parceria com a Sieg, empresa que possui sistema de armazenamento e gestão de XMLs de documentos fiscais para contadores assim que o documento - NFe, NFCe, MDFe ou CTe - é autorizado.
    No GFIL implemetamos a opção para se enviar XMLs, de forma automática, por API, diretamente para o servidor Sieg.
    Caso queira, você poderá apresentar essa opção para seu contador.
    Para utilizar no GFIL basta configurar o sistema pelo menu "Parâmetros Fiscais -> Outros", no grupo de campos "UpLoad de XML para Web Service". Mais informações sobre a criação da conta no servidor, contate https://www.sieg.com/;

  3. Nos grids de listagens de cadastros, o sistema tem a opção para mudar a ordem de listagem dos itens.
    Até agora, para mudar essa ordem, você precisava clicar no título do campo que se queria ordenar e, para mudar para uma ordem inversa daquele campo, era necessário clicar no título, mas com a tecla CTRL pressionada.
    A partir de agora, basta você clicar para ordem crescente e clicar (sem o CTRL) para ordem decrescente;

  4. Em máquinas com sistema operacional desatualizado, principalmente Windows 7, ocorria um erro de conexão ao tentar baixar a tabela IBPT. O problema ocorria por conta de criptografia desatualizada no Windows, o que gerava bloqueio servidor onde estão os arquivos IBPT.
    Para contornar esse problema, fizemos um ajuste na criptografia de conexão, o que permite baixar o arquivo sem erros.
    Obs.: note que classificamos este item como "Melhoria" e não como erro, justamente porque não era um erro do GFIL.
    Mas atenção: apesar do GFIL ainda rodar em Windows inferior ao 10, é altamente recomendável você atualizar seu sistema operacional, sempre na última versão, inclusive packs/updates. Neste caso da IBPT, conseguimos resolver o problema, pois o servidor é nosso, ou seja, do próprio GFIL. Mas, ao enviar documentos fiscais, vários problemas podem ocorrer por conta da recusa de conexão com os servidores SEFAZ, já que muitas delas já não aceitam mais criptografias mais antigas.
    Resumindo: quer diminuir as "dores de cabeça"? Tenha sempre seu Windows atualizadíssimo;

  5. Nas impressões de textos, como por exemplo, o termo de garantia de ordens de serviço, a impressão estava ficando desalinhada. A quantidade de caracteres que o sistema estava colocando em cada linha era inferior ao espaço comportado pelo relatório. Isso deixava um espaço em branco no relatório, além de utilizar mais linhas que o necessário, utilizando mais papel no relatório.
    Para corrigir isso, a partir de agora, no cadastro de seus textos (vide tópico 183 do manual), você deverá informar o caracter "#" para quebra de linha no texto;

  6. O "Relatórios -> Financeiros Diversos -> Recebimentos de Vendas, OS, Comandas e Locações" foi melhorado com a inclusão de novos filtros;

  7. Corrigido erro que permitia que, através da tela de NFCe, se iniciasse uma nota de uma comanda não fechada;

  8. Nos parâmetros gerais, a opção "No ticket de venda/OS/Consig e orçamentos, além dos dados normais, imprimir o(a)", agora tem mais um item: NCM;

  9. Nos parâmetros fiscais da NFSe foi incluído o campo "Versão do Layout". Esse parâmetro é necessário porque cada provedor utiliza um padrão diferente. Há casos inclusive que o mesmo provedor tem um layout para o município X e outro layout para município Y. Para saber qual é a versão que deve ser indicada nesse campo, você deve consultar o suporte do provedor utilizado pela prefeitura de seu município;

  10. O número máximo de casas decimais para valores unitários de produtos e serviço passa de 4 para 6.
    A configuração pode ser alterada no módulo de parâmetros gerais. Para mais detalhes analise o tópico 2 do manual de ajuda do sistema.
    Atenção: use essa opção com cautela e somente coloque mais que 2 decimais se for mesmo necessário. A opção existe para ser usada, mas é preciso estar ciente de que essa alteração afeta todos os locais (módulos, relatórios, etc) que tragam informações de preços unitários;

  11. Na tela de pesquisa de produtos (F8), naqueles campos em que a pesquisa requer a digitação de uma informação, até agora o sistema fazia a pesquisa a cada caractere digitado. Isso é bom, pois vai mostrando na tela os registros sendo filtrados à medida que a string de pesquisa vai sendo informada.
    Porém, em algumas situações, como é o caso de uma base de dados com muitos (milhares) de registros ou então numa conexão via internet (Estação Web), onde o processamento é mais lento, isso pode ser um problema, pois o sistema precisa faz a abertura da tabela a cada tecla digitada.
    Para melhorar essa questão, agora o sistema passa a oferecer a opção de fazer a pesquisa apenas depois que se pressionar a tecla enter;

  12. No módulo de NFe, o checkBox e botão para se informar o endereço de entrega se este fosse diferente, agora será apenas um botão para informar o "Endereço de Entrega". Você pode (e deve) acessar essa opção sempre for necessário que os dados (endereço, nome, etc.) da entrega sejam incluídos no XML da nota e não apenas quando o endereço de entrega for diferente;

  13. No módulo de NFCe, ao enviar uma nota cujo valor ultrapassava o valor limite que obriga a identificação (CPF) do destinatário e, nessa nota se informasse um CPF avulso, o sistema estava exigindo também o nome e endereço e gerava o erro que o CPF/CNPJ era inválido. Algumas SEFAZ de fato exigem também esses dois dados (nome e endereço), mas, são apenas algumas SEFAZ. O sistema estava exigindo em todas;

  14. No módulo de MDFe foi melhorada a função para incluir reboques, tanto na hora de iniciar o MDFe, como ao incluir um reboque depois que o MDFe foi iniciado, a partir de agora o sistema vai oferecer a opção para buscar um reboque já cadastrado e vinculado para aquele veículo tração no cadastro da transportadora;


Versão 10.16.8 - 08/10/2021

  1. No módulo de CTe, "Outros tipos de CTe", foi incluído o grupo de campos "Documento Anterior (Subcontratação, redespacho ou redespacho intermediário)".
    Quando o "Tipo de serviço" for diferente de "0 - Normal", esses novos dados devem ser informados.
    Para informações mais completas, você deve analisar a nota técnica SEFAZ e também consultar sua assessoria fiscal;

  2. Em alguns casos será necessário reconfigurar as imagens das logomarcas impressas em documentos eletrônicos. Agora todas serão no mesmo padrão único (.bmp). Se suas notas estão sendo impressas com a logo desfigurada, faça a reconfiguração através do menu "Utilidades -> Personalizações...", aba "Logomarcas;

  3. Nova versão GFILMob 3.9.5
    - Excelente novidade para quem se habituou a fazer vendas pelo GFILMob. Agora será possível emitir NFCe diretamente no aplicativo. Inclusive fazendo a impressão automática via bluetooth.
    Se você gostou da novidade e pretende usá-la, recomendamos analisar este vídeo -> https://www.youtube.com/watch?v=_aTNBQYtFTs&t=231s. O vídeo faz uma demonstração para impressão de NFCe diretamente no GFILMob e no mesmo smart onde está rodando o GFILMob. Considere adquirir um modelo desse ou outro similar que tenha essas funções, ou seja, ter o Android e, ao mesmo tempo, ser uma impressora, tudo no mesmo aparelho.
    Obs.: salientamos que não temos nenhuma relação direta com a Gertec. Apenas estamos fazendo essa indicação porque é um smart que testamos em laboratório e teve resultados satisfatórios, como inclusive, você poderá constatar no vídeo. Mas você pode adquirir qualquer outro modelo que tenha Android e seja impressora. Ou pode ainda usar o GFILMob no celular e fazer a impressão numa impressora bluetooth à parte.
    Clique aqui e assista a demonstração completa da emissão e impressão de uma nota via celular;


Versão 10.16.7 - 21/09/2021

  1. Nova versão GFILMob 3.9.4
    - No módulo de vendas o registro dos recebimentos será o mesmo padrão do GFIL, inclusive com opção de troco;

  2. O menu para acesso à tela de geração de etiquetas agora está em outro local -> menu "Utilidades -> Geração de Etiquetas".
    Também fizemos novos ajustes na opção de etiquetas de clientes. Além da nova opção "Outros". Explore essas novas opções e nos envie seu feedback;

  3. Módulo de NFSe está sendo todo reescrito. Como é de conhecimento geral, o GFIL usa componentes Acbr para geração de XML e envio aos provedores de notas de serviço. Como o componente Acbr relacionado a NFSe está sendo todo reescrito, isso afetará diretamente os processos no GFIL.
    Se sua empresa emite notas de serviço pelo sistema, após efetuar esta atualização, efetue testes de envio de NFSe para verificar se está tudo certo com GFIL e seu provedor de recepção de notas;

  4. Na tela de NFCe foi criado o menu "Outras Opções -> Recalcular Trib. Aprox. (Notas listadas no Grid)". Útil para quando você iniciar várias notas, mas, por algum lapso estava com a tabela IBPT desatualizada ou ainda o NCM e/ou exceção TIPI dos produtos não estavam corretamente informados. Nesse caso o sistema não terá calculado automaticamente os tributos da lei da transparência quando as notas foram iniciadas e, por conseguinte, você não conseguiria enviar a nota, já que essa informação é obrigatória por lei.
    Veja mais informações e orientações sobre cálculo dos tributos aproximados neste vídeo -> https://www.youtube.com/watch?v=Y2NRaIeEeWQ&t=26s;

  5. Na tela para atualização das alíquotas da tabela IBPT foi incluído o menu "Opções -> Atualizar Tabela com Arquivo Local". Essa opção será útil quando, por algum problema em sua máquina, conexão de internet, etc., não for possível conectar no web service do GFIL para download do arquivo com as alíquotas.
    Logicamente que para você poder usar essa nova opção é necessário estar de posse do arquivo com as alíquotas, o qual pode ser baixado no site https://deolhonoimposto.ibpt.org.br/.
    Ainda em relação a essa questão da alimentação das alíquotas IBPT no banco de dados do GFIL, fizemos vários ajustes nas rotinas de gravação dos dados. Isso deve resultar em uma melhor performance nessa gravação. Faça um teste antes e depois de baixar esta atualização e avalie quanto o processo ficou mais rápido;

  6. No módulo de cadastro de produtos, mais especificamente na tela de alteração de dados em massa, menu "Opções -> Alterar Dados de Vários Produtos com Base no Produto Selecionado", mudamos a opção de listagem dos produtos a serem alterados na opção de filtro por NCM. Agora você poderá indicar um NCM para filtragem. Não precisa necessariamente ser o NCM do produto selecionado lá no cadastro.
    Atenção: a mudança é apenas no dado para filtrar a listagem dos itens na tela. Se você for efetivar a alteração, o NCM que os produtos receberão será o NCM do produto selecionado lá no cadastro e indicado em destaque (em vermelho) na parte superior dessa tela.
    Não esqueça nunca que essa tela gera alteração em dezenas, centenas, milhares, ... de itens, dependendo do caso. Sempre faça um backup antes de mexer nessa tela. Aí caso você faça alguma alteração que não queria, pode retornar os dados como estavam;

  7. No módulo de parâmetros fiscais (outros) foi incluída a opção "Descontar valor do ICMS da BC do PIS e COFINS, ao calculá-los (CST 01)". Ao iniciar uma NFe cuja situação tributária do ICMS for igual 00, o GFIL calculará o ICMS e, caso a CST do PIS/COFINS for igual a 01, também fará o cálculo destes. O GFIL já fazia esses cálculos. A diferença é que agora, se você habilitar esta nova opção, ao calcular o PIS e COFINS, o GFIL descontará da base de cálculo destes, o valor destacado para o ICMS.
    Sua empresa pode/deve habilitar esta opção? A resposta você deve buscar junto à sua assessoria fiscal;

  8. Corrigido erro de não gravar o MDFe quando este era iniciado com vínculo a uma NFe e havia uma transportadora padrão definida (no cadastro de transportadoras) e a mesma tivesse também um reboque padrão definido;

  9. Corrigida inconsistência que ocorria ao incluir um documento fiscal, via XML, em um MDFe já inicializado. O sistema não mostrava a chave e, dependendo do caso, dava erro que aquele já documento estava vinculado a outro MDFe;

  10. Mais uma sugestão bastate solicitada atendida: no módulo de personalizações (menu "Utilidades -> Personalizações (Menu rápido, botões, cores e Logomarcas))", agora temos uma nova aba: "Botões da Tela Principal". Nessa aba você poderá personalizar quais - e em qual ordem - botões estarão disponíveis na tela principal do sistema.
    Em função dessa nova funcionalidade do sistema, tornam-se desnecessárias as opções "Botão nota eletrônica da tela principal abre módulo XXX" do módulo de parâmetros fiscais de NFe, NFCe e SAT, já que você poderá indicar qual botão de documento fiscal será apresentado, ou ainda pode ter mais de um botão de documento fiscal;

  11. Ao iniciar uma NFe de uma venda, e, nessa venda houvesse pagamento com código 99, o sistema não estava transportando a descrição do pagamento para a nota. Isso acabava gerando a rejeição 441. Corrigido.
    Obs.: na inclusão de NFCe, o sistema estava fazendo corretamente a alimentação desse dado na nota;


Versão 10.16.6 - 23/08/2021

  1. Na tela de geração de arquivos com dados cadastrais de clientes e produtos, menu "Utilidades -> Geração de Arquivos", foram implementadas novas opções para filtragem/ listagem dos registros;

  2. Na tela de geração de etiquetas, menu "Relatórios -> Etiquetas -> Produtos", incluimos novas opções de filtragem e também foi melhorado o layout e organização da tela;

  3. A partir de agora será possível ter duas empresas com o mesmo CNPJ, desde que inscrições estaduais diferentes e cada IE controlada como uma empresa diferente e com sua própria licença de uso;

  4. Uma boa novidade para quem tem mais de uma empresa/filial cadastrada no sistema: atualização da IBPT não será mais por filial e sim por UF. Dessa forma, ao atualizar em uma filial, todas as demais filiais da mesma UF já estarão atualizadas;

  5. Criados os "Documentos Eletrônicos -> CTe Outros -> Listagem" e "Documentos Eletrônicos -> MDFe Outros -> Listagem";

  6. Textos prontos para informações adicionais de NFe teve a quantidade de caracteres liberada. Lembre que se você for colocar mais de um texto pronto, na NFe,o campo de informações adicionais tem um limite máximo de 5000 caracteres ;

  7. Na opção para alterar dados em massa no cadastro de produtos, foi incluído o campo "Exceção TIPI";

  8. Na geração de arquivo SPED foram feitas algumas correções e melhorias na pesquisa de dados, o que melhora a performance, principalmente em bancos de dados com bastante notas emitidas.
    No cadastro de operadoras de cartões foram incluídos alguns dados de endereço da operadoras, os quais deverão ser informados caso no SPED existam vendas recebidas via cartão;

  9. No cadastro de produtos foram criados os campos código de barras não GTIN e código de barras não GTIN da unidade tributável.
    Esses dados serão informados nos XMLs de notas fiscais 55.
    Para maiores detalhes sobre esses dois novos campos, recomenda-se analisar a nota técnica 2020.005 de documentos fiscais (campos cBarra e cBarraTrib).
    Obs.: na vendas e outras movimentação, nas buscas rápida de produtos em que os parâmetros gerais estiverem configurados para busca pelo código de barras, este novo campo também fará parte da busca;

  10. O campo número do documento nos boletos de bancos passa a ser no padrão: A - B C/D, onde A=número da nota fiscal; B=número do mov.; C=número da parcela; D=quantidade de parcelas;


Versão 10.16.5 - 28/07/2021

  1. O "Relatórios -> Financeiros Diversos -> Resumo do Faturamento Mensal" foi melhorado e também incluída opção para relatório completo, o qual trará informações mais detalhadas;

  2. A opção dos parâmetros fiscais para mudança do ambiente de emissão para produção de um documento fiscal só permitia a alteração na máquina servidor GFIL. Agora isso poderá ser feito em qualquer máquina da rede. Essa regra existia porque no passado era necessário excluir os arquivos XMLs das notas em homologação e isso só podia ser feito pelo servidor. Agora os arquivos não existem mais, pois o XML é gravado no banco de dados;

  3. Na atualização da tabela IBPT, conseguimos reduzir significativamente o tempo do processo. Nos testes em laboratório, o tempo reduziu em 40%;

  4. No módulo de parâmetros fiscais - outros, foi incluída a opção "Subtrair do total da nota o valor do ICMS Desoneração". A partir desta versão é você usuário quem definirá se o valor do ICMS desoneração deve ou não ser descontado do valor final da venda/nota fiscal. Até agora o GFIL utilizava a fórmula padrão do manual das SEFAZ e sempre descontava esse valor. Porém, há "controvérsias" sobre esse desconto. O próprio MOC dá essa abertura para que seja ou não descontado, a critério do contribuinte;

  5. Estamos fazendo uma refatoração (revisão/reescrita) completa de todas as rotinas relacionadas a incialização e envio de NFCes. Além de tornar o código fonte mais enxuto, o que facilita a manutenção, haverá um ganho na performance, principalmente na inicialização/envio de NFCes automáticas pelos módulos de venda balcão e comandas;

  6. Na inicialização de uma NFe avulsa, agora será possível informar o valor do seguro em campo específico;

  7. No cadastro de operadores foi incluída a opção/poder "Pode excluir/cancelar documentos fiscais eletrônicos". Com essa implementação você pode definir que um operador possa emitir notas ou outros documentos fiscais, mas não consiga excluir um documento iniciado ou cancelar um documento autorizado. Isso evita, por exemplo, que um operador desavisado exclua documentos que já foram transmitidos, mas que no GFIL ainda estão com a situação iniciada;

  8. A Nota Técnica 2020.006 implementa a exigência de se informar nas notas fiscais, a descrição do tipo pagamento quando este for código 99-Outros. Esta versão adequa o GFIL a essa nova exigência;

  9. Na impressão do ticket de pré-venda agora será impresso no formato bobina (40 colunas), se assim estiver configurado para imprimir o ticket da venda nos parâmetros;

  10. Na tela de consulta do resumo financeiro, menu "Consultas -> Resumo Financeiro", agora será possível consultar o saldo de caixa com data/hora retroativas. Opção útil para quem trabalha com mais de um turno durante o mesmo dia;

  11. No módulo de NFe agora o sistema permitirá gerar o arquivo XML também para notas com situação iniciada. Útil para quem precisa apresentar uma prévia da nota (XML) para o destinatário, antes de transmitir/autorizar a nota;

  12. Nos cadastro de clientes e fornecedores, caso o campo indicador da IE fosse igual a 9, o sistema não permitia que se informasse uma IE. Analisando melhor o MOC, constamos que, mesmo em raros casos, pode acontecer da empresa ser "Não Contribuinte" e ainda assim ter uma inscrição estadual. O sistema foi ajustado para permitir essa informação;

  13. Módulo de MDFe foi incluído o grupo de campos para se informar dados do vale pedágio. Em alguns casos faz-se necessário informá-los. Como sempre, orientamos que sejam analisadas as notas técnicas da SEFAZ e/ou assessoria fiscal para saber quando e como preencher esses dados;

  14. No módulo e cadastro de transportadoras foram incluídos campos para se cadastrar um segundo e terceiro reboques vinculados a um tração;


Versão 10.16.3 - 16/06/2021

  1. Nos parâmetros fiscais da NFCe, foi modificada a opção para se habilitar a impressão automática do DANFE em contingência off line. Agora você poderá setar o sistema para que ele imprima off line mesmo havendo uma internet ativa. Essa opção é necessária para quando não for possível transmitir a nota, mesmo tendo internet local. Isso pode ocorrer, por exemplo, quando o servidor da SEFAZ fica fora do ar.
    Atenção: a impressão off deve ser utilizada com cuidado e somente quando necessário e, principalmente, após o retorno do servidor à normalidade, deve-se providenciar o envio imediado das notas cujo DANFe foi impresso off line. Há inclusive um prazo máximo para isso.
    Para mais informações converse com sua contabilidade e/ou suporte técnico;

  2. No módulo de venda balcão o sistema não estava conferindo se havia pré-venda gravada e com prazo de espera vencido. Agora passa a conferir e, se for o caso, bloquear novas vendas. Mais detalhes sobre a opção de pré-venda, analise o tópico 161 do manual de ajuda;

  3. A chave de liberação da licença de uso passa a conferir também a UF informada no GFIL e no sistema de registros da licença;


Versão 10.16.2 - 30/05/2021

  1. Na geração de boletos de bancos, incluída a carteia 21 da cooperativa Unicred, banco 136;

  2. Nos envios automáticos de XML/DANFE, assim que um documento fiscal é autorizado, a partir de agora, esse envio não será mais automático caso o destinatário da nota não tiver um email válido no seu cadastro. Até agora, quando não havia um email no cadastro, o sistema pedia o email. Porém, isso estava gerando muitos transtornos, principalmente no envio de notas em massa.
    Obs.: o envio do email manualmente, ou seja, através dos menus, continua da forma anterior, ou seja, vai pedir um email de destino quando não houver um email cadastrado para o destinatário do documento;

  3. Nos módulos de NFe e NFCe foi reativado o menu para importação de XML de notas antigas. Essa opção é apenas para aqueles casos em que não foi feita a importação de todos os XMLs quando da atualização 10.15.1 e 10.15.7 (lá em outubro/2020 e janeiro/2021, respectivamente) e, eventualmente você precisa imprimir um DANFe de uma ou outra nota emitida antes da versão 10.15.1;

  4. Incluídas diversas novas bandeiras para recebimentos via cartão de crédito/débito;

  5. Disponível tabela IBPT versão 21.1.I, com validade de 01 a 30/06/2021. Mais informações sobre essa tabela, analise o tópico 158 do manual de ajuda GFIL;


Versão 10.16.1 - 07/05/2021

  1. Melhorias no controle/liberação da licença de uso. Por isso, no primeiro acesso ao sistema após esta atualização, será necessário efetuar uma nova liberação da licença. Mas o sistema vai avisar e já lhe apresentar a tela de liberação. Basta aceitar os termos e pressionar F8 para obter a chave on line e liberar.
    Lembrando que conforme contrato de uso, o nome fantasia do cadastro da filial dever ser o mesmo que constar no registro da licença.
    Atenção: clique aqui e confira se os dados de sua licença estão exatamente iguais aos dados que você tem informado no seu GFIL (módulo de cadastro da empresa/filial), inclusive inscrição estadual;

  2. Novo módulo de geração de boletos on line, agora do banco Inter - menu "Contas -> Gerenciamento de Boletos -> Emissão - Banco Inter". O processo é bastante simples. Porém é preciso criar sua API no painel do banco, o que também é bastante simples. Após criada a API de boletos lá, você terá a opção de baixar dois arquivos (.crt e .key). Coloque ambos esses arquivos na pasta GFIL\Boletos\ e renomeie-os para Inter_API_Certificado.crt e Inter_API_Chave.key. Veja mais detalhes no tópico 184 do manual de ajuda do sistema.
    Obs.: para quem não sabe, o banco Inter disponibiliza até 100 boletos mensais sem tarifa para conta PJ e 30 para PF;

  3. Mudança há muito solicitada por vários usuários, finalmente sendo atendida.
    Módulo de operadores, mais especificamente na atribuição de poderes.
    A partir de agora teremos 3 níveis de status de operadores. O antigo termo de status de operador "SuperOperador" foi modificado para "Master". Além desse status temos o operador limitado, que já existia e agora o novo status "Administrador".
    Na transição (atualização da versão), todos os antigos superoperadores recebem status de administrador. Caso deseje, esse status poderá ser alterado, exceto para o operador 1, o qual sempre deverá ser administrador.
    Na tela de edição de poderes, agora tem uma nova aba "Poderes Administrativos". Como você vai poder conferir nessa aba, alguns poderes, que antes eram exclusivos de um superoperador, agora podem ou não ser atribuídos a qualquer operador. Porém, essa atribuição só pode ser dada por um operador administrador. Além de poderes que já existiam, um novo foi incluído: é o poder para atualizar a versão do sistema via GFIL. Com esse novo poder, você poderá definir que apenas determinado(s) operadore(s) consigam efetuar a atualização via botão GFIL, evitando-se assim iniciar-se uma atualização "acidentalmente" por algum operador desavisado.
    É importante ressaltar que esse novo poder não bloqueia o processo de atualização pelo download do arquivo do site GFIL. O bloqueio é apenas da atualização pelo botão de atualização dentro do GFIL.
    Atenção: a atualização do sistema continua sendo obrigatória ser feita mensalmente, condição constante inclusive no contrato de uso do sistema. Essa nova opção de se configurar qual operador será o responsável pela atualização é apenas para uma maior segurança nessa atualização. Você pode definir um operador responsável pelo TI e atribuir essa tarefa/poder a ele.
    O poder "Pode restaurar backup e parametrizar backup automático" também segue esse critério, ou seja, é um poder administrativo, mas pode ser atribuído a um operador limitado.
    Obs.: esses dois poderes/tarefas de atualização e backup são os únicos dessa nova aba que podem ser desabilitados para um operador administrador. Você poderá, por exemplo, ter o operador 1 com status de administrador, mas com essas duas opções desabilitadas. Logicamente que, no caso de um operador administrador, essa desabilitação é apenas para indicar ao operador que ele não deve efetuar a atualização/backup, pois, caso esse operador deseje, ele poderá, a qualquer momento incluir um outro operador com esses poderes e aí executaria essas ações;

  4. Na importação de produtos via arquivo XML, o sistema não estava permitindo uma NFe cujo emitente fosse um CPF. Corrigido;

  5. Módulo MDFe: na aba "Dados do MDFe", nos quadros "Carregamento" e "Descarregamento", havia um campo do CEP. Esses campos estavam no local errado. Esses 2 CEPs referem-se ao CEP do carregamento e descarregamento do "Produto Predominante". Da forma que estavam dispostos esses 2 campos, passava a impressão que seriam os CEPs do carregamento inicial e final do MDFe. Os campos foram movidos para a aba "Dados de Transporte", quadro "Produto Predominante";

  6. Ainda no MDFe, agora será possível incluir mais de um reboque no quadro "Veículos que farão o transporte", aba "Dados de Transporte". Houve também uma pequena modificação no layout na disposição dos campos dessa aba;

  7. No DACTe, o valor dos tributos aproximados (lei da transparência) estava sendo impresso no quadro das informações de interesse do Fisco. O correto é que essa informação fique no quadro "Observações". Corrigido;


Versão 10.15.11 - 08/04/2021

  1. Nas telas de recebimentos de vendas, comandas, etc. estão liberados os tipos de pagamento depósito e transferência bancária e PIX. Lembrando sempre que os códigos informados no GFIL também serão registrados depois na notas fiscais vinculadas à venda.
    Atenção: o código 99-Outros, em breve será excluído, pois as SEFAZ não aceitarão mais esse código. Por enquanto o GFIL ainda vai aceitar esse código, mas recomenda-se não usá-lo mais;

  2. Módulo de manifestação de destinatário foi reformulado. Agora as consultas de notas ficarão gravadas e podem ser listadas nessa tela sem nova consulta.
    A mudança traz uma melhor dinâmica a esse módulo sem ter que ter internet para verificar uma nota emitida "contra" seu CNPJ, desde que ela já tenha sido consultada anteriormente, é lógico. Mas o principal benefício da mudança é que ajudará a evitar a ocorrência do "consumo indevido" na SEFAZ. Esse consumo indevido é bastante delicado, pois, sua ocorrência com frequência pode gerar bloqueios de 1 hora, 1 semana e até 1 mês do seu CNPJ na SEFAZ, além de outras sanções.
    Veja mais detalhes no tópico 129 do manual de ajuda do sistema;

  3. Corrigido erro na alteração manual de preço de custo, o sistema não estava atualizando automaticamente os preços de venda das tabelas que estavam habilitadas para atualizar;

  4. Corrigido erro de access violation que ocorria em algumas telas (comandas, vendas e outras). O problema acontecia sempre depois que se fazia uma consulta ao resumo financeiro do cliente utilizando as teclas CTRL + Espaço;

  5. Mudanças/melhorias GFILMob:
    a) Opção para se incluir quantidades fracionadas de produtos em vendas e orçamentos. Seguirá o mesmo padrão do GFIL, ou seja, de acordo com o que estiver configurado nos parâmetros gerais;
    b) Nova forma de se inserir o valor em campos com decimais (estoques, valores em R$ e percentuais). Dessa nova forma ficará mais fácil e seguro se informar valores fracionados. Teste a versão beta e nos envie sua opinião sobre esta mudança;

  6. Mudanças decorrentes da NT 2020.006: módulos de NFe e NFCe implementados os campos para se informar o CNPJ e ID do intermediário, quando houver. Esses campos só devem ser preenchidos se o campo "Indicativo do Intermediador" for igual a 1, ou seja, se sua empresa efetua vendas através de sites/plataformas de terceiros, como Mercado Livre, por exemplo;


Versão 10.15.10 - 19/03/2021

  1. A conexão "Estação Web" não mais usará componentes RW de conexão. A conexão será direta (sem a terceira camada). Com isso tornar-se-á desnecessária a instalação/execução do GFILServer.
    Observações:
    a) Para o GFILMob e GFILNet continua sendo necessário o GFILServer instalado e ativo;
    b) Se você tinha o GFILServer rodando no servidor apenas para conexão via estação web, ou seja, se não usa o GFILMob e/ou GFILNet, pode desativar o GFILServer e excluir o arquivo GFILServer.exe;

  2. Estamos migrando de versão da linguagem de programação (Rad Studio - Delphi Sidney 10.4). Em consequência disso, em alguns aparelhos de celular, para executar a reinstalação do GFILMob, será preciso primeiro desinstalá-lo. A simples atualização poderá não ser aceita, dependendo do Android instalado;

  3. Nas telas de recebimentos foi incluído o campo "Autorização da operadora". Poderá ou não ser informado quando houver recebimentos no cartão. Esse dado é depois incluído no XML das notas fiscais emitidas;

  4. Nos módulos de vendas e comanda, um produto configurado como balança de checkout agora poderá ser inserido também de forma manual (sem leitura do peso). Até agora, ao tentar inserir um produto manualmente e este estivesse setado como de balança de checkout no cadastro dele, o sistema bloqueava a inserção. Agora o sistema vai fazer apenas um alerta, mas vai permitir que seja inserido;

  5. Tendo em vista as frequentes inclusões e exclusões na tabela oficial de NCMs e a não tempestiva atualização dessas alterações pelo IBPT, a partir de agora, o GFIL não vai mais bloquear um NCM - no cadastro de produtos e emissão de notas -, caso ele não esteja na tabela IBPT. Será apenas emitido um aviso alertando que aquele NCM pode ser inválido;

  6. Nos parâmetros fiscais da NFe, quadro "Dados Padrão Inicialização de NFe" foi incluído o campo "Tipo de Atendimento (indicador de presença)". O valor informado nesse campo dos parâmetros será alimentado automaticamente ao se iniciar uma NFe de venda no campo de igual nome da nota;

  7. Mudanças decorrentes da NT 2020.006.
    a)No módulo de NFe, aba "Dados da Nota", foi incluído o campo "Indicativo do Intermediador". Quando o "Tipo de Atendimento (indicador de presença)" for igual a 1, 2, 3, 4 ou 9, esse dado precisa ser informado.
    A NFCe agora também terá essa regra desses campos "Tipo de Atendimento (indicador de presença)" e "Indicativo do Intermediador". Porém, no caso do módulo de NFCe ainda não havia nenhum dos dois campos. Ambos foram criados agora. Outra diferença relacionada a esses campos na NFCe é que, ao se iniciar uma NFCe, ambos esses campos serão alimentados automaticamente pelo GFIL com os valores "1 - Operação presencial' e "0 - Operação sem intermediador", respectivamente, sem opção de parametrização. Obviamente que eles poderão ser alterados antes de se enviar a nota, se for necessário;
    b) Nas telas de recebimentos, agora o tipo de pagamento 08 será somente para transferência bancária. Até agora esse código valia tanto para transferência, como para depósito em conta;
    c) Ainda nas telas de recebimento, foram incluídos os tipos de pagamento: 14-Depósito bancário e 15-Pagamento instantâneo(PIX). Esses novos tipos de pagamento estarão disponíveis para uso a partir de 05/04/2021, que é quando a NT entra em vigor em produção;

  8. No GFILMob, módulo de comandas, foi incluída opção para se imprimir o pedido agrupado por categoria. Marcando-se essa opção, todos os itens do pedido serão impressos em um único ticket, sem cortes entre os itens de uma mesma categoria;

  9. No módulo de NFe foi incluída uma opção para se informar o dado "Informações de interesse do Fisco" (tag infAdFisco). Até agora o sistema gerava esse dado, mas apenas de forma automática, sem opção para o usuário alterar/incluir informações. Ver imagem.
    Obs.: não confunda informações complementares de interesse do Fisco com o espaço no DANFE "reservado ao Fisco". Este é apenas um espaço físico no DANFE e não é um dado da nota. As informações complementares, tanto as de interesse do contribuinte, como as de interesse do Fisco, serão impressas no DANFE no quadro "Informações Complementares";

  10. Módulo NFe: o valor do FCP ST, campo "Valor ICMS FCP ST" da aba de ICMS substituição passa a ser somado no valor da nota. Até agora o GFIL não somava esse valor na tag vNF do XML e, por conseguinte, no DANFE. Apesar de que, estranhamente isso não gerava rejeição em NFes que tinham esse dado não informado, isso era errado, pois a NT 2006.002 v150 define que o valor de vFCPST deve compor o total da nota;

  11. No módulo de MDFe agora tem opção para iniciar um MDFe avulso informando-se apenas a chave do documento fiscal a manifestar;

  12. No módulo de comandas (tela de pagamentos) foi incluído um campo para se registrar informações adicionais, as quais serão impressas no ticket do detalhamento de consumo;

  13. Na NFe, aba de "ICMS Normal - Op. Própria", campos de FCP (base de cálculo e alíquota). Quando um desses dois campos forem alterados, o GFIL já calculará o valor do valor FCP;

  14. Na teal de venda balcão foi incluído o campo "Valor ICMS Deson.". Em NFes que tenham valor do ICMS desoneração, esse dado precisa ser descontado do total da nota e também do valor dos pagamentos recebidos. Por isso, é preciso informar esse dado já na venda, para que os valores recebidos levem em consideração esse desconto, quando for o caso;

  15. Renovação da licença agora pode ser paga via PIX;

  16. Módulo de geração de boletos Iugu agora tem opção para geração de cobrança via, além do boleto que já existia;


Versão 10.15.8 - 29/01/2021

  1. Implementações no GFILMob:
    a) opção para fazer lançamento de ajuste de estoque. Clique aqui e veja mais detalhes;
    b) opção para visualizar fotos de produtos. Clique aqui e veja mais detalhes;
    c) bloqueio do botão voltar do aparelho. Isso evita de iniciar uma operação (venda, orçamento, ...) e acidentalmente fechar o app sem que a operação tenha sido finalizada;

  2. Disponibilizada a nova tabela IBPT 21.1.A com validade de 01/02 a 30/04/2021. Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;


Versão 10.15.7 - 17/01/2021

  1. A partir desta versão, os XMLs de notas eletrônicas modelo 65, não mais serão gravados em arquivos. Agora o sistema guardará essas informações no próprio banco de dados.
    Essa mudança já foi iniciada anteriormente com a alteração da forma de gravação dos XMLs das NFes (nota 55), a qual, inicialmente, também era gravado em arquivos e depois passou a ter o XML gravado no banco de dados.
    Entre outras vantagens, esta forma de se guardar os XMLs facilita a emissão desses documentos via rede e, principalmente pelo GFIL estação web (pela internet).
    Atenção: não seria necessário lembrar, mas ressaltamos que o devido cuidado, manuseio e guarda das cópias de segurança (backups) torna-se ainda mais importante. Se você é um daqueles usuários que ainda não dá a devida importância para o backup porque nunca teve problemas com os dados, lembre-se que não existe nenhum outro lugar que você possa recuperar seus dados além do backup que você precisa gerar. O sistema oferece todas as opções, inclusive o backup automático. Mas cabe ao usuário cuidar e proceder para que tudo seja feito corretamente. No tópico número 7 do manual de ajuda você encontra mais detalhes/orientações sobre o backup.
    Observação: na tela de NFCe foi incluído o menu "Diversos -> Capturar XMLs Antigos". Essa opção vai "trazer" para dentro do banco de dados, os XMLs emitidos há mais 60 dias. Utilize essa opção caso queira registrar os XML e não mais guardar esses arquivos. Porém, antes de fazer isso, lembre que, dependendo da quantidade de notas já emitidas, seu banco de dados poderá "inchar" bastante, ou seja, ficar bastante grande. Então, só faça isso se realmente entender necessário. Guarde esses XMLs antigos como vinha guardando até agora, ou seja, um cópia do próprio arquivo em local seguro.
    Porque essa importação acima mencionada trará os XMLs só das NFCes com mais de 60 dias? Porque, apesar de ainda gravar os XMLs em arquivo, o GFIL já vinha também guardando, nos últimos 60 dias, os XMLs no banco de dados. Então, notas emitidas há menos de 60 dias não precisam ser importadas. Repetindo: só faça essa importação se achar realmente necessário;

  2. Com a alteração detalhada no item anterior, não mais será necessário o compartilhamento da pasta GFIL na rede e tampouco o mapeamento e configuração da unidade mapeada.
    Essa mudança também permitirá a emissão de qualquer documento fiscal no GFIL em qualquer tipo de instalação (servidor, rede local, rede estação web, multibancos e estação com servidor Linux);

  3. No módulo de cadastros de textos para relatórios e contratos (menu Utilidades), agora tem um novo botão "Reverter Texto Para o Original do GFIL". Clicando nesse botão, o GFIL mudará o texto daquele item para o texto original (quando o sistema foi implantado);

  4. Módulo de emissão de boletos, incluída a carteira 02 para banco Bradesco;

  5. Nos campos nome e razão social dos cadastros (clientes, fornecedores, etc.) passa a ser permitido o caractere "&" (e comercial). A recomendação é não usar, pois poderá gerar inconsistências em arquivos XML de documentos fiscais, já que esse caractere pode ser interpretado como um comando e não como uma string simples.
    Obs.: nas descrições de produtos e outros, esse caractere continua não sendo aceito;

  6. No módulo de ajuste de estoques de produtos foi incluído o menu "Zerar estoque de todos os produtos com saldo negativo";


Versão 10.15.6 - 17/12/2020

  1. Mudanças no GFILMob 3.9.3
    a) Agora vai permitir alterar o valor unitário do produto na venda e orçamento. É necessário que o operador tenha esse poder habilitado no seu cadastro no GFIL;
    b)Nas listagens de clientes tem uma nova opção para verificar dados do cliente como, endereço, email, telefones, dados financeiros, acessar o Google Maps, enviar SMS entre outras;
    c) Opção de conexão multi bancos;
    d) Na tela de produtos, agora será possível pesquisar o produto pelo código de barras, inclusive podendo ler uma etiqueta de código de barras ou qrCode;

  2. Nos tickets de venda, consignação, orçamentos e ordens de serviço, agora a coluna total do item vai imprimir o valor líquido do item, considerando eventuais descontos ou acréscimos aplicados naquele item.
    Nos dados dos clientes (endereço, fones, etc.) e também nos totais desses mesmos relatórios acima mencionados, foi feita uma melhoria no layout e padronização para imprimir todos os dados do cliente e, nos totais, imprimir apenas imprimir o item se houver valor nele;


Versão 10.15.5 - 30/11/2020

  1. Esta nova opção é mais direcionada para prestadores de suporte e que possam oferecer serviço (próprio ou terceirizado) de hospedagem em nuvem. Mas nada impede de que seja utilizada/implantada por você usuário, desde que tenha conhecimento básico em TI.
    A mudança traz três novas opções de conexão do GFIL com o banco de dados. São aquelas opções que aparecem na tela de login, quando você clicar em "Mudar Conexão". Essa lista de opções também aparece na instalação inicial do sistema.
    Além dos tipos de conexão que já havia (servidor, estação local e estação web), agora teremos a "Multi BD - Servidor" "Multi BD - Estação Web" e "Multi BD - Estação Server Linux". Com essas novas opções será possível você hospedar múltiplos bancos de dados no mesmo servidor e fazer a conexão a bancos de dados diferentes mudando o novo campo "ID do Banco" que aparece na tela de configuração da conexão. O valor desse campo deverá ser o mesmo nome da sub pasta detalhada na descrição abaixo, ou seja, o CNPJ válido.
    O ideal é que cada banco de dados seja acessado em uma máquina específica para evitar confusão. Contudo, é possível, a cada acesso na mesma máquina, alterar o banco a ser acessado modificando o valor desse campo "ID do Banco".
    Como vai funcionar esse novo campo?
    Você deverá colocar cada arquivo de dados dentro da pasta \PastaGFIL\Dados\CNPJ_CPF\ no servidor. Esse "CNPJ_CPF" deverá ser obrigatoriamente o CNPJ ou CPF do cliente/usuário GFIL. Ex.: no cliente a, considerando que você instalou o sistema na pasta padrão, o path do banco ficará assim: C:\SistemaGFIL\Dados\CNPJ_A\INFOLIVRE.FDB; cliente b: C:\SistemaGFIL\Dados\CNPJ_B\INFOLIVRE.FDB. E assim por diante.
    Já no Linux, o path será /pathHome/PastaGFIL/Dados/CNPJ_A/INFOLIVRE.FDB.
    Obs.: no Linux, o nome do arquivo deverá estar obrigatoriamente todo em maiúsculo.

    Atenção: se você for usar essa opção, tenha muito cuidado com o gerenciamento dos arquivos de dados no servidor. Eles terão sempre o mesmo nome. Apenas a pasta de localização será diferente. O manuseio errado desses arquivos ou mesmo login de acesso mal configurado, poderá fazer com que um usuário acesse o banco de dados de outro usuário ou ainda pior, alguém desavisadamente copiar um InfoLivre.fdb de um cliente para a pasta de outro, sobrepondo-o, o que logicamente eliminará o arquivo sobreposto.
    Se você for criar/gerenciar esse servidor, tenha certeza que somente pessoas altamente qualificadas tenham acesso aos arquivos. É importantíssimo também que as filiais registradas em cada banco de dados tenham senhas de acesso muito fortes e que sejam conhecidas apenas por aquele usuário dono do banco de dados.
    Também é imprescindível que você tenha um rigoroso sistema de backups. Os fornecedores de cloud server oferecem serviços de snapShot. Não deixe de contratar;

  2. Para uma maior segurança, a utilização da estrutura multi bancos vai necessitar de uma autorização especial de um super operador que deverá ser feita marcando-se a nova opção "Permitir conexões do tipo multi bancos de dados" nos parâmetros gerais;

  3. O gerenciador de backups automático (BackupGFIL.exe) agora poderá ser executado também nas estações (em todos os tipos de conexão). Mas será opcional.
    Nas instalações novas será possível marcar essa opção para instalá-lo ou não durante a instalação. Naquelas máquinas estação já instaladas, caso você queira rodar o gerenciador de backups, basta copiar esse arquivo BackupGFIL.exe do servidor para a pasta GFIL da estação. Assim que você executar o GFIL, o gerenciador de backup será carregado e, dali em diante, acionado sempre que o Windows foi ativado. Lembrando que é necessário configurá-lo em cada máquina através do botão "Backup" da tela principal do GFIL;

  4. A partir desta versão não haverá mais aqueles arquivos .txt, cujo conteúdo era usado pelo sistema na impressão da ordem de serviço, termo de retirada de produtos do módulo de consignação, termo de garantia de ordem serviço, carta de cobrança em contas a vencer, etc.
    O sistema continuará com a opção para se editar esses textos. Porém, agora você fará isso diretamente no sistema através do novo menu "Utilidades -> Textos Para Relatórios". Veja mais informações no tópico 183 do manual de ajuda.
    Em consequência desta alteração, não será mais necessário salvar esses arquivos no backup e, portanto, o backup gerado pelo sistema não mais gerará o arquivo com extensão .per, apenas o .bck;


Versão 10.15.3 - 30/10/2020

  1. No cadastro de operadoras de cartão, agora será possível definir taxas de desconto e dias para retorno individualmente, por bandeira. A taxa pode também continuar única, da forma que era até agora, ou seja, uma única taxa para cada tipo de cartão e para todas as operadoras;


Versão 10.15.2 - 23/10/2020

  1. Disponibilizada a nova tabela IBPT 20.2.B com validade de 01/11 a 31/01/2021. Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;


Versão 10.15.1 - 09/10/2020

  1. A partir desta versão, os XMLs de notas eletrônicas modelo 55 não mais serão gravados em pastas. Agora o sistema guardará essas informações no próprio banco de dados.
    Essa mudança já foi iniciada anteriormente com a alteração da forma de gravação dos XMLs do MDFe, o qual, inicialmente, também era gravado em arquivos e depois passou a ter o XML gravado no banco de dados.
    Entre outras vantagens, esta forma de se guardar os XMLs facilita a emissão desses documentos via rede e, principalmente pelo GFIL estação web (pela internet).
    Atenção: não seria necessário lembrar, mas ressaltamos que o devido cuidado, manuseio e guarda das cópias de segurança (backups) torna-se ainda mais importante. Se você é um daqueles usuários que ainda não dá a devida importância para o backup porque nunca teve problemas com os dados, lembre-se que não existe nenhum outro lugar que você possa recuperar seus dados além do backup que você precisa gerar. O sistema oferece todas as opções, inclusive o backup automático. Mas cabe ao usuário cuidar e proceder para que tudo seja feito corretamente. No tópico número 7 do manual de ajuda você encontra mais detalhes/orientações sobre o backup.
    Observação: na tela de NFe foi incluído o menu "Diversos -> Capturar XMLs Antigos". Essa opção vai "trazer" para dentro do banco de dados, os XMLs emitidos há mais 60 dias. Utilize essa opção caso queirar registrar os XML e não mais guardar esses arquivos. Porém, antes de fazer isso, lembre que, dependendo da quantidade de notas já emitidas, seu banco de dados poderá "inchar" bastante, ou seja, ficar bastante grande. Então, só faça isso se realmente entender necessário. Guarde os XMLs antigos como vinha guardando até agora, ou seja, um cópia do próprio arquivo em local seguro;

  2. Em consequência das mudanças em relação a essa questão do XML, detalhada no item acima, não mais será necessário efetuar o mapeamento e compartilhamento da pasta do GFIL na rede para emissão de documentos fiscais em estação local ou estação web.
    Por outro lado, agora será necessário ter os arquivos schemas em todas as máquinas onde for emitir documento fiscal eletrônico. Como instalar os schemas nas estações? Analise otópico 181 do manual de ajuda.
    Obs.: essa dispensa do mapeamento por rede, por enquanto, ainda não vale para NFCe. Esse módulo ainda necessitará da busca de arquivo pela rede;

  3. O menu "Danfe -> Gerar Arquivo .PDF" da tela de NFe foi excluído. A geração do PDF agora pode ser feita pelo menu "DANFE -> Imprimir";

  4. Criado o "Relatórios -> Produtos Movimentações -> Agrupado Por Produto";

  5. A partir de agora passa ser obrigatório que o email informado no registro da licença no sistema de controle do desenvolvedor GFIL seja o mesmo email informado no cadastro da filial no sistema GFIL;

  6. Em nota técnica recente, as SEFAZ criaram um novo evento que pode ser incluído no CTe de uma NFe. É o comprovante de entrega, o qual é registrado pela transportadora assim que a mercadoria é entregue ao destinatário.
    Quando você fizer a consulta de notas no módulo de manifestação de destinatário do GFIL, esse evento será listado no grid da tela;


Versão 10.14.22 - 23/09/2020

  1. Implementado o módulo de "Controle de Entregas". O objetivo desse novo módulo é proporcionar a opção para se efetuar controle de entregas de produtos vendidos em vendas.
    Será possível registrar a entrega de toda a venda (todos os itens) ou apenas um ou mais itens e ainda de forma parcial da quantidade em cada item. A ideia principal é permitir um controle para aquelas vendas que são feitas em volume grande, mas a retirada do produto pelo cliente é feita de forma escalonada e em data futura. Mas da forma que o módulo foi projetado, poderá também ser utilizado para controle de venda que a empresa precisa entregar. Com esse módulo poderão ser controladas quais vendas já foram entregues e quais não.
    O módulo poderá ser acessado por 2 menus: na tela principal "Produtos -> Vendas -> Controle de Entregas"; no módulo de venda normal, "Opções -> Controle de Entregas".
    Orientações completas você encontra no tópico 180 do manual de ajuda;

  2. No módulo de devolução de compras foi incluído um campo específico para se indicar o valor do frete de cada item, se for o caso. Lembrando sempre que nem todo frete que constar em uma NFe vai ser impresso no DANFE, pois essa impressão vai ainda depender do campo "Modalidade de Frete" que você indicar no preenchimento final da NFe;


Versão 10.14.21 - 11/09/2020

  1. O carnê de parcelamentos de vendas teve o layout melhorado;

  2. O prazo da versão de avaliação passa a ser de 30 dias;


Versão 10.14.20 - 25/08/2020

  1. No módulo de SMTP foi incluído um grupo de campos para configurar cores e tipo da fonte nos emails e cor de fundo. Isso permitirá que você personalize um pouco o layout de seus emails enviados pelo GFIL;

  2. Na geração de arquivos (menu "Utilidades") para os produtos, agora há duas novas opções: filtrar produtos de uma determinada compra e indicar a quantidade de linhas a serem geradas. Com esta última opção, poder-se-á gerar vários registros do mesmo produto. Útil se você for importar o arquivo para geração de etiquetas em sistema de terceiros;

  3. Na importação de base de dados parcial com base no tópico 89 do manual de ajuda, o sistema não estava importando o estoque corretamente quando se marcava essa opção;

  4. Nas situações de MDFe foi incluída a situação "9 - EncerrFisco". Quando não é feito o encerramento tempestivamente, a SEFAZ encerra o MDFe de ofício. Essa nova situação no GFIL permitirá diferenciar os MDFes que foram encerrados pela SEFAZ. Para mais informações sobre esse encerramento, consulte sua assessoria fiscal, pois esse não encerramento no prazo definido pela SEFAZ poderá gerar transtornos junto ao Fisco;


Versão 10.14.19 - 20/08/2020

  1. Corrigido erro que ocorria na gravação de compras na versão 10.14.18. Não estava registrando corretamente a entrada do estoque e fator de conversão. Compras que foram gravadas com a versão 10.14.18 precisam ser canceladas e refeitas;


Versão 10.14.18 - 20/08/2020

  1. Relatórios de contas a receber e recebidas de operadoras de cartão, agora podem ser filtradas por débito e crédito;

  2. No envio de e-mail de ocorrência de ordem de serviço, caso tivesse sido enviado e-mail anterior, o sistema não estava zerando os dados desse envio mantendo o texto, misturando os assuntos;


Versão 10.14.17 - 14/08/2020

  1. Nos parâmetros fiscais da NFSe foi incluído o campo para se editar a série da NFSe. Na grande maioria dos provedores, essa série é "ÚNICA". Mas há provedor que é diferente. Com essa opção agora é possível o próprio usuário alterar, quando for o caso;

  2. Na venda balcão foram incluídos os menus "Layout -> Skin 1, 2, 3". Por essas opções poder-se-á mudar o padrão de cores;

  3. Corrigido erro que impedia a impressão da carta de correção porque não encontrava o XML da NFe;

  4. Na ordem de serviço agora será possível utilizar tabelas de preços diferenciadas para peças e mão-de-obra. Para usuários que não quiserem utilizar uma tabela diferente nada muda, já que o sistema alimentará automaticamente a tabela dos serviços assim que for selecioanda a tabela dos produtos;


Versão 10.14.16 - 07/08/2020

  1. Disponibilizada a nova tabela IBPT 20.2.A com validade de 01/08 a 31/10 Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;

  2. No módulo de ordem de produção, quando havia mais de um produto acabado sendo produzido e, nos parâmetros gerais estava habilitada a opção para atualizar automaticamente o preço de custo dos produtos, o sistema não estava fazendo essa atualização;

  3. Na baixa de contas a receber, quando se baixava mais de uma conta por vez e se concedia um desconto, o sistema estava computando inccorretamente o mesmo valor para o desconto em todas as contas no relatório de contas recebidas. O bug não afetava os lançamentos em si (livro caixa ou valor recebido). Apenas a coluna que lista o desconto no relatório é que era apresentada errada;


Versão 10.14.14 - 27/07/2020

  1. Na venda balcão agora será possível mostrar um banner (uma imagem) com dados da empresa ou promoções. Ele ficará fixo na lateral direita da tela (toda altura da tela) e na largura que você configurar pelo menu "Layout -> Largura do Banner". Esta opção deve ser setada individualmente em cada máquina da rede. Também é preciso indicar qual será a imagem, através do módulo de personalizações (menu "Utilidades" da tela principal). A imagem será única para todos os computadores;

  2. Nos parâmetros fiscais, na opção para configurar um email fixo para enviar cópiado e-mail do documento fiscal, esse e-mail lá indicado agora poderá ser diferente em cada filial cadastrada. Até agora, se você acessasse a filial 2, por exemplo, e tentasse mudar esse dado, mudaria também para as outras filiais;


Versão 10.14.13 - 17/07/2020

  1. Na inclusão de movimentos (vendas, compras, etc.), o sistema estava permitindo vincular um cliente ou produto cujo cadastro estava inativo. Isso não condiz com a regra geral do sistema. Para um cadastro ser vinculado a uma venda, esse cadastro precisa estar ativo. O erro foi corrigido;


Versão 10.14.12 - 13/07/2020

  1. No módulo de venda balcão, quando for feita a leitura de um código de barras e esse código não estiver cadastrado, o sistema vai emitir um aviso sonoro (beep duplo). Faça um teste iniciando uma venda balcão e tente inserir um item com um código inexistente. Nos envie sua opinião.
    Obs.: pode não funcionar se a placa mãe de seu computador não permitir ou não estiver habilitada para aviso sonoro via software. Consulte seu TI sobre isso;

  2. No módulo e cadastro de SMTPs foi incluída a opção "Abrir tela de envio (não envia automaticamente)". Naqueles e-mails que essa opção estiver marcada, quando se iniciar o envio de email, ao invés do sistema já transmitir automaticamente o e-mail, ele abrirá uma tela de prévia, onde será possível confirmar os dados e até incluir e/ou alterar eventualmente alguma informação, como, por exemplo, incluir mais emails para receberem uma cópia da mensagem.
    Essa opção já existia no caso de documentos eletrônicos e que era configurável nos parâmetros fiscais. Agora, com esta mudança, todos os SMTPs terão essa opção.
    A opção "Mostrar tela de confirmação do envio" que havia no módulo de parâmetros fiscais foi excluída, pois torna-se desnecessária.

    Ainda no módulo de SMTPs, foi incluída uma opção para se cadastrar um SMTP específico para o envio de orçamentos. Até agora o envio de orçamentos estava atrelado ao SMTP vinculado a opção "Outros envios".
    Mais detalhes sobre utilização de envio de email por SMTPs no GFIL, analise o tópico 36 do manual de ajuda do sistem;

  3. Nas telas de cadastros de clientes, produtos e fornecedores, quando a conexão era por estação web, o sistema não estava habilitando o menu popup do grid, aquele com as opções de inativação, reativação, etc. de cadastros;


Versão 10.14.11 - 05/07/2020

  1. Adequação na geração do XML de MDFe às novas regras de MDFe NT 2020.001, que haviam sido adiadas para 06/07/2020 e que agora entram em vigor;

  2. Se você utiliza certificado A1 não gravado no banco de dados, ou seja, vinculado a um arquivo ou serial na máquina local, após atualizar e antes de enviar uma nota fiscal, você deve efetuar o procedimento de alteração da senha do certificado informada no módulo de parâmetros fiscais no GFIL. Isso é necessário por causa de uma nova criptografia que o sistema passa a usar para gravar essa senha localmente;

  3. Na tela de cadastro de matérias-primas foi incluído o menu "Opções -> Importar Cadastros de XML de NFe";


Versão 10.14.10 - 01/07/2020

  1. Nas opções de configurações de impressão do ticket de venda, orçamento, etc, na aba da impressão em A4, foi incluída a opção para "Imprimir item em 1 linha". Se você desmarcar essa opção, naqueles itens onde a descrição do produto/serviço for mais longa, a impressão fará quebra(s) de linha para imprimir toda a descrição;


Versão 10.14.9 - 29/06/2020

  1. A tela de venda balcão foi toda repaginada com cores mais harmoniosas.
    Obs.:Não haverá mais opção na tela de personalização para mudança do layout. Esse novo layout será fixo. Contudo, caso você queira, poderá elaborar um layout e enviar para o canal de sugestoes@sistemagfil.com.br para análise de incorporação do mesmo. Para isso faça um print da tela de vendas e, em um editor de imagens, vá alterando as cores de fundo, dos campos, dos textos, ...até chegar a um layout de seu gosto e com cores harmoniosas. Se o layout for aprovado pelo desenvolvedor GFIL, ele poderá ser incorporado e disponibilizado para ser utilizado na tela de venda balcão.
    Ainda na venda balcão, também foi incluída opção de "fura fila" para recuperação da última ou penúltiva venda. Veja mais detalhes sobre essa alteração no tópico 28 do manual de ajuda, na parte onde fala do "Menu Outras Opções";

  2. GFILMob: impressão via bluetooth do ticket da venda balcão, DANFE de NFCe, orçamento e conta da comanda, testados e aprovados. Mais detalhes veja este vídeo -> https://www.youtube.com/watch?v=_aTNBQYtFTs&t=1s;

  3. No módulo de orçamentos o campo dos telefones do contato que era somente leitura agora passa a ser um campo editável, ou seja, que você poderá alterar. Na inclusão de um orçamento, o sistema continuará buscando os telefones lá do cadastro do cliente. Mas será possível alterar esse dado no orçamento.
    Porém, com essa mudança, esse dado para a ser um dado do orçamento e, portanto, se você alterar o telefone lá no cadastro do cliente, esse não será atualizado nos orçamentos desse cliente;

  4. A exemplo de como já é nos módulos de CTe, CCe e SAT, a partir desta versão, o módulo de MDFe também não mais gerará arquivo XML na pasta local. O sistema guardará o XML no banco de dados. Isso facilita o controle desses arquivos, em especial na guarda dos mesmos, bem como a recuperação, quando necessário.
    Os XML já autorizados até a versão anterior poderão ser importados para o banco de dados através do novo menu "Diversos - Capturar XMLs Antigos (emitidos na versão 10.13 ou inferior)" que foi incluído na tela de MDFe. Acione esse menu uma única vez e no primeiro acesso a esse módulo após a atualização.
    Logicamente que os MDFe autorizados até agora deve ser armazenados em local seguro para quando forem necessários.
    Mas a melhor notícia é que com essa alteração, agora será possível enviar e fazer todas as demais operações no módulo de MDFe via estação web;


Versão 10.14.7 - 17/06/2020

  1. Nova versão GFILMob 3.9.2 - Mudanças:
    a) Que tal acessar acessar o GFILMob sem digitar a senha? Sim, o acesso com digital já é uma realidade no GFILMob. Atualize seu app e usufrua de mais essa novidade disponibilizada gratuitamente para usuários GFIL;
    b) Agora, fechando do app da forma correta, ou seja, pelo botão da tela principal, o sistema vai registrar o último módulo acessado e, no seu próximo acesso, vai abrir direto esse módulo;
    c) Nos campos de informação de valores e percentuais na venda e orçamento foi melhorada a formatação e cálculo automático do valor total da venda/orçamento;
    d) Ao gravar uma venda o sistema estava utilizando a conta caixa indicada como padrão para venda normal no cadastro de contas caixa. O correto é utilizar a conta caixa indicada como padrão nos parâmetros gerais. Corrigido.

    Não esqueça que é preciso baixar o GFILServer também;


Versão 10.14.6 - 12/06/2020

  1. Para quem grava vendas no GFILMob e utiliza o cliente balcão, agora há uma opção que facilitará a indicação do cliente da venda. Basta marcar o novo checkBox dessa tela que o sistema selecionará o cliente balcão automaticamente, dispensando-se assim, alguns cliques;

  2. Correção no módulo de CTe. Quando o documento vinculado era uma nota de bloco de produtos rural, não estava enviando todos os dados, o que gerava erro;


Versão 10.14.5 - 02/06/2020

  1. No GFILMob, módulos de vendas e de orçamentos, caso o cliente tenha uma tabela de preços vinculadas ao seu cadastro, serão utilizados os preços daquela tabela, ou seja, da mesma forma que já era no GFIL;

  2. O GFILNet passa a listar também contas recebidas e pagas;

  3. No módulo de operadoras de cartão foi incluído um novo campo "Dias úteis". Habilitando essa opção, o sistema desconsiderará sábados, domingos e feriados nacionais nos cálculos dos vencimentos das parcelas a receber da operadora;


Versão 10.14.4 - 17/05/2020

  1. O GFILMob ganha opção para listar NFCes autorizadas.
    Nesse novo menu também estará presente uma opção para se imprimir o cupom fiscal (DANFE) em impressora pareada via bluetooth com o celular. Se você possui uma impressora assim e puder nos auxiliar fazendo um teste de impressão, envie um e-mail para atendimento@sistemagfil.com.br para enviarmos as orientações;

  2. O módulo de importação de base de dados GFIL foi todo refatorado e agora o processo de importação será bem mais rápido.
    Também foi incluída opção para importação das contas a pagar e mais alguns módulos de cadastros, na opção de importação parcial. Na opção de importação total, agora há a opção para se indicar uma outra filial (diferente de 1) cujos dados serão importados.
    Para mais orientações, analise o tópico 89 do manual de ajuda do sistema;

  3. Na tela de pesquisa de cadastros de clientes, o acionamento da telinha que mostra outros dados do cliente e que era acionada pelo F9, agora deve ser acionado pelas teclas CTRL+Espaço. Dessa forma fica no mesmo padrão de teclas dos demais módulos (cadastro de clientes, vendas, orçamentos, consignações, etc..) que também acionam essa tela de outros dados do cliente.
    Essa opção de verificar outros dados do cliente agora também foi implementada no módulo de comandas;

  4. A abertura de uma comanda do tipo "Delivery" agora ganha uma ajudinha. O botão para abrir uma nova comanda agora terá duas opções: o F2 que se mantém com a mesma função de antes, ou seja, chama o mapa de mesas; e o F10. Este, quando acionado, iniciará direto a abertura de uma comanda tipo delivery, sem a necessidade de se fazer a seleção lá no mapa de mesas.
    Nas comandas abertas do tipo delivery, no cabeçalho do grid esquerdo será mostrado o nome do cliente;


Versão 10.14.1 - 01/05/2020

    Atenção: para quem utilliza o GFILMob, GFIL Estação Web ou GFILNet, deve também executar a atualização do GFILServer. No tópico 145 do manual de ajuda você terá o passo a passo para atualização do GFILServer.

  1. Implementado o módulo de CTe - Conhecimento de Transporte Eletrônico.
    Como em todos os demais módulos do sistema você pode aprender sobre seu funcionamento, bem como utilizá-lo, analisando as orientações do manual de ajuda. Neste caso, o tópico 177. Porém, para um aprendizado mais completo e rápido, recomendamos contactar o seu suporte técnico. Caso ainda não possua um, você pode escolher em uma lista de dezenas de revendas GFIL listadas neste site, opção "Revendas - Localizar".
    Além do módulo de CTe propriamente dito, também foram incluídas as opções de emissão do MDFe do CTe e também a CCe do CTe.
    O módulo de MDFe também foi ajustado para permitir gerar o manifesto de CTes, com a inclusão de alguns campos específicos. Nesse módulo de MDFe também foi modificado o layout que agora conta com mais uma aba para melhor distribuição dos campos e grupos de campos;

  2. Sistema ajustado para permitir o envio e impressão de CCe por "GFIL Estação Web". Para mais detalhes sobre essa opção de conexão do GFIL por internet, analise o tópico 159 do manual de ajuda;

  3. No módulo de cadastro de operadores foi incluída a opção "Login simultâneo em mais de um terminal". Para aqueles operadores em cujo cadastro essa opção estiver habilitada, o sistema não bloquear um segundo, terceiro, ...login concomitante, ou seja, esse operador poderá acessar o sistema em várias máquinas da rede sem efetuar o logoff na máquina anterior.
    Atenção: utilize essa opção com a devida cautela. Se um operador, em especial um super operador, esquecer seu código logado em uma máquina, qualquer operador poderá fazer qualquer operação no sistema;

  4. Mudança da versão do GFILMob para 3.9.1. Apenas atualização de update, sem mudanças no aplicativo;


Versão 10.13.28 - 29/04/2020

  1. Disponibilizada a nova tabela IBPT 20.1.B com validade de 01/05 a 31/07. Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;


Versão 10.13.27 - 22/04/2020

  1. No dia 15/04/2020, houve alteração de cadeias de certificados. Em alguns casos é necessários efetuar uma nova instalação dessas cadeias.
    Solicite ao seu suporte técnico para analisar as orientações no portal da receita, neste link -> http://www.nfe.fazenda.gov.br/portal/informe.aspx?ehCTG=false&Informe=wGkZdHaq2CU=;

  2. Nas NFes a consumidor e NFCes emitidas por usuários do RJ, o sistema passa a imprimir automaticamente um texto adicional com os telefones do PROCON e CODECON, conforme determina lei estadual;

  3. Corrigido o erro no módulo de manifestação de destinatário. Em NFes que já tinham um CTe manifestado, o sistema estava listando alguns dados incorretamente na tela.
    Ainda nesse módulo de manifesto, a partir de agora, as operações (ciência, confirmação, etc.) passam a ser registradas no log de operações do sistema;

  4. No cadastro de produtos e também de matérias-primas, quando se incluía um cadastro informando-se o estoque inicial daquele produto/M.P., o sistema não estava fazendo o devido lançamento na tabela de movimentação de produtos/M.P. Por isso, ao gerar um relatório de "Produtos -> Movimentações", esse produto não trazia o lançamento da entrada (estoque inicial). Esse bug, também gerava uma inconsistência no relatório de inventário de produtos quando esse relatório era gerado com data anterior à data do cadastro, o item aparecia no relatório na data base, quando não deveria aparecer, pois foi cadastrado posteriormente àquela data;

  5. Melhorias no GFILNet
    a) Aprimorado um pouco layout em relação às cores e padrão dos grids de listagem;
    b) Opção para se incluir orçamentos, menu "Movimentos -> Orçamentos - Inclusão";
    c) Opção para visualização de fotos de produtos.
    Obs.: lembre-se sempre de baixar novamente o GFILServer, mesmo que este já esteja atualizado;

  6. No módulo de NFe, no menu popup, foi incluída a opção "Download XML (NFe Manifestada pelo Destinatário)";


Versão 10.13.26 - 14/04/2020

  1. No cadastro de SMTPs foi incluída a opção "Enviar uma cópia para mim (remetente)". Marcando essa opção, quando aquele e-mail enviar uma mensagem, o e-mail remetente receberá uma cópia. Mais detalhes sobre envio de email pelo GFIL utilizando SMTP, analise o tópico 36 do manual de ajuda.
    Obs.: em funcção dessa nova opção, o sistema não mais enviará uma cópia automática do e-mail de envio do XML a contabilidade. Caso deseje continuar recebendo essa cópia para o seu email, configure o SMTP marcando essa nova opção;

  2. No cadastro de grupo de tributação foram incluídos 2 novos campos para se informar CFOPs de devolução padrão para compras. Quando você iniciar uma devolução a fornecedor, o sistema vai alimentar esse CFOPs, interno ou externo, conforme o caso;


Versão 10.13.25 - 07/04/2020

  1. Os sub menus de parâmetros (gerais e fiscais) agora têm um menu específico - "Parâmetros". Isso facilita ao acionar os submenus, principalmente os de terceiro nível, já que diminui cliques;

  2. As bibliotecas (dlls) openSSL estão sendo atualizadas. São os arquivos SSLLeay32.dll e Libeay32.dll. A atualização é da versão 0.9.8.33 para 1.0.2.
    Essas .dll são utilizadas pelo GFIL para estabelecer conexões seguras para envios de documentos eletrônicos com TLS 1.2. Este protocolo logo logo será obrigatório para todas as SEFAZ. Essas .dll também são usadas pelo GFIL para envio de e-mail por SMTP, consulta de CEP, entre outras.
    Os novos arquivos têm a mesma função dos arquivos anteriores, mas com versão atualizada, o que deve gerar uma melhora de segurança nas operações acima mencionadas.
    Não é preciso fazer nada. O atualizador fará todo o processo de substituição dos arquivos automaticamente na pasta onde seu GFIL está instalado. Mas talvez seja necessário reiniciar o computador para que a atualização seja completada. Se houver essa necessidade, o atualizador avisará.
    Para quem quer conhecer mais sobre openSSL, visite https://www.openssl.org/;


Versão 10.13.23 - 27/03/2020

  1. Incluída opção para impressão do ticket da locação em bobina. Deve ser configurado nos parâmetros de impressão. Mais informações sobre essa configuração, analise o tópico 135 do manual de ajuda do sistema;


Versão 10.13.20 - 28/02/2020

  1. Implementada a emissão de NFSe de ordens de serviços para as cidades Curitiba-PR, Colombo-PR e Barbacena-MG;

  2. Corrigidas inconsistências nos relatórios de lançamentos bancários e histórico de operações;

  3. F6 no módulo de lançamentos de contas a pagar não estava funcionando;


Versão 10.13.19 - 21/02/2019

  1. Na conexão on line com o servidor de hospedagem GFIL, estava ocorrendo erro de data incorreta. Isso foi corrigido nesta versão;

  2. Estamos iniciando a reativação do módulo de emissão de NFSe - Nota Eletrônica de Serviços. Inicialmente o sistema fará o controle/emissão de notas vinculadas ao módulo de ordens de serviço.
    Como a implementação precisa ser feita município por município, faremos essa implantação gradualmente conforme demanda.
    Participe enviando sua necessidade/opinião para sugestoes@sistemagfil.com.br;


Versão 10.13.18 - 12/02/2020

  1. Nos parâmetros fiscais da NFCe foi incluída a opção "Imprimir DANFE em contingência Off line automaticamente quando não houver internet ativa".
    Marcando essa opção, sempre que você for transmitir uma nota de consumidor (modelo 65) e não houver internet ativa naquela máquina, o sistema imprimirá o DANFE em contingência off line.
    Atenção: um DANFE impresso em contingência, torna aquela nota fiscal um documento oficial, mas que ainda não foi transmitido para a SEFAZ. Você terá um prazo de 24 horas para a transmissão dessas notas para a SEFAZ, sob pena de receber multas e outros transtornos. Converse com seu contador sobre isso antes de enviar notas em contingência.
    Em consequência dessa implementação acima detalhada, entendemos que não mais será necessária a opção "Status para o envio" que havia nessa mesma tela de parâmetros fiscais. Por isso esta opção foi excluída;

  2. No cadastro do contabilista foi incluído o campo senha. Com essa senha será possível o contador acessar o GFILNet. Obs.: as opções que serão disponibilizadas para o acesso por "Contador" no GFILNet serão limitadas;

  3. Várias outras implementações e melhorias no GFILNet.
    Também criamos um tópico de ajuda específico para instalação e configuração do GFILServer. Tópico 145. Não deixe de analisá-lo.
    Obs.: para funcionamento pleno das novas funções do GFILNet, é preciso baixar novamente o GFILServer;


Versão 10.13.17 - 07/02/2020

  1. Criado o "Relatórios -> Cadastros -> Produtos - Dados Fiscais";

  2. Na tela de venda normal foi incluído o menu "Nota Fiscal -> CFe - SAT";

  3. Melhorado um pouco o menu "Documentos Eletrônicos -> Relatórios". Estava com muitos sub menus;


Versão 10.13.16 - 24/01/2020

  1. Disponibilizada a nova tabela IBPT 20.1.A com validade de 01/02 a 30/04. Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;


Versão 10.13.15 - 19/01/2020

  1. No módulo de parâmetros gerais, aba "Parâmetros Diversos", foi incluída a opção "No cadastro de produtos, listar todos os registros". Se você desmarcar essa opção, ao acessar a tela de cadastro de produtos, o sistema vai trazer a listagem do grid vazia (sem nenhum registro). Isso vai agilizar a abertura da tela, principalmente naquelas empresas que tenham uma grande quantidade de cadastros. Analise também desmarcar essa opção se você utiliza o GFIL Estação Web;


Versão 10.13.14 - 11/01/2020

  1. Na tela de emissão de boletos de bancos, agora há uma nova opção para impressão "Layout 80mm (térmica)";

  2. Melhorado o layout e incluídas novas opções de consultas no GFILNet, o qual pode ser acessado em gfilnet.com.br. Tudo sem custos adicionais para usuários GFIL e que pode acessado de qualquer lugar do mundo.
    Para acessar seus dados pelo GFILNet, você precisa instalar e configurar o GFILServer. Para isso analise as orientações dos tópicos 159 e/ou 170 do manual GFIL ou solicite um suporte técnico remoto junto a uma revenda GFIL listada neste site.
    Aguardamos suas sugestões para melhorias e/ou implementações nessa opção;


Versão 10.13.13 - 06/01/2020

  1. Até a versão anterior, quando se alterava a tabela de preços de uma venda em andamento e já havia itens inseridos, o sistema perguntava se o operador queria ajustar os preços desses itens à nova tabela. No nosso entender, essa pergunta não faz muito sentido, já que, em tese, se houve alteração da tabela de preços a ideia é justamente que a venda tenha os preços da nova tabela, tanto nos itens a incluir, como os já inclusos. Além disso, ainda no nosso entender, ficaria estranho uma venda gravada cujos preços de alguns itens são baseados na tabela de preços X e outros itens na tabela Y.
    Por outro lado, recebemos um número considerável de reclamações/sugestões por causa dessa mudança. Muitos usuários têm essa prática de alterar a tabela "no meio" da venda para mudar os preços, mas apenas dos itens dali em diante. Por isso, atentos como sempre estamos, à realidade do dia a dia de nossos usuários, criamos uma opção que acreditamos vá atender ambas as questões, ou seja, dar uma agilidade ao sistema ao não perguntar mais se mantém ou não os preços, mas também permitir àqueles usuários que assim o queiram, poder manter.
    A alteração feita agora: implementado nos parâmetros gerais, aba "De Vendas", a opção: "Ao alterar tabela de preços em um venda/OS/comanda em andamento, atualizar preços dos itens já incluídos";

  2. Criado o "Documentos Eletrônicos -> Modelo 65 - NFCe - Consumidor -> Relatórios -> Autorizadas - Analítico";

  3. Na tela de pesquisa de produtos (F8) agora também listará a marca no grid. Caso você tenha alterado a ordem padrão de listagem dos campos no grid dessa tela, esta alteração poderá fazer com que a listagem volte à ordem padrão do sistema ou o novo campo pode não aparecer no grid. Nesse caso, basta você acionar o menu popup "Mudar Ordem dos Campos", pressionar F3 e depois, se for o caso, reconfigurar a ordem de listagem conforme sua preferência. Obs.: como essa é uma configuração gravada em arquivo local, o procedimento deve ser feito em todas as máquinas da rede;

  4. Liberada a versão 3.9.0 do GFILMob com pequenas alterações de layout nas telas de pesquisas de cadastros;


Versão 10.13.11 - 16/12/2019

  1. No de MDFe agora será possível fazer uma consulta para listar os MDFes pendentes de encerramento na SEFAZ. Basta clicar na nova opção "Não Encerrados" da tela principal de MDFe;

  2. No cadastro de cliente foi incluído um novo campo na aba dados privados. Nesse campo será possível indicar uma tabela de preços padrão diferente para cada cliente. Quando esse cliente for selecionado em uma venda, orçamento, ordem de serviço ou comanda, o sistema alimentará o campo da tabela de preços daquela venda automaticamente. Caso o cliente não tenha uma tabela vinculada, o sistema utilizar a tabela definida como padrão lá no cadastro de tabelas de preços;

  3. Os tickets de venda, OS e consignação, no formato A4, agora também imprimirão uma mensagem final ao cliente, conforme estiver configurado nos parâmetros de impressão. Até agora essa mensagem só era impressa no ticket formato bobina;

  4. Nos pedido de autorizações especiais, quando havia uma liberação relacionada a um cliente, o nome desse cliente não estava sendo mostrado ao operador autorizador;

  5. Na tela de inclusão de NFe avulsa foi incluído um menu para se capturar os itens de uma outra nota. Isso vai facilitar/agilizar a inclusão de uma nova nota que tenha os mesmos itens de uma nota anterior, principalmente quando houver vários itens;

  6. Na tela de pesquisa de clientes (F8) agora, com a tecla F9, é possível abrir uma tela com informações adicionais do cliente. Nessa tela você terá, inclusive, opções para clicar em imagens que abrirão diretamente a localização do cliente no Google Maps ou abrir um chamdo pelo Whats Web;


Versão 10.13.8 - 19/11/2019

  1. Módulo de NFe foram incluídos 3 novos campos na aba de ICMS quando a CST for 51 - Diferimento;

  2. Acreditamos que conseguimos descobrir a causa e, portanto corrigir, o bug que gerava número de documento incorreto nas contas a receber nas vendas balcão;

  3. Antigo menu "Utilidades - Gerar Arquivo Web - Produtos" agora será "Utilidades - Geração de Arquivos". Além da opções anteriores que já havia para gerar arquivo com dados no padrão XML e MySQL, agora também tem o padrão .csv. Este poderá ser utilizado como planilha em Excel ou mesmo ser aberto como texto em um bloco de notas, por exemplo;

  4. Módulo de comandas, mapa de mesas. Agora ao clicar na imagem de uma mesa livre, o sistema não mais perguntará se deseja abrir ou não. Fará a abertura direto. Isso agilizará os procedimentos de abertura da mesa.
    Ainda no módulo de comandas foram feitos alguns ajustes para melhorar a performance. Um bom ganho na rapdidez poderá ser sentido ao se clicar no botão "Mapa de Mesas", que agora abrirá bem mais rápido, especialmente para que tem uma quantidade maior de mesas cadastradas;

  5. Mudamos a cor da linha selecionada nos grids para uma cor mais amigável;

  6. Ajuste para imprimir dezenas de sorteio para "Nota Fiscal Premiada", que será obrigatório em produção a partir de 01/01/2020 para NFe consumidor e NFCe no Mato Grosso do Sul. Por enquanto, e até que a SEFAZ-MS implemente em produção, as dezenas serão impressas somente em notas enviadas em homologação;


Versão 10.13.6 - 11/11/2019

  1. Importantíssimo: esta versão traz uma signficativa e importantíssima mudança na logística de backup (cópia de segurança) dos dados do sistema GFIL. A não observância das orientações ou configurações incorretas ou ainda manuseio incorreto dos arquivos pode gerar perda total dos dados do sistema numa eventual perda, por motivo que for, do arquivo de dados principal, o infolivre.fdb.
    Lembrando sempre que a responsabilidade sobre os arquivos, inclusive geração e manutenção é de total responsabilidade do usuário, conforme cláusula específica constante do contrato de uso do sistema.
    Muito bem, vamos às mudanças que estão sendo feitas nesta versão:
    Criamos uma aplicação à parte, a qual fará o backup de forma automática no servidor GFIL, em datas e horários definidos pelo usuário. Ao executar esta atualização no servidor, o sistema já instalará essa nova aplicação denominada BackupGFIL.exe. Ela ficará ativa e com um ícone no menu tray, aquele menu de ícones que aparece na barra de tarefas do Windows ao lado do relógio. Sempre que o Windows for reiniciado, essa aplicação será ativada automaticamente.
    Contudo e o mais importante, é que você usuário deve obrigatoriamente acessar essa tela através do menu incluído no botão "Backup" da tela principal do GFIL e configurar informando os dados solicitados (pasta destino, e-mail, etc.) para o backup. Para uma garantia maior ainda, recomenda-se criar uma pasta específica para esse fim, no seu computador e sincronizá-la em um servidor de backup em nuvem (Google Drive, Drobox, etc.). Lembrando que essas soluções em nuvem são seguras e com opções gratuitas. Se tiver dificuldades em fazer essa configuração, solicite um suporte remoto de uma de nossas revendas que vão lhe atender prontamente.
    Atenção: esse novo sistema vai facilitar bastante o backup e também torná-lo mais seguro. Contudo, é imprescindível que você faça um acompanhamento "de perto" e periódico dos arquivos gerados para conferir se está tudo sendo processado corretamente.
    Mudanças no GFIL
    a) Excluídos os menus "Utilidades -> Segurança dos Dados- > ...";
    b) Ao clicar no botão "Backup" da tela principal, abrir-se-á um menu com as opções para acesso ao gerenciador, fazer backup manual e restaurar backup. Com o backup automático, esse segundo menu (backup manual), na prática, torna-se desnecessário, mas será mantido para o caso de se desejar fazer um backup especial em determinado momento.
    Observações:
    a) Enquanto você não fizer a configuração da tela de backup, o GFIL mostrará um aviso sobre isso e não mostrará a imagem da sua empresa na tela principal;
    b) Para configurar o backup, você deve acessar a tela através do botão backup acima mencionado. Também é possível abrir a tela de configuração através do menu tray. Porém, nesse caso, essa tela estará com status de visualização, ou seja, a configuração não poderá ser alterada;
    c) A partir de agora o sistema não mais apresentará a tela de backup ao se finalizar o sistema.
    Para informações completas analise o tópico 7 do manual de ajuda do sistema;

  2. No módulo comandas foi incluído o item "Mudar tabela de preços" no menu popup do grid principal. Será útil para aquelas empresas onde o preço pode mudar no momento em que o cliente vai pagar a conta. Hoje é muito comum a empresa ter preços diferenciados para pagamento em cartão e outros tipos. Mas o caixa só vai ter essa informação no momento do fechamento. Com essa nova opção, basta acionar esse menu que o sistema atualizará os preços conforme a nova tabela;

  3. Nos módulos de devolução foi incluída uma opção para se devolver todos os itens da devolução com um clique, não necessitando mais, quando for o caso, incluir todos itens um a um;


Versão 10.13.5 - 05/11/2019

  1. A senha do operador agora não exigirá mais 6 dígitos. Poderá ter de 2 a 6. Apesar de não ser recomendado ter uma senha de 2 dígitos, essa mudança se justifica porque tem muitas empresas que têm apenas 1 operador e ninguém mais tem acesso ao sistema. Aí agiliza o login;


Versão 10.13.4 - 05/10/2019

  1. Nova versão (3.8.0) do GFILMob com as seguintes mudanças (não esqueça que precisa baixar o GFILServer também):

    1. Módulo de inclusão de orçamentos no modo off-line;

    2. Alterado o layout dos grids de listagem para consulta e inclusão de itens nas telas de cadastros de movimentos. Inicialmente essa alteração será apenas na tela de comandas. Mas a ideia é modificar em todas as telas (envie sua opinião sobre a mudança-> sugestoes@sistemagfil.com.br).
      Dentre as mudanças do layout estão: mudanças das cores do grid; mudança do menu de listagem de consumo e mudança de mesa da tela de itens para a tela inicial da comanda; exclusão do botão "Selecionar". A exclusão desse botão vai diminuir um clique (pressionamento) em cada ação de inclusão de dados naquele movimento.
      Todas essas alterações vão agilizar as operações porque haverá menos cliques, mas, principalmente, porque nesse novo layout todas as rotinas de processamento para listagem e inclusões foram refatoradas. Faça um teste em seu aparelho e constate você mesmo(a) esse ganho na performance;

    ;

  2. Nos módulos de venda balcão havia o seguinte bug e que foi corrigido nesta versão: quando uma venda era iniciada e sua finalização ocorria em data posterior, o sistema gravava essa venda com data do dia que ela foi iniciada. Obs.: a situação não se refere a pré-vendas, mas sim a venda efetiva. Essa situação era bastante rara de ocorrer porque somente atinge aqueles usuários que têm expediente na virada do dia, ou seja, após a meia-noite e que fazem controle por hora, em especial nos relatórios de caixa/recebimentos;

  3. Disponibilizada a nova tabela IBPT 19.2.B com validade de 01/11 a 31/01. Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;


Versão 10.12.25 - 16/10/2019

  1. Os processos de autorizações agora terão um novo formato/logística.
    A mudança é o seguinte: no módulo de cadastro de operadores (menu "Operadores -> Alteração de Senha/Email"), agora há um novo campo "Código Autorizador". Cada operador com status superoperador deve ter um código informado nesse campo. Ele é como se fosse uma senha, mas específica para autorizações de operações quando um operador não tiver poderes para determinada operação.
    No log de transações ficará registrado que aquele superoperador deu a autorização.
    Assim que ocorrer uma situação que necessite de autorização, o sistema automaticamente abrirá uma tela com informações sobre a operação e aguardará que um superoperador (qualquer um cadastrado) informe seu código. Esse código poderá ser informado digitando, com leitor de código de barras e ainda por um leitor serial conectado à maquina. Logicamente que, nessas duas últimas formas será preciso que você imprima um cartão com o código autorizador informado lá no cadastro do operador, podendo, inclusive, ser um qrCode.
    No módulo parâmetros gerais foi incluído a opção "Autorizações especiais somente com cartão". Habilitando essa opção, o código de autorização não poderá ser digitado. Nesse caso haverá necessidade de se fazer a leitura do código de barras do cartão do superoperador para liberar a autorização.
    Na tela de consulta log de transações houve modificações com mais opções de filtragem e novos campos.
    A opção de se efetuar a liberação em outra máquina da rede, diferente da máquina onde o operador fez o procedimento, continua. Basta acessar o menu tray (aquele que fica ao lago do relógio do Windows);

  2. Na impressão de boletos Iugu em carnê, agora serão impressos o valor da multa e juros de mora, caso esses sejam indicados na geração do boleto;

  3. No módulo de NFe, aba ICMS operações interestaduais foi incluído um novo campo para comportar a informação do valor da base de cálculo FCP UF destinatáraio (tag < vBCFCPUFDest>);

  4. Tecla F12 agora vai permitir trocar de operador (apenas operador) sem necessidade de fechar a tela aberta.
    Por enquanto, essa funcionalidade está disponível apenas na tela de comandas.
    Obs.: logicamente que não poderá haver uma operação em andamento como inclusão, alteração,...O módulo precisará estar em "Stand By";

  5. O módulo de comandas passa a ter a opção de lançar automaticamente a taxa de serviço como comissão de vendedor. Nos parâmetros da empresa foram criadas 3 opções: Lança taxa de serviço para: a) vendedor da comanda; b) rateando entre vendedores que recebem comissão; c) não lança;

  6. Vários usuários GFIL fazem recebimentos via cartão utilizando um TEF integrado ao sistema, o que aliás é altamente recomendável, pois diminui consideravelmente o trabalho do caixa, além de ser mais seguro e reduzir custos. Se sua empresa ainda não utiliza essa opção, consulte uma de nossas revendas para implementar.
    Contudo, sabemos que na prática, ocorrem situações onde a empresa tem um TEF integrado, mas, excepcionalmente faz recebimento via POS (maquineta avulsa). Quando isso acontece, o GFIL não permitia que se informasse o pagamento via cartão, sendo que nesse caso, era necessário lançar outro tipo de recebimento. Se havia um TEF configurado nos parâmetros, o GFIL só aceitava lançar recebimentos código 2, 3 e 5, com autorização do TEF.
    Isso está sendo alterado nesta versão: a partir de agora, quando houver TEF configurado nos parâmetros gerais e o recebimento for via cartão, assim que informado o código lá na tela de recebimentos, será mostrado um checkBox onde será possível habilitar o recebimento via POS (Point of Sale -> maquineta avulsa).
    Obs.: caso não queira liberar o recebimento via POS, basta desmarcar a opção "Permitir recebimentos via POS" dos parâmetros da empresa, campo este que foi incluído nesta versão.
    Atenção: pode ser que sua SEFAZ não aceite recebimentos por cartão sem TEF. Nesse caso você não pode utilizar essa opção. Converse com seu suporte da área fiscal sobre isso.
    Lembrando sempre que esses pagamentos informados na venda são também lançados na nota fiscal;

  7. O relatório de XML para contabilidade passa a enviar também os arquivos XML de CFe-SAT;


Versão 10.12.20 - 02/10/2019

  1. Para quem incluiu uma nova filial nas últimas versões, no módulo de venda normal, o sistema estava atribuindo indevidamente o vendedor 3 como vendedor padrão de venda. Caso esse vendedor/funcionário não estivesse cadastrado na nova empresa, alguns relatórios podem não ser listados e a comissão pode ter sido lançada incorretamente.
    Caso essa situação de incluir uma nova filial no sistema e você estava com a versão 10.12.10 ou superior, é importante analisar essa questão e rever se as vendas estão todas sendo listadas no "Relatórios -> Vendas Efetuadas -> Sintético";

  2. No módulo comandas agora é possível transferir um item de uma mesa para outra. Utilize o menu popup no grid de itens;

  3. Também no módulo comandas agora será possível imprimir as ocorrências da comanda. A partir desta versão, o sistema passa a registrar em uma tabela específica as ocorrências mais importantes relacionadas àquela comanda, como, por exemplo, exclusão de item, transferência de item de mesa, mudança de mesa, etc.
    Esta novidade será útil para aquelas empresas que têm muitos cancelamentos de item e gostariam que isso ficasse registrado, impresso e vistado pelo responsável para eventuais conferências futuras;


Versão 10.12.19 - 26/09/2019

  1. Nos cálculos automáticos de vencimentos nas telas de recebimentos, onde o GFIL recalcula os vencimentos de acordo com uma string que você informa, esse cálculo ganhou uma nova opção/formato para se passar a string. Agora, além dos formatos que já existiam e que você pode analisar mais detalhes no tópico 171 do manual de ajuda do sistema, agora também será possível informar uma string para que o sistema calcule a primeira parcela para uma X quantidade de dias e as demais parcelas com vencimento sempre no mesmo dia do mês subsequente do vencimento anterior.
    Até a versão anterior, era possível gerar os cálculos sempre para o mesmo dia do mês, mas teria que ser em todas as parcelas, sem opção de definir um prazo de dias fixo para a primeira parcela.
    A string deverá ser informada exatamente neste formato: "XX/1" (sem aspas), onde XX = quantidade de dias da primeira parcela. Num exemplo hipotético teremos: String="15/1" e hoje sendo dia 10/02, numa venda em 3 parcelas teremos os seguintes vencimentos: 25/02; 25/03 e 25/04.

  2. Ainda nos módulos de recebimentos, também foi alterada a rotina que não permitia haver recebimento por depósito junto com outro tipo de recebimento. Agora isso será permitido pelo sistema;


Versão 10.12.18 - 23/09/2019

  1. O Hotmail não aceita mais envio por SMTP com timeout diferente de 0. Isso estava gerando erro em alguns envios pelo GFIL.
    Porém, não é possível setar esse dados para 0 por padrão para todos, pois alguns servidores precisam que seja configurado um timeout. A solução foi criar um novo campo nas configurações do SMTP (menu "Utilidades - Envio de E-mails - Configuração de SMTPs") onde você deve completar essa informação conforme for indicado pelo seu servidor de e-mail. No tópico 36 do manual de ajuda do GFIL você encontra mais informações sobre esse módulo;

  2. Na tela de consulta de produtos menu "Consultas" da tela principal, agora é possível alterar a ordem com que os campos aparecem no grid. Clique com o botão direito sobre o grid e selecione a opção.
    Obs.: essa opção já existia na tela de pesquisa de produtos e cliente da tela de pesquisa (tecla F8);


Versão 10.12.17 - 17/09/2019

  1. Na tela de consulta de preços, estoques, ... de produtos e também na tela de alteração manual de preços de venda, agora há um novo campo "Preço Anterior".
    Esse campo guardará sempre o penúltimo preço do produto em cada tabela de venda.
    No módulo de alteração manual de preços de venda foi incluído o menu "Opções -> Reverter Preços". Essa opção vai permitir que se reverta alguma alteração de preços em massa feita anteriormente. Ao acionar esse menu, o sistema vai atualizar o campo do preço de venda com o valor existente no campo preço anterior. Não é preciso dizer que deve se ter muuuuuuito cuidado ao acionar essa opção;

  2. No cadastro de produtos foi incluído o campo "Composição". É um campo do tipo texto onde pode ser informada a composição daquele produto. Esse dado será exibido lá na tela de pesquisa do cadastro (F8) durante a inclusão de um movimento (vendas, compras, etc.).
    Logicamente que esse dado pode ser utilizado para várias informações, mas seu principal objetivo ao ser criado é permitir registrar dados do produto para serem vistos no módulo de comandas, especialmente na hora do cliente decidir por pedir ou não aquele produto. Nesse momento o garçom pode verificar e informar ao cliente tudo que tem de ingredientes, modo de preparo, etc., daquele produto;


Versão 10.12.16 - 10/09/2019

  1. Liberação para emissão de NFCe via Estação Web;

  2. No módulo de comandas podia ocorrer a seguinte situação: no GFIL um operador iniciava o fechamento e, neste momento, o GFIL faz a soma dos valores e, por consequência, esses valores totais serão utilizados para os recebimentos. Porém, após esse operador iniciar o fechamento, mas antes dele finalizar, um outro operador, via celular, poderia incluir itens. O valor desses itens não seriam considerados lá no fechamento, o que logicamente geraria inconsistências.
    Incluímos uma função que não permitirá mais que isso ocorra;

  3. Os menus para consultar CNPJ no servidor da receita, histórico de operações e painel de informações que estavam no menu "Utilidades", agora estão no menu "Consultas";

  4. Mais opções implementadas na nova tela de consultas do resumo financeiro;


Versão 10.12.15 - 04/09/2019

  1. Criado o campo "Código do Benefício" no módulo de NFe. Visa atender à mudança implementada pela NT 2019.001, tag CBENEF. Dependendo da UF e da CST, esse campo é obrigatório informar. O novo campo está ao lado do campo da situação tributária do item na nota;


Versão 10.12.14 - 01/09/2019

  1. Atenção usuários do Pará: no dia 02/09 sua SEFAZ passa a utilizar um novo web service (o WS do SVRS) para envio dos XMLs de documentos fiscais.
    A mudança ocorre na virada de 01/09 para 02/09, ou seja, no dia 01 a emissão de notas tem que ser feita pelo sistema antigo e, no dia 02, obrigatoriamente ser feita no endereço novo.
    No GFIL faremos a mudança na versão acima informada, a qual será disponibilizada no dia 01 à tarde. Desta forma, será possível enviar notas até o dia 01. Para envio de notas no dia 02, é preciso atualizar a versão do sistema;
    É imprescindível que até o final do dia 01/09 sua empresa revise todas as notas pendentes de finalização como, por exemplo, NFCes emitidas em contingência off line e NFes emitidas em contingência EPEC ou ainda notas enviadas e autorizadas na SEFAZ, mas que no GFIL não tiveram a situação atualizada e estão como iniciadas. Nenhuma dessas notas deve ficar pendente após o dia 1° sob pena de não conseguir atualizar a situação da nota no GFIL, já que o WS será outro. Se tiver dificuldades, solicite já o suporte técnico de uma de nossas revendas para lhe auxiliar nesse processo de transição;

  2. Mais uma solicitação de muito usuários atendida. Estamos iniciando os testes para envio de nota eletrônica via estação web.
    Inicialmente apenas o modelo 55 (módulo de NFe) estará disponível nessa opção. Mas logo também serão incluídos os módulos de NFCe e MDFe.
    Se sua empresa for utilizar essa opção, pedimos que nos ajude enviando seu feedback com os resultados para atendimento@sistemagfil.com.br;

  3. Nas telas de documentos eletrônicos o sistema não mais listará na tela, por padrão, os movimentos iniciados/autorizados há mais de 30 dias. Continua sendo possível incluir esses movimentos na listagem, mas será necessário marcar a opção de filtragem para isso;


Versão 10.12.12 - 26/08/2019

  1. Criada a tela de consulta financeira onde estarão disponíveis diversas informações financeiras de forma resumida. Livro caixa, vendas, recebimentos, contas a receber, pagar, entre outras. Sugestões também são bem vindas.
    A tela será acessível pelo menu "Consultas -> Resumo Financeiro", pelo menu popup (personalizável) e pelo menu tray.
    No cadastro de operadores foi criado o poder "Pode acessar resumo financeiro (menu consultas)";


Versão 10.12.11 - 21/08/2019

  1. Nos módulos de venda balcão e venda normal, quando havia um desconto por atacado definido no(s) produto(s) daquela venda, mas, esse desconto por atacado era de um percentual superior ao permitido ao operador da venda, o sistema exigia autorização de um super operador para liberar a venda com o desconto. Isso não era correto, pois o desconto por atacado é concedido de ofício, ou seja, ele já está previamente autorizado, independentemente do vendedor.
    A partir de agora, se ocorrer essa situação, o sistema não exigirá mais a autorização especial, a não ser que, além do desconto por atacado, o operador ainda conceda um desconto adicional no fechamento da venda;

  2. Na venda balcão, a partir de agora o sistema não vai mais apresentar o número da venda ao se iniciá-la. Esse número será gerado pelo sistema de forma automática, como sempre foi, mas será gerado logo antes do sistema iniciar a gravação da venda e não mais será mostrado para o operador.
    Dessa forma vamos conseguir reduzir substancialmente erros que ocorriam quando havia vários operadores em rede gravando vendas e os sistema acabava atribuindo um número de venda em mais de uma máquina da rede, principalmente quando ocorria muitos cancelamentos de vendas em andamento;

  3. O "Relatórios -> Financeiros Diversos -> Faturamento Mensal" foi melhorado e agora está mais completo incluindo comandas e locações;

  4. Adequado o sistema para atender às novas regras preconizadas na nota técnica 2019.001 V1.20;


Versão 10.12.10 - 15/08/2019

  1. O campo "Operador Vinculado" do cadastro de funcionários/vendedores foi substituído pelo campo "Vendedor Vinculado" no cadastro de operadores.
    Entre outras melhorias, essa mudança vai permitir que seja vinculado um mesmo vendedor a mais de um operador. Será possível, por exemplo, ter vários operadores lançando vendas e a comissão sendo lançada para um mesmo vendedor. Lógico que isso já era possível, mas o operador sempre tinha que selecionar o vendedor lá na hora de incluir a venda. Agora isso será automático, ou seja, assim que o operador lançar a venda, o vendedor que estiver vinculado a esse operador, será alimentado no campo "Vendedor" daquela venda.
    Mas a principal melhoria será a nova opção (detalhada nos itens abaixo) que permitirá termos a possibilidade de vincular cada cliente a um vendedor diferente;

  2. Nos parâmetros gerais, aba dados "Parâmetros Diversos" foi incluído o campo "Ao iniciar uma venda, OS, comanda, ou locação, utilizar o vendedor". Nesse campo você deverá indicar se deseja que, ao iniciar uma venda, o GFIL utilize sempre um vendedor vinculado àquele operador que está gravando a venda ou um vendedor que está vinculado ao cliente da venda.
    Essa opção é apenas para que o GFIL selecione automaticamente um vendedor assim que você indicar o cliente da venda. A opção para você alterar (manualmente) o vendedor daquela venda antes de finalizá-la, continua como sempre foi;

  3. No cadastro de clientes foi incluído o campo "Vendedor Vinculado". Esse campo será "privado", ou seja, cada filial deverá indicar (ou não) qual vendedor é vinculado a cada cliente;

  4. O relatório de cadastro de clientes agora por ser filtrado por vendedor vinculado;


Versão 10.12.7 - 05/08/2019

  1. Criado o módulo de "Cadastro de Unidades de Comercialização". Essa tabela já existia no sistema, mas era fixa e sem opção de inclusões/alterações.
    Não deixe de analisar o tópico 153 do manual de ajuda, onde você encontrará orientações sobre essa nova opção;


Versão 10.12.4 - 25/07/2019

  1. Disponibilizada a nova tabela IBPT 19.2.A com validade de 01/08 a 31/10. Atualize já os NCMs e alíquotas da lei da transparência no seu GFIL e evite atropelos de última hora, pois no dia 01/08 a tabela atual perderá a validade.
    Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;


Versão 10.12.3 - 24/07/2019

  1. Atenção: é importante que seu suporte analise e entenda bem as mudanças desta versão.
    Nas versões anteriores foram feitas algumas alterações em relação à forma de conexão do sistema, ou seja, os "caminhos" utilizados pelo GFIL para se conectar ao banco de dados para leituras e gravações.

    Inicialmente (versões anteriores) havíamos implementado o processo de conexão via 3 camadas, onde o programa GerenciadorFIL se conecta ao banco de dados através de um outro programa, este denominado GFIL Server.
    Esse tipo de conexão foi implementado e disponibilizado nas últimas versões para todas as opções de conexão GFIL, quais sejam: GFIL servidor, GFIL estação local, GFIL estação web e GFILMob.
    Contudo, esse formato de conexão via 3 camadas não se mostrou satisfatório em conexões locais (GFIL servidor e GFIL rede local). Por outro lado, houve um grande ganho na performance do sistema em conexões externas (GFIL rede internet (estação web) e GFILMob).
    Após essas constatações, concluímos que não seria viável manter todas as conexões no mesmo formato de 3 camadas.
    Por isso, a partir desta versão, estamos fazendo algumas modificações, a saber:

    1. As conexões GFIL estação web e GFILMob permanecerão no formato 3 camadas e, logicamente, precisarão do GFIL Server instalado e ativo;

    2. As conexões GFIL servidor e GFIL estação local, voltam ao formato antigo, ou seja, o sistema fará a conexão direta com o banco de dados e, nesses casos, não será preciso instalar o GFIL Server;

    3. A atualização que instalava automaticamente o GFIL Server, agora não mais fará isso. Para quem for utilizar GFIL estação web ou GFILMob, deve baixar o GFILServer.exe pelo menu "Downloads -> GFIL Server" do site GFIL, gravá-lo nas pasta do GFIL, executá-lo uma vez e mantê-lo sempre ativo. Nas reinicializações do computador ele será ativado automaticamente;

    4. Para quem não utiliza GFIL estação web e nem GFILMob, pode (e deve) excluir o arquivo GFILServer.exe que foi instalado na pasta GFIL pelas atualizações anteriores;

  2. A tela de login inicial teve mudanças no layout e recebeu uma opção (botão) para mudar, nessa tela, os dados da conexão, sem ter que reinstalar o sistema;


Versão 10.12.1 - 18/07/2019

  1. Que tal acessar seus dados do GFIL via browser e sem nenhum custo adicional e licença de uso?
    Agora é possível. Basta ter o GFIL Server ativo e liberado para acesso via internet e acessar este link -> https://sistemagfil.com.br/GFILNet/.
    Está bem no início ainda. Apenas listagem de clientes, produtos e contas a receber está funcionando. Mas a ideia é copiar várias opções do GFIL para o GFILNet.
    Participe do projeto sua opinião sobre essa nova opção para sugestoes@sistemagfil.com.br. No assunto coloque "Projeto GFILNet".
    Não conseguiu configurar o acesso externo ao GFIL Server? Chame um suporte remoto de uma revenda GFIL pelo menu "Revendas -> Localizar" acima. Todas estão preparadas para lhe auxiliar;


Versão 10.11.9 - 15/07/2019

  1. Dando continuidade ao projeto RestDataWare, vários novos foram implementados.
    Para acompanhar os módulos já prontos, veja em Projeto RW;

  2. Na tela de pesquisa de cadastros de clientes (F8) agora é possível personalizar a ordem em que os campos aparecem no grid. Essa opção já existia para a pesquisa de produtos. Clique com o botão direito do mouse sobre o grid para mudar a ordem;


Versão 10.11.5 - 06/07/2019

  1. Estamos iniciando a implementação de uma nova tecnologia com componentes RestDataWare e utilização de 3 camadas na comunicação do sistema com o banco de dados.
    As mudanças vão trazer significativos ganhos na performance de leitura e gravação dos dados, principalmente nas conexões via rede (estação local) e via internet (conexão web).
    A mudança para o novo sistema será gradativa, módulo por módulo.
    Ao instalar esta atualização o sistema vai trazer um novo arquivo (GFILServer.exe), o qual será gravado na pasta do sistema e que precisa estar ativo (em execução) para que o GFIL consiga fazer a comunicação com o banco de dados. Mas não se preocupe com nada, pois o GFIL fará todo o processo tanto da criação desse novo arquivo, como na ativação dele.
    Observações importantes:
    a) O GFILServer.exe substitui o GFILMobServer.exe. Se você tinha o GFILMobServer.exe instalado em seu servidor GFIL, esse arquivo deve ser deletado antes de executar esta atualização;
    b) O GFILMob vai utilizar o mesmo arquivo que o GFIL, ou seja, GFILServer.exe. Por isso o GFILMobServer.exe torna-se desencessário;
    c) O GFILServer.exe utilizará a porta 8050. Essa porta precisa ser liberada no Firewall da máquina servidor GFIL. Mas não é necessário nenhum procedimento, pois, assim que o GFIL for executado ele iniciará o GFIL Server e já fará a liberação da porta.
    Veja o tópico 145 para mais detalhes;
    d) Caso você utilize a opção de estação web, vai precisar fazer a o redirecionamento (forward) da porta 8050 no seu roteador para o IP local da máquina onde está rodando o GFIL;


Versão 10.10 - 22/06/2019

  1. Na tela de criação de tabela de preços, menu "Opções" foram incluídos vários novos modelos de balanças paras as quais agora será possível gerar o arquivo .txt com dados de produtos para carga nas balanças, incluindo também a data de validade dos produtos, quando houver;

  2. Disponível a versão 3.4.0 do GFILMob. Mudanças/melhorias dessa versão:
    1) Várias melhorias e padronização de botões e telas de mensagens nas telas de movimentos (vendas, orçamentos, comandas e OS);
    2) Correção nas inclusões de vendas que não estava lançando corretamente quando a venda era a prazo;
    3) Opção para consulta de orçamentos no ambiente off-line;

  3. Disponibilizada a nova tabela IBPT 19.1.B com validade de 01/05 a 31/07. Atualize já os NCMs e alíquotas da lei da transparência no seu GFIL e evite atropelos de última hora, pois no dia 01/05 a tabela antiga perderá a validade.
    Mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;

  4. Na tela de NFe, aba "ICMS', sub aba "ICMS S.T. - Substituição", foi incluído o campo "ICMS Próprio do Substituto", para se informar nas CST/CSOSN 41, 60 e 500, se for o caso. Esse campo refere-se à nova tag vICMSSubstituto. O preenchimento ou não desse campo ficou a critério de cada SEFAZ. Algumas SEFAZ devem passar a exigir esse campo já a partir do 07/05. Enquanto que outras SEFAZ não vão exigir e outras sequer informam se vão ou não exigir e quando. Confirme com seu suporte da área fiscal se sua empresa deve ou não informar esse dado.
    Atenção: no módulo de parâmetros fiscais da NFe foi criado o campo "Informar vICMSSubstituto no XML". Veja com sua contabilidade como preencher esse campo para que o GFIL envie as informações de acordo com o que sua SEFAZ exige. Caso não seja preenchido corretamente, ocorrerá a rejeição 938. Para mais informações, analise a nota técnica 2018.005.
    Obs>: esse campo dos parâmetros é temporário. Assim que todas as SEFAZ conseguirem "se organizar" em relação a essa questão, ele será excluído do sistema;

  5. No fechamento de uma pré-venda, quando a data do fechamento era superior à data da inclusão da pré-venda, o sistema estava fazendo o fechamento com a data da pré-venda. O correto é que a data da venda seja a data do dia do fechamento para que os lançamentos no caixa, contas a receber, etc. fiquem corretos. Corrigido.;

  6. No módulo de parâmetros fiscais da NFe foi incluído um campo - "Largura do Código" - no grupo "DANFE". Esse campo poderá ser ajustado conforme for a necessidade. Quanto maior o tamanho (em caracteres) do código de seus produtos, maior deve ser o valor desse novo campo;

  7. Disponível GFILMob 3.5.0 com várias melhorias, em especial, no quesito performance na listagem dos dados;

  8. No cadastro de produtos, grupo de campos "Prazo de Validade", foi incluído o campo "Dias Validade". Esse campo será útil para quem gera arquivos para balança de retaguarda e cujo vencimento do produto é em uma quantidade de dias a partir da embalagem e não em um prazo fixo. Mais detalhes analise o tópico 37 do manual de ajuda;

  9. Dia 03-06-19, algumas SEFAZ, como é o caso de AM, MS, PE, PR, SC e TO, passam a exigir informações do responsável técnico pelo software no XML. O GFIL completará essa informação automaticamente no XML a partir da versão 9.99.7;


Versão 9.99 - 03/04/2019

  1. Siga o GFIL no Instagram/gfilsistema e fique atualizado com as novidades do sistema;

  2. Nos parâmetros fiscais da NFe foram incluídos 2 novas opções de configuração para impressão do Danfe;

  3. No fechamento de uma comanda, quando ocorria de uma comanda ser aberta por um operador, ter recebimentos parciais feitos por outro operador e o fechamento ter sido feito por um desses dois ou até um terceiro operador, o sistema estava vinculando de forma inconsistente as 3 tabelas envolvidas nesse caso, o que gerava listagem errada no relatório de fechamento de caixa.
    De forma incorreta, a comanda ficava registrada como uma venda do operador que a abriu; os recebimentos ficavam vinculados ao operador que os registrou, que podia não ser nem aquele que abriu e nem o que fechou a comanda; e, o saldo de caixa, era atualizado para aquele operador que fechou a comanda.
    A partir de agora tudo (a comanda em si, o saldo de caixa e os recebimentos) ficará vinculado àquele operador que fechar a comanda.
    Obs.: essa situação só ocorria naquelas empresas que têm controle individual (por operador) do saldo de caixa;

  4. No relatório de caixa foi criada uma opção para que o operador possa gerar esse relatório dos seus próprios lançamentos, mas sem conseguir ver os lançamentos dos demais operadores.
    Atribua nível 1 ao poder "Relatórios Financeiros" no cadastro operador. Isso bloqueará que ele veja todos os lançamentos, mas permitirá que ele veja os seus próprios.
    Obs.: essa mudança só surtirá efeito naquelas empresas que têm controle individual (por operador) do saldo de caixa configurado nos parâmetros;

  5. No cadastro de operadores, aba "Outros Poderes" foi criado uma nova opção para permitir ou não o operador fazer envio de dados off line do GFILMob para o servidor GFIL.
    Esse campo visa preparar o sistema para uma nova opção do GFILMob que está em fase de estudos/implantação, que é a opção de se trabalhar off line (sem internet) no app;

  6. Disponibilizada a nova tabela IBPT 19.1.A com validade de 01/02 a 30/04. Para mais detalhes sobre a atualização dessa tabela no GFIL, analise o tópico 158 do manual de ajuda;

  7. Disponível a versão 3.0 do GFILMob.
    Nessa versão iniciamos a implementação de mais uma grande mudança no sistema há muito solicitada por muitos usuários. Trata-se do GFILMob com opção de conexão off line. Tudo de forma gratuita aos usuários GFIL.
    Inicialmente será possível acessar os módulos de produtos e clientes. Neste último podem inclusive ser feitos cadastros novos. No futuro deverão ser incluídos novos módulos como vendas e orçamentos.
    É imprescindível que todos os operadores analisem com muita atenção o tópico número 170 do manual de ajuda, em especial onde fala sobre essa opção off line.
    Pedimos sua colaboração para que, na medida do possível, envie para atendimento@sistemagfil.com.br sua experiência (positiva e/ou negativa) sobre essa nova opção. Isso ajudará e muito nas novas implementações no aplicativo;

  8. No módulo de baixa de boletos Iugu, agora a captura será feita diretamente do servidor Iugu. Até agora isso era feito em 2 níveis, passando primeiro por um script .php no servidor GFIL. A mudança deverá trazer mais rapidez na execução do procedimento. Em breve faremos essa mudança também na geração dos boletos Iugu;

  9. O relatório de fluxo de caixa agora também vai considerar os saldos de adiantamentos (de clientes, fornecedores e funcionários);

  10. Na emissão de boletos Iugu agora será possível informar multa e juros de mora;

  11. Na opção de importação parcial de uma base de dados GFIL para uma nova base zerada agora é possível indicar de qual filial serão importados os dados que são específicos da filial (preços, estoque, etc.). Também foi incluída a opção para se importar as contas a receber;

  12. No cadastro de transportadoras modificamos a forma de incluir os veículos. Isso permitirá que possa ser cadastrado mais de um veículo e motorista para cada transportadora.
    Na tela principal desse cadastro também foram incluídos novos campos, os quais serão importados quando se iniciar um MDFe.
    É muito importante que você reanalise todo o tópico 122 do manual de ajuda para se inteirar da operacionalidade dessa tela de cadastro de transportadoras;

  13. Corrigido erro na geração de boletos Iugu. Estava gerando com token errado. Se você teve boletos gerados e que não constam em seu painel do Iugu, entre em contato com nosso atendimento por email ou WhatsApp. Os endereços estão na opção "Contato" deste site;

  14. No módulode NFCe, aba de ICMS, foi incluído o grupo de campos "ICMS Efetivo". Algumas UFs estão começando a exigir essas informações. Consulte sua assessoria fiscal e veja se sua empresa deve informar;

  15. Nos módulos de venda normal e balcão, agora será possível configurar o sistema para que seja calculado/lançado um desconto automático nos itens para vendas no atacado. Mais detalhes sobre essa opção e como configurar, analise tópico número 40 do manual de ajuda o sistema;

  16. Disponível a versão 3.1 do GFILMob. A atualização é obrigatória.
    Reescrevemos praticamente todo o código e mudamos a estrutura de conexão cliente/servidor para componentes RestDataWare.
    A expectiva é que haja um ganho de performance nas conexões, principalmente em conexões mais lentas como 3G ou Wifi com banda inferiores a 5MB.
    Novidades na parte operacional:
    a) Opção de se baixar um arquivo .pdf dos orçamentos gravados e também opção para enviar o arquivo por e-mail ou por WhatsApp;
    b) Opção de se baixar um arquivo .pdf do ticket de vendas e também opção para enviar o arquivo por e-mail ou por WhatsApp;
    c) As telas de processamento em progresso, de erros e avisos diversos ganharam um novo design;
    d) Módulo de comandas: opção para abrir mesas ou lançar itens buscando a mesa com leitura do código de barras impresso na comanda. Logicamente que esse código deverá ser o mesmo código informado no cadastro da mesa. Para a leitura funcionar é preciso instalar o app Barcode Scanner ZXing. Link direto -> https://play.google.com/store/apps/details?id=com.google.zxing.client.android;
    e) Na tela de vendas agora é possível listar vendas gravadas pesquisando por um cliente ou período;

  17. Nos módulos de venda normal, compras, consignações e orçamentos foi incluído o menu "Imprimir -> Romaneio para Separação/Conferência". Esse relatório trará informações mais detalhadas dos itens daquele movimento;

  18. Tela de cadastro de tabelas de preços, incluído menu para gerar arquivo .txt de balança Toledo dos produtos com data de validade, padrão MGV6;


Versão 9.98 - 10/01/2019

  1. Muuuuuuita atenção: ainda não há nada oficial, mas é fato que todas as SEFAZ do país estão fazendo um controle rigoroso de usuários que enviam notas que geram rejeição.
    Essas rejeições geram um alto custo desnecessário para as SEFAZ e, por isso, elas devem começar a adotar mecanismos (inclusive multas) para coibir as rejeições.
    Um agravante é que essas punições das SEFAZ não atingirão apenas você usuário, mas também o desenvolvedor do software, no caso o GFIL. Há previsão inclusive de banimento completo de um sistema que permite rejeições sistemáticas.
    Logicamente que não vamos permitir isso, de forma alguma. Lógico que você concorda que seria muito melhor perdermos alguns usuários do que termos nosso sistema bloqueado pelas SEFAZ.
    Por isso, ao longo das próximas versões, estaremos criando mecanismos para verificar aqueles usuários que têm um volume alto de rejeições de suas notas. Infelizmente, naqueles usuários que isso acontecer e não forem tomadas medidas para diminuir as rejeições, não será mais possível manter a parceria e teremos que bloquear o uso do sistema. Esse bloqueio, se for necessário, será feito por uma opção on-line que as SEFAZ irão disponibilizar às softwares houses.
    Como evitar/diminuir rejeições? Dar muita atenção nas informações que coloca no cadastro da empresa, no cadastro do cliente, no cadastro dos produtos, nos enquadramentos de situação tributária, CFOPs, NCMs, CEST, impostos, etc. etc. O que não pode é informar qualquer dado e ir alterando esse dado até que a "nota passe" na SEFAZ. Essas tentativas geram rejeição e, como já dito acima, rejeição gera custo para as SEFAZ. Lembre que sua empresa tem um profissional que ela paga para orientar sobre essas questões, que é o contador da empresa.
    Caso fique qualquer dúvida sobre essa questão, entre em contato com nosso atendimento ou com seu suporte téncico. Mas é imprescindível que sua empresa e todos que operam o sistema dêem muita atenção a essa questão;

  2. Criado o "Relatórios -> Financeiros Diversos -> Fechamento de Caixa";

  3. No módulo de parâmetros fiscais da NFCe foi criada uma opção para se mudar o "Status do envio" da nota. Dessa forma você pode configurar para que o sistema, ao enviar uma NFCe apenas imprima o Danfe off line. Mas atenção: a opção off line somente pode ser utilizada se sua internet não estiver ativa por um período e deve ser apenas temporariamente. Além disso, notas emitidas em off line, precisam ser reenviadas no prazo máximo de 1 dia. O não cumprimento dessas regras poderá gerar multas pela sua SEFAZ;

  4. Nova versão (2.9.5) do GFILMob. No módulo de comandas, agora será possível que o garçom faça a solicitação do fechamento da conta. A nova opção está no menu "Solicitar Fecham. da Conta" do menu suspenso, o qual aparece após se clicar em uma mesa ocupada.
    Esse procedimento vai disparar um aviso para o servidor, o qual mostrará um alerta na tela de comandas do GFIL. Esse alerta ficará ativo até que seja feita a impressão do detalhamento de consumo daquela comanda;

  5. Criado o módulo para cadastro de equipamentos e veículos. O objetivo desse cadastro é para vincular um determinado equipamento ou veículo na ordem de serviço.
    Na tela de ordem de serviço foi incluído o campo "Equipamento / Veículo Vinculado (F8)", cujo preenchimento será opcional.
    Esse novo cadastro vai facilitar para aqueles usuários que têm clientes cujos equipamentos e/ou veículos são trazidos recorrentemente para consertos. Fazendo o cadastro uma vez, nas ordens de serviços seguintes bastará "buscar" o registro para vinculá-lo a OS.
    Para acessar essa nova tela, acione o menu "Cadastros" da tela de O.S.;

  6. O GFIL passa a tratar de forma diferente eventuais rejeições de "Duplicidade de NF-e". Para mais detalhes de como proceder quando ocorrer esse erro, analise o tópico número 71 do manual de ajuda;

  7. Melhoramos ainda mais os preços das renovações de licenças.
    Outra novidade em relação ao registro de licenças é que, a partir de agora, licenças novas (primeiro ano de uso) não haverá um tabelamento de preços por parte do desenvolvedor. Esse valor será estabelecido livremente por cada revenda e o usuário é livre para adquirir a licença daquela revenda que desejar.
    Lembrando sempre que o pagamento do valor da licença não contempla suporte técnico. Há um atendimento gratuito por parte do desenvolvedor, mas é um atendimento nível 1 (tira dúvidas). Caso sua empresa necessite de suporte técnico (mensal ou esporádico), deve contactar uma das revendas listadas aqui no site;

  8. O módulo de locações agora também passa a fazer o recebimento no novo formato, o qual já era utilizado nas vendas, comandas e ordens de serviço. Se você ainda não está familiarizado com essa tela, não deixe de analisar em detalhes os tópicos 20 e 171 do manual de ajuda;

  9. O relatório "Fechameno de Caixa", agora pode ser gerado por um período maior que um dia e também pode ser filtrado pela hora do lançamento. Essa mudança vai ser útil para empresas (restaurantes, por exemplo) que têm operadores cujo turno inicia em um dia e termina em outro.
    Logicamente que lançamentos feitos em versões anteriores do GFIL, não poderão ser filtrados por hora, já que naqueles lançamentos o sistema não registrava a hora;

  10. No módulo de parâmetros gerais, grupo "Comandas", foi incluído o campo "Taxa de Entrega (p/ Delivery)". O valor informado nesse campo será utilizado para acrescer no valor da comanda quando ela for do tipo "Dleivery". Logicamente que, nesses casos, não mais será utilizada o percentual da taxa de serviços.
    Nas mesas do tipo "Viagem" não mais será calculado acréscimo automático;

  11. Na tela de consulta de CNPJ/CPF no servidor da receita federal, foi incluída uma nova opção para tentarmos contornar os problemas que ocorrem no servidor atual.
    Lembrando sempre que essa é uma opção que pode ou não funcionar, pois depende sempre da receita não fazer mudanças de layout no servidores dela;

  12. Nos parâmetros gerais foi incluída a opção "Na ordem de serviço utilizar os campos placa e odômetro". Se você desmarcar essa opção o sistema não vai mostrar os campos da placa e odômetro na tela de ordem de serviço e tampouco na impressão da mesma;


Versão 9.97 - 25/10/2018

  1. Na opção de importação da base de dados, agora também é possível importar toda a base de dados excetuando-se as tabelas relacionados a documentos eletrônicos.
    Essa opção visa principalmente permitir que seja alterado o CNPJ da empresa no GFIL e manter todos os dados (cadastros e lançamentos) da empresa, já que o o GFIL não permite essa alteração do CNPJ se houver nota eletrônica emitida pela empresa antiga. Mas detahes analise o tópico 89 do manual de ajuda;

  2. No grupo de tributação e tela de NFe, no campo da origem da mercadoria, foi incluído a opção para origem código 8;

  3. No módulo de emissão de boletos Iugu, agora é possível imprimir os boletos no formato carnê. Mas essa opção só funcionará corretamente para boletos novos;

  4. Como já era no cadastro de clientes, agora também é possível cadastrar dois ou mais fornecedores com o mesmo CPF, desde que tenham inscrição estadual diferente;

  5. No módulo de geração de boletos foi incluída uma opção para já na geração do boleto também gerar o arquivo remessa;

  6. O IBPT disponibilizou nova tabela (18.2.c) de alíquotas com validade de 01/10/18 a 31/01/19. Como sempre, o GFIL já se antecipa e disponibiliza gratuitamente essas tabelas para download. Recomenda-se efetuar já essa atualização para evitar atropelos de última hora. Para mais orientações veja o tópico número 158 do manual de ajuda;

  7. Várias mudanças no módulo de comandas.
    O layout da tela de listagem das mesas foi todo reformulado, incluído o menu para junção de mesas, novas opções para controle de pedidos de delivery e para viagem, menu para personalização de imagens e cores da tela de mapa de mesas, entre outras melhorias.
    Para mais informações, analise o tópico número 57 do manual de ajuda.
    Observações:
    1) Esse tópico foi todo reformulado. Por isso, se você utiliza ou pretende utilizar o módulo de comandas, reanalise esse tópico por completo;
    2) Se você utiliza o módulo de comandas via GFILMob, precisa atualizar tanto o server como o apk do app;

  8. Mais uma solicitação atendida -> Nota Eletrônica de Produtor Rural.
    Foram feitas várias adequações no sistema para possibilitar a emissão de nota eletrônica com CPF, a qual permitirá que produtores rurais emitam nota eletrônica (NFe, modelo 55). Uma dessas adequações foi no cadastro de empresas filiais. Agora será possível cadastrar um mesmo CPF para mais de uma empresa, desde que cada CPF tenha uma inscrição estadual diferente. Essa mudança é necessária já que produtores rurais têm suas "empresas" identificadas por um único CPF, mas cada uma com uma IE diferente;

  9. Para fins de atualização de configurações da licença de uso, você deve efetuar uma nova liberação da licença de uso no seu GFIL. Basta acessar o programa, menu "Sistema -> Licença de Uso -> Liberar" e fazer a liberação;

  10. Nas configurações de impressão de tickes, orçamentos, comandas, etc. agora é possível personalizar a fonte, tanto na opção direta, como indireta;

  11. Na baixa de boletos com arquivo de retorno agora é possível configurar o sistema para já efetuar um lançamento de débito na conta bancária do valor da tarifa dos boletos;

Versão 9.96 - 24/08/2018

  1. Criado o "Relatórios -> Financeiros Diveros -> Recebimentos em Vendas, Comandas e OS -> Sintético";

  2. Para atender a nova nota técnica 2016.002, versão 1.60, no módulo de NFe, na aba "ICMS S.T. - Substituição", foi incluído o grupo de campos "ICMS Efetivo".
    A critério de cada SEFAZ, esses dados serão obrigatórios nos casos de CST 60 e CSOSN 500 e o destinatário da nota for consumidor final.
    Consulte sua contabilidade para ver se sua SEFAZ vai exigir ou não que você informe esses novos campos nas suas notas modelo 55, bem como o que informar neles, se for o caso;

  3. Nos parâmetros gerais, aba "Financeiros", foi criada a opção "Permite vendas a prazo para clientes sem CPF/CNPJ informado no cadastro.".
    Recomendamos deixar esse campo desmarcado. Dessa forma o sistema não permitirá que seja gravada uma venda a prazo, ou seja, nos recebimentos códigos 6, 7 e 13, para um cliente que não tenha um CPF ou CNPJ informado no cadastro.
    Porque da recomendação: um cliente que está em débito na empresa, ou seja, há contas a receber dele, em algum momento (emissão de boletos, negativação SPC, ajuizamento, etc.) vai ser necessário ter o CPF ou CNPJ dele. É muito mais fácil obter esse dado do cliente no momento da venda. Fica a sugestão;

  4. No módulo de NFe, na opção para iniciar nota avulsa, caso a nota tenha valores, agora o sistema vai abrir um tela para se informar os pagamentos dessa nota.
    Se a nota não tiver pagamentos, basta marcar a opção "A nota será sem pagamentos" e pressionar F6 para finalizar a gravação da nota.
    Atenção: o sistema aceitará todos os tipos de pagamentos nessa tela, inclusive parcelamentos e cartões. Porém, o sistema não fará nenhum tipo de lançamento financeiro. Esses dados de pagamentos serão apenas para inclusão na nota fiscal;

  5. Nas telas de notas eletrônicas foi incluído o menu "Diversos -> Ver Pagamentos da Nota";

  6. Nas telas de recebimentos (de vendas, OS e comandas), nos recebimentos via cartão, agora não mais será solicitado o código de autorização da operadora do cartão. Esse campo estava sendo desnecessário, pois, quando não há integração de TEF, as informações da operadora (CNPJ, bandeira e autorização) não devem ser informadas na NFCe. A operadora continua sendo exigida para que o GFIL possa lançar as contas a receber da operadora;

  7. Criado o "Relatórios -> Nota Eletrônica -> Itens Agrupados por CFOP (55 e 65)";

  8. Para atender determinação de Nota Técnica 2016.002, quando houver informação de FCP numa NFe (modelo 55), o GFIL incluirá automaticamente essas informações nos dados adicionais de cada item e também os valores totais nos dados adicionais da nota Até agora essas informações tinham que ser inseridas manualmente pelo usuário;

  9. No módulo de grupos de tributação foi incluído o campo para se informar o percentual de FCP para ICMS normal (operação própria). Na inicialização de NFes com produtos que tenham valor nesse campo o GFIL alimentará automaticamente ele lá na nota. Nos produtos com de CST 00 e 20, o GFIL também fará o cálculo automático do FCP do ICMS normal;

  10. Liberada a versão 2.9 do GFILMob. Foram feitas apenas alterações no visual das telas de mensagens de avisos, erros,... e também corrigidos alguns pequenos bugs;

  11. O relatório de estoques geral de produtos agora permite filtrar por data de validade;

  12. No cadastro de produtos foram incluídos 3 novos campos para se informar os percentuais de mistura de petróleo e gás natural para produtos que têm essas misturas nas suas composições. Preenchendo os campos do código e descrição ANP, que já existiam no cadastro, e agora também esses novos campos, será possível emitir NFCe (nota 65) de produtos dessa espécie (gás, por exemplo), já que o GFIL capturará esses dados e incluirá automaticamente no XML da nota.
    No módulo de cadastro de produtos também foi feita uma alteração de layout nos "Dados Públicos", que foram separados em duas abas "Gerais" e "Fiscais". Isso vai melhorar a disposição visual que já estava ficando um pouco "apertado" e "poluído" por causa da quantidade de campos;

  13. Criado o "Relatórios -> Movimentos Pendentes -> Saídas em Consignação -> Sintético - Dos Dados Mestre". Listará as consigações pendentes de forma sintética, sem os itens;

  14. Na opção de importação de cadastros de produtos via arquivo XML de nota fiscal, mais alguns campos, como, por exemplo, grupo de tributação e fator de conversão, passam a ser editáveis na tela de importação. Isso evita que seja necessária a alteração posterior de cada produto lá no seu cadastro;

Versão 9.95 - 17/07/2018

  1. Atenção: nesta versão o GFIL estará migrando o layout das notas eletrônicas da versão 3.10 para 4.0. Essa mudança é obrigatória para notas emitidas a partir de 02/08/2018.
    Dentre várias outras mudanças para esse novo layout, as SEFAZ só aceitarão envios no padrão TLS 1.2. Esse padrão não funciona em Windows XP ou Server 2008. Portanto, se sua empresa ainda tem computadores com esses sistemas operacionais, providencie o quanto antes a atualização para uma versão mais recente.
    Mesmo em Windows 7 ou superior, faz-se ncessário que esteja o sistema operacional esteja totalmente atualizado, com todos os updates, packs...Caso contrário o envio de notas não será possível.
    Nas conexões do certificado, também não deverá mais ser utilizada a opção da Capicom.dll, pois a Microsoft não atualiza mais essa .dll e a mesma não é compatível com TLS 1.2. Solicite ao seu suporte técnico para analisar o tópico 92 do manual de ajuda e utilize somente openSSL ou Wincrypt;

  2. Em alguns modelos de mini impressoras, quando havia vários itens na venda, a impressão do ticket pela opção indireta, não era impresso todos os itens. Corrigido;

  3. Em alguns usuários com computadores com Windows desatualizado, estava ocorrendo o "...erro 12175..." na transmissão de notas eletrônicas.
    A causa do problema são as novas regras das SEFAZ que estão entrando em vigor e, usuários que não têm o Windows 100% atualizado, tiveram esse problema e, possivelmente vão ter outros problemas quando entrar em vigor o layout 4.0 dos documentos eletrônicos (acima comentado).
    Salientamos mais uma vez para que seu TI providencie a atualização de seu Windows com todos os packs/updates, etc.;

  4. Modificamos um pouco o layout na aba "Dados dos Itens" da tela de nota eletrônica 55 (NFe). Foi criada uma nova sub aba "Outros Dados do Item". Nessa nova aba foram transferidos os campos "Produto Específico" e o botão "Declaração de Importação".
    Nessa aba também foi criado o grupo "Dados do Pedido" onde será possível informar o xPed e nItemPed. Esses dois campos já existiam, mas o xPed estava na aba "Dados da Nota", o que impedia de se informar um valor diferente para cada item nesse campo na mesma nota. Com esta mudança agora é possível informar dados de mais de um pedido na mesma nota;

  5. Na tela de NFe, aba "Dados dos Itens", foi modificado um pouco o layout das sub abas de impostos para que seja possível incluir novos campos do fundo de combate a pobreza previstos para a NFe 4.0;

  6. O IBPT disponibilizou nova tabela (18.2.A) de alíquotas com validade de 01/07 a 30/09/18. Como sempre, o GFIL já se antecipa e disponibiliza gratuitamente essas tabelas para download. Recomenda-se efetuar já essa atualização para evitar atropelos de última hora. Para mais orientações veja o tópico número 158 do manual de ajuda;

  7. No cadastro de produtos há os campos código de barras e código de barras da unidade tributável. Na NFe 4.0, se o produto tiver código de barras, também será obrigatório informar o código de barras da unidade tributável.
    A maioria dos usuários que têm produtos com código de barras, ao longo do tempo, foi informando o código de barras nos seus produtos, mas não informou o código de barras da unidade tributável.
    Pois bem, para facilitar a atualização de seu cadastro de produtos e você não ter que alterar um a um todos eles para informar esse dado, durante o processo de atualização, o sistema vai apresentar uma mensagem pedindo para você confirmar ou não se o sistema deve atualizar todos os seus produtos. Respondendo "Sim", o sistema copiará a informação do campo código de barras para o campo código de barras da unidade tributável.
    Mas atenção: a opção só será apresentada uma vez. Por isso analise bem este item ANTES de iniciar a atualização. Lembrando que nem sempre o código de barras da unidade tributável é o mesmo do código de barras. Se for o caso, converse com sua contabilidade sobre esse dado;

  8. O padrão Cnab para boletos do Bancoob (Sicoob) para a ser cnab240. Esse banco não está mais trabalhando com cnab400;

  9. Em notas avulsas ou vinculadas a ordens de serviços, retornamos a opção para se incluir duplicatas na tela de NFe.
    Contudo, reforçamos a orientação do manual de ajuda, que notas de vendas não devem ser feitas via NFe avulsa e sim pelos passos normais, ou seja, gravar a venda e depois iniciar uma nota vinculada a venda. A NFe avulsa deve ser utilizada somente naqueles casos em que não exista um módulo no GFIL para registro da movimentação da mercadoria (devoluções, remessas para conserto, importação, etc.;

  10. As opções que havia para enviar email para a contabildade com arquivos XMLs das notas eletrônicas 55 e 65 agora foram unificadas em único menu -> "Documentos Eletrônicos -> Enviar XML a Contabilidade (NFs 55 e 65)". Essa rotina de envio do e-mail dos XMLs para o contador será acionada automaticamente pelo sistema mensalmente no primeiro acesso do mês;

  11. Nos recebimentos de vendas, OS, comandas, etc.. foi incluído um novo tipo de pagamento "13 - Boleto Bancário". Em consequência, quando você informar o tipo de pagamento 07, o GFIL não vai mais permitir selecionar boleto no tipo de documento. Por isso, quando a venda for parcela via boleto, utilize o tipo de pagamento 13-Boleto Bancário;

  12. Cinco novas bandeiras de cartão serão aceitas pela NFe 4.0, quais sejam: Diners Club, Elo, Hipercard, Aura e Cabal;

  13. No módulo de devolução a fornecedores foi incluído o campo "IPI devolvido". O conteúdo dele será transportado para a NFe quando você iniciar a nota da devolução. Converse com sua contabilidade para ver se e quando você deve informar esse dado;

  14. Na tela de NFe, tanto na aba de ICMS, como ICMS ST, foram incluídos grupos de campos para informar dados relativos ao FCP-Fundo de Combate à Pobreza. Da mesma forma que o item anterior, você deve orientar-se com sua contabilidade para informar ou não dado nesses campos.
    Ainda nesse módulo da NFe, aba de IPI, foi incluído o campo "IPI Devolvido";


Versão 9.94 - 23/05/2018

  1. Estamos iniciando a implementação do TEF (automatização de recebimentos via cartão). Se você deseja utilizar essa opção, entre em contato com uma revenda GFIL para receber orientações de como proceder;

  2. Adicionadas novas opções no novo menu "Utilidades -> Rede -> ..." da tela principal. Vai facilitar/automatizar alguns procedimentos nas configurações para utilização do sistema via rede. O tópico número 10 do manual de ajuda traz mais detalhes sobre esses novos menus;

  3. Nos parâmetros de impressão do ticket da venda, foi incluída uma opção para no caso do cliente da venda ser pessoa jurídica, você marcar se deseja que seja impresso o nome fantasia do cliente. Se essa opção não estiver marcada, será impresso o nome (razão social). Também melhoramos um pouco o layout das tela de parâmetros de configuração de impressão;

  4. Agora é possível configurar parâmetros fiscais para que a venda normal inicie uma NFCe automaticamente. Na tela de venda normal também foi incluído um menu para inicialização de NFCe da venda;

  5. Estamos iniciando implantação de um novo projeto, o GFILNet.
    Quem desejar conhecer, acesse https://www.sistemagfil.com.br/GFILNet/. Utilize licença 11254, operador 1 e senha capita. Você estará acessando dados de uma base testes hospedada no servidor do desenvolvedor GFIL. Mas você pode fazer o acesso diretamente aos seus dados. Se tiver interesse, entre em contato com uma revenda GFIL para orientações;

  6. Usuários do Pará, para emitir NFCe, agora é necessário solicitar junto a sua SEFAZ, a vinculação do software emissor da NFCe ao CNPJ de sua empresa. O GFIL já está credenciado junto a SEFAZ-PA. Para o procedimento para solicitação você deve entrar em contato com sua contabilidade ou suporte técnico.
    Os dados do sistema que serão necessários para fazer a solicitação, você encontra no tópico número 86 do manual de ajuda do GFIL;

  7. Criamos um novo instalador da versão completa, mais "limpo", moderno e mais fácil de executar/entender;

  8. Criado o "Relatórios -> Comandas -> Analítico";

  9. Na geração de boletos, foi incluída a carteirra "17/35 - Com Registro", do Banco do Brasil;

  10. No GFILMob, módulos vendas e orçamentos, foi incluída opção para conceder desconto no item e, nas pesquisas de clientes, opção para pesquisar pelo nome fantasia.
    Não esqueça que sempre que for atualizar precisar baixar ambos (app e server);

  11. No cadastro de operadores foram três novos poderes configuráveis: cancelamento de movimentos (vendas, compras, etc.) já gravados; fechamento de ordem de serviço sem custos; e venda a prazo para cliente bloqueado ou com excesso no limite de crédito.
    Até agora esses poderes eram restritos a super operadores;

  12. Nas telas de fechamento de vendas, ordens de serviço, etc., agora quando se lançar um valor parcelado (pela loja) e aquele valor exceder o limite de crédito do cliente, o sistema vai mostrar uma mensagem de aviso;

  13. Nesta nova versão, o módulo de comandas também permitirá incluir itens através da leitura do peso via balança de checkout (pesagem diretamente no caixa). Agora essa opção está disponível em todos os módulos de vendas de produtos (venda normal, venda balcão e comandas);


Versão 9.93 - 20/03/2018

  1. Na impressão dos tickets de venda (A4 e 40 colunas), o nome do cliente que será impresso agora será o valor do campo nome, se o cliente for PF e o valor do campo nome fantasia, para clientes PJ;

  2. Criadas opções para controle precário de prazo de validade de produtos. É imprescindível uma completa e atenta análise do tópico número 37 do manual de ajuda;

  3. Nos cadastros de clientes e fornecedores, o nome fantasia passa a ser obrigatório quando o tipo de pessoa for jurídica;

  4. No ticket 40 colunas, impressão indireta, quando a venda tinha muitos (acima de 18) itens, não estava cortando a parte final da impressão;

  5. As rotinas de download do XML de notas do módulo de manifestação de destinatário foram adequadas às novas regras das SEFAZ, o que vai resolver o erro que ocorria ao se tentar o download de uma nota manifestada;

  6. Na baixa de contas a receber de operadoras de cartão, foi incluído botão para selecionar todas as contas de uma vez;

  7. No módulo de estornos/devoluções de adiantamentos de clientes e fornecedores, o sistema estava permitindo fazer um lançamento sem que o operador informasse o cliente e/ou a conta caixa. Isso poderia gerar inconsistências nos relatórios do livro caixa;

  8. Na importação de cadastro de produtos de arquivo XML de NFe, agora é possível informar a margem de lucro para cada produto. Será útil para quem tiver tabelas de preços de vendas configuradas para considerar a margem de lucro do produto;

  9. Não sabemos se por intenção ou desconhecimento dos procedimentos de backup/restauração, mas nas últimas semanas nos deparamos com 2 casos onde o usuário adota a prática de gravar vendas e gerar e enviar nota fiscal eletrônica no GFIL com um valor. Depois de transmitir essas notas, volta um banco de dados antigo e faz novas vendas, agora com valor maior e inicia-se as notas dessas novas vendas com o mesmo número daquelas notas já enviadas aneriormente, mas agora, ao invés de transmitir as novas notas de mesmo número, apenas utiliza a opção de atualizar a situação da nota no GFIL para "3-Autorizada". Com isso, a nota e o Danfe no GFIL são gerados com um valor maior para o cliente final, mas lá na SEFAZ, a nota está com valor inferior. Não é preciso nem dizer, mas dizemos mesmo assim, que essa prática é 100% ilegal. Além disso, gera uma enorme confusão nos dados do sistema e tudo que for gerar no sistema em termos de XML e relatórios dessas notas/vendas não será confiável.
    A partir desta versão o GFIL passa a controlar isso para que não mais ocorra. É claro que não temos como impedir que o usuário copie um arquivo de dados antigos sobrepondo o atual ou então restaure um backup antigo. Mas as notas emitidas em um banco, não poderão passar pela atualização de situação depois se o banco for substituído.
    Outra situação que ocorria e que agora o sistema não vai mais permitir era que um documento eletrônico era iniciado no GFIL, mas já havia sido transmitido por outro sistema. Aí o usuário fazia o download do XML no portal da receita, colocava esse XML na pasta \Enviadas do GFIL e então fazia a atualização da nota no GFIL. Essa atualização agora só será possível se o XML fato tiver sido gerado/enviado pelo sistema GFIL;

  10. Novas opções de personalização. Veja os itens 1 e 2 do menu "Dicas Úteis" deste site;

  11. No GFILMob agora é possível incluir ordens de serviço. Vai permanecer a mesma versão do GFILMob. Para funcionar é preciso atualizar ambos, o mobile e server;

  12. Nas telas de NFe e NFCe, agora será possível enviar várias notas iniciadas ou geradas em contingência, ou seja, pendentes de transmissão todas de uma vez, com apenas um clique no novo botão que foi criado especificamente para isso. Isso lhe será muito útil quando for necessário emitir várias notas em contingênica off line. Aí, depois quando a internet regularizar, você pode trasnsmitir todas essas notas com um só clique.
    Lembrando que há um prazo máximo determinado pela sua SEFAZ para transmitir essas notas emitidas em contingência off line e EPEC;

  13. Devido à ocorrência de alguns erros de comunicação em usuários que utilizam o sistema em rede, principalmente na geração de notas eletrônicas, via terminal, estamos modificando o formato da string de conexão para arquivos XML. A conexão com o banco de dados não terá alteração. Esta continua via TCP/IP na porta 3050.
    A mudança:
    Além do compartilhamento da pasta do GFIL no servidor, o que provavelmente já está feito aí em sua rede, agora será preciso que seja feito na estação o mapeamento dessa pasta do servidor. Feito isso, acesse o sistema na estação e vá até a tela de login. Clique na parte superior dessa tela para abrir as configurações de conexão e refaça a conexão informando os dados, inclusive o campo da unidade mapeada e depois clique em "Conectar".
    Para mais detalhes sobre configuração do GFIL em rede, analise o tópico número 10 do manual de ajuda;

  14. Duas mudanças nas configurações de vinculação do certificado digital:
    a) O acesso passou a ser um sub menu próprio no menu "Utilidades";
    b) Agora é possível armazenar o certificado no banco de dados, o que vai permitir que uma única configuração, seja aplicada a todas as máquinas da rede.
    Para obter mais orientações analise o tópico número 92 do manual de ajuda;

  15. Na carta de correção, em alguns casos não estava gerando o XML da CCe corretamente. Corrigido;

  16. Os dados (entrada e justificativa) para envio de documento eletrônico em contingência (EPEC ou off line) agora devem ser informados através do novo menu "Outras Opções -> Dados para Contingência" da propria tela de emissão das notas (modelos 55 e 65). Com isso não será mais necessário informar esses dados a cada documento emitido. Informa-se apenas uma vez sempre que houver entrada em contigência;

  17. Nos parâmetros fiscais da NFe foi incluída opção para habilitar a inicialização automática da nota 55 ao finalizar uma venda normal;


Versão 9.92 - 03/01/2018

  1. No módulo de geração de arquivos remessa de boletos, agora é possível gerar arquivo com baixas (cancelamentos) de boletos já registrados;

  2. Na inclusão de notas avulsas (55 e 65), o sistema estava permitindo gerar estoque negativo, mesmo que nos parâmetros estivesse marcada a opção para não permitir;

  3. Regularizado o código de consulta de CPF e CNPJ no servidor da receita, opções disponíveis nos cadastros de clientes e fornecedores do GFIL.
    Havia um erro porque a receita mudou o sistema de captcha no servidor dela. Mas com as alterações feitas agora no GFIL, voltou a funcionar.
    Lembramos que essa opção tende a ficar instável sempre que a receita muda alguma coisa no seu servidor;

  4. Para atender o preconizado no manual de NFCe, as notas 65 impressas em contingência off line, agora serão impressas em 2 vias;

  5. Criado o "Relatórios -> Financeiros Diversos -> Recebimentos de Vendas, OS, Comandas,...";

  6. Tabela IBPT 18.1.A, com validade de 01/01 a 31/03/2018 disponível para atualização. Maiores orientações veja o tópico número 158 do manual de ajuda;

  7. Melhorada a impressão de tickets (venda e OS), orçamento e recibo quando configurado para impressão indireta 40 colunas;

  8. Atualizados valores das licenças novas e renovação anual. Veja a seção "Quanto Custa" do site GFIL;


Versão 9.91 - 27/10/2017

  1. Se você utiliza o sistema em rede, atualize no servidor e depois execute o mesmo atualizador nas estações ou copie o arquivo GerenciadorFIL.exe do servidor (já atualizado) para a estação. Obs.: esse procedimento diferente na atualização da estação só é necessário para esta atualização;

  2. O módulo de fechamento de ordem de serviço agora também foi adequado à nova sistemática de fechamento (igual aos módulos de venda balcão e normal, implementados na versão anterior). Para mais detalhes analise o tópico número 20 do manual de ajuda;

  3. Vários melhoramentos nos índices de tabelas, o que vai gerar uma melhor performance (rapidez) nas gravações e impressões de relatórios. Nos testes que fizemos em laboratório, houve ganhos substanciais em gravações de vendas através do GFIL Estação Web. No GFIL servidor, o ganho de tempo foi menor, mas também houve;

  4. Tabela IBPT 17.2.B, com validade de 01/10 a 31/12/2017 disponível para atualização. Maiores orientações veja o tópico número 158 do manual de ajuda;

  5. Quer configurar o sistema para imprimir o ticket automaticamente após fechar a venda normal? Clique no menu "Imprimir -> Ticket da venda" dessa tela e veja como;

  6. Incrível, mas, em certificados A3 do SERASA (apenas esses), quando se deixava configurada a senha nos parâmetros fiscais do GFIL, no envio da segunda nota fiscal ocorria um erro. Adequamos o GFIL para contornar o erro.
    Se você estava enfrentando esse problema, orientamos a entrar em contato com seu fornecedor do certificado e relatar para que eles corrijam. No GFIL não vai mais ocorrer o erro pois fizemos esse ajuste, mas é uma falha do certificado. Então seria importante que eles corrigissem, até para não causar novos erros;

  7. Na tela de filtragem de relatórios, agora é possível escolher entre dois estilos de relatório para os campos das data inicial e final pelo menu popup dessa tela. Com essa alteração, quem prefere digitar a data, será novamente possível fazê-lo;

  8. No módulo de venda normal, quando se incluía uma venda com data retroativa, o sistema não permitia informar uma parcela com vencimento inferior à data do dia atual, mesmo que esse vencimento fosse superior à data da venda;

  9. O fechamento da comanda agora também foi modificado para o mesmo padrão das telas de fechamento de vendas e OS. Analise o tópico 20 do manual de ajuda e também a vídeo aula disponível neste site para mais informações;

  10. Disponibilizada versão 2.8.0 do GFILMob. Mudanças:

    • Opção para inclusão de orçamentos de produtos;

    • Opção para inclusão de pré-venda;

    • Opção para inclusão de consignção/venda a faturar;

  11. Naquelas operações onde há a necessidade de uma autorização especial, como por exemplo, uma venda a prazo para um cliente que excedeu seu limite de crédito, a partir de agora, o GFIL não mais solicitará essa liberação quando quem estiver registrando a operação for um super operador. Essa solicitação não faz sentido, já que, se o operador é um super operador, ele mesmo fará a liberação. Quando ocorrer uma situação assim onde haja uma condição especial para a operação, o sistema vai emitir um aviso solicitando confirmanção do prosseguimento. Aí basta confirmar ou não a operação.
    Obs.: quando o operador logado for um não super operador, aí não muda nada, ou seja, o sistema abrirá um pedido de autorização especial para liberação da operação;

  12. A partir de agora o sistema passa a manter os XML de notas eletrônicas canceladas, tanto NFe, como NFCe. Esses arquivos serão movidos para a pasta \NFe\Canceladas\ ou \NFCe\Canceladas\, conforme o caso. Nos relatórios de notas, opção "...XML por Período -> Enviar Arquivos por e-mail", serão incluídos os XML original das notas canceladas, bem como os XML relativos ao evento de cancelamento, os quais ficam sempre armazenados na pasta \Eventos\;

  13. Na tela de baixa de boletos Iugu, agora é possível fazer a captura dos pagamentos automaticamente pelo GFIL, sem necessidade de baixar o arquivo .XLS;


Versão 9.90 - 04/09/2017

  1. Atenção: foram feitas grandes mudanças nas telas de recebimento da venda balcão e venda normal.
    Antes de iniciar a atualização analise tópico número 20 do manual de ajuda;

  2. Disponível para download a tabela IBPT 17.2.A, cuja vigência inicia em 01/07/2017.
    Essa atualização é obrigatória (lei da transparência) para que em emite nota eletrônica a consumidor final. Se for o seu caso, analise o tópico 158 do manual de ajuda do GFIL e atualize seus arquivos;

  3. Nas telas de cadastros de produtos e matérias-primas, ao lado do campo CEST foi disponibilizado um botão que auxiliará na pesquisa do CEST dos seus cadastros.
    Em breve esse campo será obrigatório nas notas eletrônicas com ICMS ST. Consulte sua contabilidade e, se for esse o seu caso, vá preenchendo esse campo em seus cadastros;

  4. Nos parâmetros fiscais (NFe e NFCe), no grupo de campos "Envio de E-mails", foi incluída a opção "Mostrar tela de confirmação do envio". Se ela estiver marcada, antes de enviar os e-mails dos arquivos de uma nota autorizada, o GFIL apresentará uma tela com os dados (destinatário, anexos, cópias, ...) de envio, os quais poderão ser alterados ou não antes de enviar o e-mail;

  5. Implementada uma opção para vincular usuários Firebird no banco de dados do GFIL para leitura através de outros sistemas. Para mais detalhes sobre essa opção, solicite ao seu TI para analisar as orientações do tópico 147 do manual de ajuda.
    Acreditamos que essa opção vai atender muitos usuários que necessitam buscar dados cadastrados no GFIL e disponibilizar, por exemplo, em sites (eCommerce e outros);

  6. Disponibilizada uma nova versão (2.7.0) GFILMob. Principais mudanças:

    • No módulo vendas agora o sistema vai observar o limite de crédito. Se a venda for parcelada e o cliente não tiver limite suficiente, a venda não poderá ser realizada;

    • No módulo de comandas, na impressão do pedido, se houvesse itens a serem impressos em impressoras diferentes, o sistema não considerava a configuração de impressão e imprimia tudo na mesma impressora;

    • Também na comanda, corrigido o erro "argument out of range" que ocorria na abertura de mesa;

    • Na listagem de produtos da comanda, estava alinhando a descrição à direita. O correto é a linha a esquerda para que mostre o início da descrição;

  7. Implementada geração de boletos para carteira 17/27 do Banco do Brasil;

  8. Os menus de baixa de contas a receber com arquivo de retorno de boletos, ganharam teclas de atalho;

  9. Implementada opção para se utilizar um leitor de código de barras do tipo scanner cuja conexão com o computador é via porta serial. Basta informar a porta de conexão no módulo de parâmetros gerais, grupo de campos "Leitor de código de barras serial" e depois utilizar o leitor normalmente nas telas de vendas;

  10. No lançamento de comissão de vendedor, quando o cálculo é pelo percentual do produto, mesmo que a venda fosse a prazo, o valor da comissão estava sendo mostrado o valor na coluna "Relativo a Vendas à Vista" da tela de baixa de comissões. O correto é mostrar na coluna "Relativo a Vendas a Prazo";

  11. Criado o menu "Relatórios -> Contas -> Consolidado - Fornecedores, comissões e salários -> Pagar";

  12. Os relatórios de XML por período de NFes e NFCes agora podem ser enviados por e-mail diretamente pelo sistema. O GFIL compactará todos os XML num único arquivo (.rar) e já fará o envio para o e-mail do seu contabilista ou outro e-mail que você indicar;

  13. No cadastro de produtos foi implementado o menu "Opções -> Criar Código de Barras nos Produtos Sem o Código";

  14. Corrigido o erro que ocorria no módulo de consignação quando se incluía um produto que no seu cadastro estava marcado para não controlar estoque;

  15. No módulo de venda normal, agora será possível fazer o fechamento com recebimento parcelado na loja E no cartão de crédito. Até agora o sistema não permitia fazer em ambos na mesma venda;

  16. Alguns modelos de SAT estavam imprimindo cortando a impressão nas margens quando configurado para impressão indireta. Nos parâmetros fiscais, opção "Impressão Indireta" do CFe-SAT foram incluídos dois novos campos para ajustar as margens;

  17. Na tela de envio de e-mail em massa, foi melhorada a opção (menu "Opções") para se gerar arquivo .txt/.csv dos e-mails;

  18. Incluída opção para se cadastrar uma segunda e terceira fotos de um produto. A visulização fotos de produtos, tanto na tela de cadastro, como nas telas de consultas, também foi modificada para poder aumentar o zoom e visualizar todas as fotos nas telas de consultas de produtos (tecla Ctrl);


Versão 9.89 - Disponibilizada em 20/06/2017

  1. Inscreva-se no novo canal de vídeos GFIL no Youtube e receba avisos de postagens de vídeos sobre funcionamento dos módulos do GFIL, como instalar, atualizar, etc.;

  2. Como já ocorria na tela de venda balcão, agora na tela de fechamento da venda normal também é possível informar o número da autorização da operadora do cartão;

  3. Os relatórios de tabelas de preços e estoques de produtos agora podem ser filtrados por grupo de tributação dos produtos;

  4. As opções de envio de e-mails do sistema (documentos eletrônicos, relatórios, e-mail em massa para clientes, etc.) foram todas reestruturadas, a saber:
    Obs.: não deixe de reanalisar detalhadatamente o tópico 36 do manual de ajuda.

    1. Ficará apenas a opção de envio por servidor próprio. A opções de enviar pelo Outlook Express e LiveMail estão sendo descontinuadas. Como esses dois programas foram descontinuados pela Microsoft, não fazia mais sentido o GFIL manter essa opção;

    2. A tela de cadastro e configuração dos e-mails e dados do servidor de e-mail (SMTP, porta, host, etc.) agora recebeu um menu próprio e os dados ficarão gravados no banco de dados. Com isso não será mais necessário fazer a configuração do SMTP em cada máquina da rede.
      Além disso, agora você pode ter vários e-mails (administração, financeiro, etc.) cadastrados e utilizar aquele que convier em cada situação.
      A configuração do SMTP você fará uma única vez acessando o menu "Utilidades -> Envio de E-mails -> Configuração de SMTPs" da tela principal. Até agora, cada vez que você ia enviar um e-mail, precisava dar um ok na tela dos dados de STMP. Essa tela agora não vai mais aparecer no momento do envio. O menu para configuração de SMTPs também estará disponível nas telas de documentos eletrônicos e tela de envio de e-mails para clientes/fornecedores;

    3. Nos módulos eletrônicos (NFe, NFCe, etc.) o envio agora é todo automatizado, ou seja, basta você acionar o menu de envio que nenhuma tela vai aparecer para você clicar. Logicamente que para isso funcionar, tudo precisa estar configurado corretamente. Precisa ter um e-mail com o SMTP previamente configurado e, no cadastro do cliente precisa ter um e-mail informado;

    4. A tela de envios de e-mails em massa para clientes e fornecedores, aquela que você aciona pelo menu "Opções -> Envio de E-mails" no cadastro de clientes e fornecedores, foi toda repaginada. Foi melhorado o leiaute, incluídas várias outras opções de listagem dos clientes/fornecedores, incluída opção para se enviar a mensagem para o e-mail geral, do financeiro ou comercial e ainda opção de cópia do e-mail para geral, financeiro e comercial;

    5. Criado o módulo para cadastro de textos padrão. Você poderá cadastrar vários textos prontos. Aí, sempre que for enviar e-mails em massa para clientes ou fornecedores, basta selecionar o texto.
      Esses textos poderão ter tags HTML e também variáveis fixas definidas pelo GFIL. Por exemplo, se você incluir no texto a variável #NOMEDEST, quando o GFIL for enviar o e-mail esse dado será subtituído no texto pelo nome do cliente/fornecedor.
      Para acessar essa tela de textos, acione o menu "Utilidades -> Envio de E-mails - Configurar Textos Padrão". Esse menu também está disponível nas telas de notas eletrônicas e envio de e-mail em massa;

  5. Na tela de venda normal de produtos foi incluído o menu "Opções -> Agrupar Itens Duplicados". Essa opção será útil naqueles casos quando você transforma várias consignações em uma só venda e não quer que produtos fiquem repetidos na venda;

  6. Para fechamento de ordem de serviço sem custos (cortesia), agora será exigida a autorização especial de um super operador;

  7. Na tela de venda balcão, agora clicando duplo sobre um item de produto inserido na venda e a tecla CTRL estando pressionada , o sistema permitirá que se altere o ' + 'valor unitário do item.
    Se o operador, no seu cadastro, tiver habilitada a opção "Pode alterar manualmente preços de produtos no momento da venda", será necessário apenas informar o novo valor unitário do produto. Se não tiver esse poder, então o sistema vai exigir que um superoperador autorize a alteração.
    Obs. o duplo clique (sem CTRL) continua permitindo a concessão de um desconto no item;

  8. No módulo de NFe, quando se fazia necessário executar o procedimento de atualização da situação da nota porque no envio normal ocorrera algum problema, o sistema não estava movendo o XML da nota da pasta \Temp\ para \Enviadas\. Erro corrigido;

  9. A partir desta versão o sistema vai permitir que se cancele uma venda que tenha uma nota eletrônica vinculada autorizada. Essa prática (cancelar uma venda com nota fiscal autorizada) deve ser evitada ao máximo, motivo pelo qual o sistema impedia o cancelamento. Porém, pelos pedidos que recebemos, notamos que muitas vezes a operação é de fato cancelada, mas não se consegue cancelar a nota por causa do prazo. Por isso esta modificação. Para se evitar cancelamentos por engano, será exigido que se informe o número da nota vinculada à venda sendo cancelada;

  10. A exemplo de outros módulos de cadastro, agora na tela de cadastro de frotas de veículos também é possível inativar/revativar um registro. Analise o tópico 83 do manual de ajuda para mais detalhes sobre inativação de cadastros;

  11. Nos cadastros de produtos e matérias-primas foi incluído o campo "Controlar Estoque". Para os produtos marcados com "Não" nesse campo, o GFIL não gerará aumento/diminuição do saldo em estoque, permanecendo sempre com saldo zero. Será útil para quem vende produtos que não têm estoque, refeições em comandas, por exemplo;

  12. Alterada a imagem do ícone do sistema;

  13. O "Campo para inclusão rápida de produtos nas vendas, compras e outros" do módulo de parâmetros gerais, agora tem a nova opção "3-Código ou código de barras". Selecionando essa opção, o GFIL fará a busca do produto tanto pelo código, como pelo código de barras;

  14. Finalmente implementada a opção para se fazer leitura de balança de checkout (aquela balança que você conecta no computador onde está o sistema e pesa o produto no momento de inseri-lo na venda).
    A opção está disponível na tela de venda balcão e venda normal. Para que ela funcione, além de ter a balança conectada, é claro, é preciso configurá-la no GFIL seguindo as orientações do tópico número 2 do manual de ajuda.
    No cadastro de produtos foi criado um novo campo "Produto de Balança". Marque "Sim" nesse campo para aqueles produtos que você deseja que o sistema busque automaticamente o peso da balança ao incluir o item na venda.
    Agradecimentos às revendas 0852-Express Tecnologia e 0888-Link da Informática, que auxiliaram nos testes.
    Se você precisar implantar essa nova opção em seu GFIL e não conseguir através do manual de ajuda, solicite um suporte remoto de uma dessas revendas para lhe auxiliar;


Versão 9.88 - Disponibilizada em 21/04/2017

  1. ATENÇÃO: esta atualização requer que sejam executados dois passos diferentes ante de iniciar a atualização:

    • Tanto no servidor, como estações de rede, exclua todos os arquivos com extensão .dll que estão na pasta onde seu GFIL está instalado. Caso não tenha segurança nesse procedimento, solicite ao seu TI ou a uma revenda GFIL;

    • Faça o download do arquivo de atualização e execute-o tanto no servidor, como estações. A atualização da estação precisa ser feita dessa forma para que todos os arquivos novos sejam gravados na pasta;

  2. ATENÇÃO II: MAIS UMA VEZ estamos recomendando que não se utilize mais o GFIL em ambiente com Windows XP, principalmente para quem emite nota eletrônica. Essa recomendação já vimos fazendo há mais de 1 ano, porém, muitos usuários ainda insistem em manter esse Windows. O problema é que a Microsoft não tem mais atualizações para esse Windows há mais de 2 anos, o que gera muitos e muitos conflitos, em especial nas questões que envolvem comunicação com certificado digital. A partir desta versão não faremos mais nenhum tipo de análise em eventuais problemas que ocorram em máquinas com Windows inferior ao Seven;

  3. Disponibilizada uma nova versão (2.6) GFILMob. Principais mudanças:

    • No módulo de comandas foi modificada a forma de se incluir o pedido. Agora não será mais item a item. O operador seleciona primeiro todos os itens do pedido e depois finaliza o pedido e envia ao servidor. Isso vai facilitar principalmente naqueles casos onde o cliente inicia o pedido de vários itens e, antes de finalizar o pedido, ele decide mudar algum item;

    • Nas telas de vendas e comandas, a opção de pesquisar o produto, agora também incluirá o campo "Referência" do cadastro dos produtos;

    • Definida a questão da licença de uso. Será sem custos para usuários GFIL. Esta condição está sendo incluída no seu contrato de uso do sistema. Não deixe de lê-lo;

    • Não será mais necessário solicitar a liberação da licença. Basta efetuar o procedimento de instalação detalhado no tópico 170 do manual de ajuda;

  4. Links para download dos arquivos do GFILMob agora também estão disponíveis no menu "Instalação" do site GFIL;

  5. No cadastro de tabelas de preços de venda (menu "Preços -> Cria/Altera Tabelas de Venda", sempre que se alterava algum dado de uma tabela, o GFIL indagava se o usuário queria também atualizar os preços daquela tabela. Porém, ocorria muito (com usuários desatentos) do usuário clicar em "Sim" sem analisar. Isso gerava um problema para aquelas empresas que fazem a atualização manual de preços, pois, com esse procedimento, todos os preços daquela tabela eram atualizados pelos percentuais da tabela. Para tentar minimizar essa "desatenção", agora, parar atualizar os preços, o operador terá que clicar em um botão especialmente para isso, ou seja, o novo botão "Atualizar Preços";

  6. O IBPT disponibilizou uma atualização (versão 17.1.B) tabela de alíquotas para cálculo dos tributos aproximados (lei da transparência). No GFIL foram atualizados os links de download para baixar essa nova tabela. Mais informações sobre essa tabela, analise o tópico 158 do manual de ajuda do sistema;

  7. No módulo de pagamento de salários de funcionários foi incluído um grupo "Comissão de Vendedor". Nesse grupo você pode informar um valor de comissão a ser pago no salário do funcionário. Esse valor pode ser informando manualmente (marcando a opção "Outras" e digitando e valor), como pode também selecionar lançamentos de comissões feitas pelo sistema (neste caso marque a opção "Geradas pelo Sistema"). Caso você utilize esta última opção, ao gravar o lançamento de pagamento do salário, o GFIL também baixará todas os lançamentos de comissão selecionados nessa tela;

  8. No cadastro de cliente foi incluído um link "Estrangeiro?", perto do campo do endereço. Se o cliente for residente no estrangeiro clique nesse link e o GFIL preencherá alguns dados específicos que são obrigatórios no caso de emissão de nota fiscal para o cliente;

  9. Implementada geração de boletos carteira 21, do Banco do Nordeste;

  10. No módulo de baixa de contas a receber, a partir desta verão, quando se fizer baixa de várias contas de uma só vez e essas contas forem todas de um mesmo cliente, o sistema vai gerar um único recibo.
    Caso o crédito seja destinado para o livro caixa, o sistema também vai permitir que se informe a tipo (dinheiro, cheques, etc.) do valor recebido. Mas, nesse caso, só poderá ser um um tipo e não poderá haver troco;

  11. Nas configurações de conexão do certificado digital do módulo de parâmetros fiscais, agora há uma nova opção para "WinCrypt" no campo . Essa nova opção visa eliminar a utilização da Capicom.dll. Inicialmente essa opção está sendo disponibilizada para testes. Se funcionar a contento com os usuários, a Capicom será eliminada por completo, já que a Microsoft não atualiza mais essa .dll, o que gera bastante conflitos. Por motivos óbvios, não temos como fazer os testes de certificados em laboratórios. Por isso, pedimos a sua gentileza de, se for utilizar/testar essa opção, compartilhe conosco os resultados;

  12. Na versão anterior incluímos um novo componente na tela de filtragem de relatórios para se informar as datas inicial e final de relatórios. A ideia desse componente modernizar o layout, deixando-o inclusive no novo padrão do Windows 10. Entendemos que essa nova forma é muito melhor, principalmente quando se precisa navegar em datas de meses e/ou anos anteriores. Porém, esse componente não permite digitação, ou seja, apenas uso do mouse. Para tentar melhor um pouco para aqueles usuários que estavam acostumados a preencher esse campo digitando, incluímos uma rotina que vai adiantar/retroceder os valores desses campos pelas teclas de seta. Par mais detalhes clique no botão "?" dessa tela;

  13. Este passo deve ser observado apenas por aqueles usuários que emite nota eletrônica via estação de rede.
    Visando permitir que o usuário informe o nome do computador servidor onde estão serão gravados os arquivos XML das notas, foi criada uma nova opção na tela de login. Até agora o próprio GFIL buscava esse nome do computador, mas, em alguns casos, por causa de algum bloqueio na rede, o GFIL não consguia executar esse procedimento corretamente. Para completar o campo, vá a tela de login do GFIL e, clique no link "Parâmetros de conexao da base de dados GFIL" que está no topo da tela.
    Na tela que vai se abrir, há um novo campo "Nome do Servidor na Rede". Esse campo deve ser informado. Caso tenha dificuldades, solicite auxílio de seu TI ou de uma revenda GFIL e depois clique em "Conectar" para gravar a mudança;

  14. Se o usuário não tinha informado um CNPJ correto no cadastro da operadora de cartão, ao enviar uma NFCe com recebimento via cartão, o número da autorização da operadora não era incluído no XML, justamente pelo motivo da falta do CNPJ. A partir desta versão, o GFIL vai bloquear o envio da nota se o cadastro da operadora não estiver corretamente preenchido.
    Ressaltamos novamente da responsabilidade do usuário completar SEMPRE todos os cadastros (clientes, produtos, CFOPs, operadoras de cartão, grupo de tributação, etc.) envolvidos nas emissões de notas. Esse regularização dos cadastros deve sempre ser feita ANTES de se iniciar a emissão da primeira nota;

  15. A partir desta versão o desenvolvedor não terá mais opção de venda de licenças diretamente em seu site. Essa venda será feita exclusivamente por revendas. A renovação anual da licença continuará podendo ser feita diretamente com o desenvolvedor e/ou revenda. Apenas os registros novos é que devem ser feito via revendas. A contratação de suporte técnico personalizado junto a revendas continua sendo opcional, ou seja, será possível comprar tão somente a licença da revenda e, se for do desejo do usuário, também adquirir o suporte;



Versão 9.87 - Disponibilizada em 21/02/2017

  1. Disponibilizado GFILMob 2.5 com as seguintes implementações:

    • Opção para pesquisar produtos filtrando por categoria;

    • Opção para transferir uma comanda uma mesa para outra;

    • Opção para controle de lista de espera, com opção para envio de SMS ao cliente quando a mesa estiver pronta;

  2. Corrigido erro que ocorria quando se emitia NFCe com CFOP 5656. A nota era rejeitada por algumas SEFAZ por não conter informações do ANP do produto e UF de consumo. Esses campos agora foram incluídos no XML da NFCe. Logicamente que o código ANP deve ser preenchido no cadastro do produto para que o GFIL faça essa alimentação na nota. Já a UF de consumo será alimentado automaticamente pelo GFIL com a UF do destinatário da nota;

  3. Melhorado layout tela de recebimentos da comanda;

  4. Incluída opção para dar um desconto no fechamento (tela de recebimentos) da comanda;

  5. Modificado um pouco os campos de informação de datas de filtragem na tela de filtragem dos relatórios visando permitir a implantação de opção para geração de relatórios com filtragem de hora;

  6. O "Relatórios -> Comandas -> Sintético" agora pode ser gerado filtrando-se um período de horas do fechamento da comanda, além do período de datas que já havia;

  7. Idem para relatórios analítico de lançamentos do caixa e bancários;

  8. As informações de qual certificado digital utilizar agora devem ser feitas uma única vez (para todos os módulos fiscais) no módulo de parâmetros fiscais (menu "Utilidades -> Parâmetros da Empresa/Filial -> Fiscais -> Outros".
    Outra mudança implementada nessa configuração do certificado é que agora você poderá indicar qual o tipo de certificado (A1 e A3) e também a .dll a ser utilizada na assinatura e envio dos XMLs. Essa configuração visa evitar alguns erros que estavam ocorrendo em alguns usuários de certificado A1, em especial o erro "Cryptographic 24 error".
    Com essa mudança agora fica centralizada a vinculação/seleção do certificado digital de todos os documentos fiscais do GFIL em uma única tela, não havendo necessidade de você fazer essa seleção em cada módulo de tipo de nota que for emitir. Mas ATENÇÃO: após atualizar o GFIL para esta versão, todos os usuários que emitem algum documento eletrônico no sistema precisam acessar esse menu acima mencionado e configurar o certificado digital. O procedimento é bastante simples.
    Mais informações analise o tópico 92 do manual;

  9. Na tela de NFCe, agora é possível iniciar uma nota avulsa utilizando os dados de outra nota (duplicação);

  10. No lançamento de adiantamento recebido de cliente, agora tem a opção para recebimento via cartão;

  11. No módulo de locações, além das unidades de prazo (dias e hora) que já havia, agora também teremos as unidades de semanas, quinzenas e meses;

  12. No cadastro de produtos (aba "Dados Privados") foi incluído o campo "Informações Adicionais Para NFe". O valor desse campo será alimentado automaticamente no campo "Informações Adicionais do Item" quando se iniciar uma NFE (modelo 55) de venda;

  13. No módulo de parâmetros gerais foi incluída a opção "Nº de dias que uma pré-venda pode ficar pendente" na aba "De Vendas". Esse novo campo permitirá que você defina quantos dias uma pré-venda pode ficar em aberto. Até agora, o sistema obrigava a fechar todas as pré-vendas no dia seguinte. Se você não conhece a opção de pré-venda, analise o o tópico 161 do manual de ajuda;

  14. Nos parâmetros fiscais da NFCe foi incluída a opção "Inclui Endereço Cliente no XML". Se essa opção estiver marcada, naquelas notas onde o cliente for um cliente cadastrado, além do nome e CPF, o GFIL também incluirá todos dados de endereço no XML e, por conseguinte na impressão do Danfe. Essa opção não contempla notas de clientes avulsos (aquele que você informa o CPF na inclusão da venda ou nota). Somente para clientes que têm o CPF/CNPJ informado no seu cadastrado;

  15. No módulo de venda normal de produtos, se você tivesse configurado nos parâmetros para não permitir venda sem estoque e também tivesse marcado a opção para permitir incluir um item mais de uma vez na mesma venda, o sistema permitia a venda sem estoque. Exemplo: o produto X tem estoque de 1. Era possível lançar na mesma venda o item X por 2, 3, ...vezes, com quantidade 1. Isso foi corrigido;

  16. Para quem emite boletos Iugu pelo sistema: a partir de março/17, todos os boletos gerados Iugu serão obrigatoriamente COM registro. Por isso, alguns dados do cliente (CEP, número de rua e bairro) que antes não eram obrigatórios, passam a ser. Para gerar normalmente seus boletos, basta informar esses dados no cadastro dos clientes;

  17. Nos parâmetros fiscais da NFCe foi incluída a opção "Inclui Dados de PIS e COFINS no XML". Segundo a legislação, esses dados não são obrigatórios constar no XML da NFCe. Contudo, há muitos contadores que recomendam fazê-lo. Entre em contato com sua assessoria fiscal o que lhe recomendam sobre esta nova opção do GFIL;